Pular a navegação e ir direto para o conteúdo


Blog

27.11.2007 | 21:13

Brasília – Treinamento realizado!

Publicado na(s) categoria(s) Treinamento, por Dalton Vieira

Neste final de semana (23 a 25/11) ministrei o treinamento Aprendendo a Operar no Mercado de Ações, em conjunto com o Robson Jardim (idealizador do software de análise gráfica WinStockChart).

Fiquei realmente muito satisfeito ao ministrar o treinamento. Agradeço a excelente avaliação que recebi após o término do curso, inclusive durante os coffee breaks. Estamos trabalhando agora para disponibilizar nesta semana um fórum com área exclusiva para os participantes, com o objetivo de sanar possíveis dúvidas, comentar algumas operações, dentre outros.

O próximo treinamento ocorrerá provavelmente no mês de dezembro, aqui mesmo em Brasília. As pessoas indicadas pelos participantes do último treinamento terão prioridade na inscrição.

Sejam todos muito bem-vindos ao blog. Obrigado pelos 03 ótimos dias de convivência. Desejo sucesso a todos!

Grande abraço.
Dalton Vieira

26.11.2007 | 23:04

IBOV – Ursos no comando

Publicado na(s) categoria(s) Fluxo dos Investidores, Ibovespa, Vale, por Dalton Vieira

Gráfico semanal

O candle da semana (19 a 23/11) confirmou um sinal de baixa ao fechar em 60.970, abaixo da mínima da semana anterior (12 a 16/11). Este sinal de baixa aumentou a probabilidade para a continuidade do movimento de baixa e possível teste do suporte em 58.292, destacado no gráfico semanal ao lado.

Gráfico Diário

No pregão desta segunda-feira (26/11) o Ibovespa quebrou a tendência de alta ao romper o suporte em 59.472 pontos. O fechamento de hoje em 59.069, abaixo da mínima do dia 22/10 e da média móvel de 65 períodos, aumenta a probabilidade de ocorrer uma nova mínima no próximo pregão e do possível teste do suporte em 58.292.

O cenário em diversos ativos no gráfico diário é baixista, com preços abaixo da média móvel exponencial de 13 períodos (MME). A VALE5 por exemplo testou as resistências do gap ocorrido no dia 21/11 e da MME e fechou abaixo da faixa de negociação, iniciada após o dia 02/10 (gráfico ao lado). Um sinal ruim para os comprados!

Veja abaixo um pequeno resumo do dia da forte queda do Ibovespa (-3,12%). Clique na imagem para ampliá-la.


O saldo dos investidores estrangeiros (SIE) até o dia 22/11 está negativo em R$ 5,15 bilhões. O mês de julho/07 foi o que registrou o maior volume de vendas dos estrangeiros na Bovespa desde 1995, com o SIE fechando negativo em R$ 3,2 bilhões. Lembrando que este foi o mês que antecedeu a crise das subprimes nos EUA. Até o presente momento o mês de novembro supera o recorde do SIE em quase R$ 2 bilhões. O momento realmente é de muita cautela ao se pensar em operações de curto prazo.

Até breve!

22.11.2007 | 9:47

IBOV – O ponto desfavorável

Publicado na(s) categoria(s) Fluxo dos Investidores, Ibovespa, por Dalton Vieira

Na análise anterior mencionei que a maior probabilidade era Ibovespa testar o topo histórico em 65.948 pontos. Destaquei também o que quebraria a perspectiva de alta, o que ocorreu no primeiro dia desta semana (19/11). Ao fechar abaixo da mínima do dia 14/11 e da média móvel exponencial de 13 períodos (MME) o Ibovespa sinalizou novamente o teste do suporte em 60.894, o que ocorreu no pregão desta quarta-feira, dia 21/11.

A divergência (ponto desfavorável) entre o saldo dos investidores estrangeiros (SIE) e o IBOV, destacado no final da análise anterior, pesou no início desta semana. Na semana passada (12 a 16/11) o SIE fechou negativo em R$ 1,58 bilhão, aumentando o saldo negativo do mês para R$ 3,15 bilhões. Observe abaixo a divergência nos 02 últimos pontos do gráfico semanal de outubro a novembro/07.


O Ibovespa no pregão de ontem (21/11) fechou abaixo do suporte de fechamento em 60.894 pontos, o que não é um bom sinal. Pode ocorrer uma pressão compradora neste ponto? Sim, porque de 60.894 a 58.292 há uma zona de suporte importante (gráficos diário e semanal). O rompimento e fechamento abaixo do suporte em 59.472 quebrará a tendência de alta no gráfico diário do Ibovespa. Pontos que intensificam esta quebra:

  1. Rompimento da linha de tendência de alta;
  2. Não conseguiu romper a linha de tendência de baixa;
  3. Topos e fundos descendentes;
  4. Abaixo da MME 13.
  5. Saldo negativos dos investidores estrangeiros na Bovespa.

Um fechamento desta semana (gráfico semanal) abaixo da mínima (61.034) da semana anterior e principalmente de 60.894, aumentará a probabilidade do IBOV testar o suporte em 58.292 pontos. O momento realmente é de cautela para quem opera no curto prazo.

Até breve!

18.11.2007 | 9:14

IBOV – Análise da semana: 12 a 16/11

Publicado na(s) categoria(s) Análises Semanais, Fluxo dos Investidores, Ibovespa, por Dalton Vieira

Gráfico Semanal

O Ibovespa em mais uma semana de alta volatilidade e briga entre touros (compradores) e ursos (vendedores), fechou em alta de 0,45%. É a terceira semana consecutiva que há a formação de um doji neste tempo gráfico (figura ao lado). O ponto importante a observar após a formação do primeiro doji é que as semanas posteriores oscilaram abaixo das mínimas dos candles anteriores, porém nenhum deles fecha abaixo da mínima do anterior. Portanto, não houve até o presente momento a confirmação de um padrão de baixa.

E qual a leitura do gráfico que faço das semanas posteriores ao primeiro doji? A pressão compradora nestas duas últimas semanas impediu a ocorrência de um sinal de baixa e elevou o preço de fechamento histórico, primeiramente a 64.320 e por último a 64.609. Desta forma, na minha opinião a maior probabilidade está no rompimento do topo histórico (65.948), principalmente após testar os suportes proporcionados pela MME de 13 períodos e o fechamento em 60.894 pontos.

Gráfico Diário

Dando continuidade a perspectiva de alta supracitada, no gráfico diário (figura ao lado) o IBOV cancelou um forte sinal de baixa do início da semana (12/11) ao fechar em 64.630 pontos no dia 14/11, aliado a um bom volume financeiro. Na sexta-feira, dia 16/11, houve o teste do suporte proporcionado pela MME de 13 e novamente ocorreu uma pressão compradora fazendo com que o Ibovespa fechasse o dia estável (-0,03%).

O alinhamento dos 02 tempos gráficos (semanal e diário) a favor dos touros reforça uma maior probabilidade do rompimento do topo histórico. E o que quebraria esta perspectiva de alta? Um fechamento abaixo da mínima do dia 14/11 em 62.918 pontos, o que levaria o IBOV novamente para baixo da MME de 13.

A seguir as resistências que antecedem o topo histórico e importantes para se observar o comportamento do IBOV caso estas sejam testadas.

  • Linha de tendência de baixa (LTB)
  • 65.282 – máxima do dia 08/11
  • 65.317 – maior fechamento histórico (31/10)

Ponto desfavorável

Qual é o ponto que está divergente da maior probabilidade de alta do Ibovespa? O saldo dos investidores estrangeiros que neste mês até o dia 13/11 está negativo em R$ 2,91 bilhões. Este é o ponto de alerta.

Vamos ver se nesta próxima semana temos a decisão para qual lado vai o IBOV.

Uma ótima semana para todos!

16.11.2007 | 10:52

Mercados no feriado

Publicado na(s) categoria(s) Ibovespa, por Dalton Vieira

No feriado do dia 15/11 as principais bolsas de valores (EUA, Europa e Ásia) fecharam em baixa, enquanto a Bovespa estava fechada. Hoje, dia 16/11, as bolsas na Ásia fecharam em queda novamente. Na Europa (FTSE e DAX 30) estão operando em baixa até o presente momento.

O mais provável nesta sexta-feira é o Ibovespa acompanhar o comportamento das bolsas externas no dia 15/11, inclusive o deste dia (16). Agora, será que o IBOV vai “descolar” das demais bolsas e operar o dia em alta?

Vamos aguardar, inclusive o fechamento da semana. Até breve!

15.11.2007 | 0:26

IBOV – Quebra do sinal de baixa

Publicado na(s) categoria(s) Ibovespa, por Dalton Vieira

O Ibovespa nesta quarta-feira, dia 14/11, anulou o forte sinal de baixa do dia 12/11. Em mais um dia de forte alta o IBOV fechou em 64.630 pontos, representando uma alta de 2,71%. O candle deste dia representa um bom sinal de alta no gráfico diário (figura abaixo).

A seguir pontos positivos e negativos neste sinal de alta:

Pontos positivos

  • Quebra de um forte sinal de baixa (12/11);
  • Retorno para cima da média móvel exponencial de 13 períodos (terreno dos touros);
  • Bom volume de financeiro, aproximadamente R$ 5,13 bilhões;
  • OBV (on balance volume) acumulando com topos e fundos ascendentes e nova máxima histórica;
  • A favor do gráfico semanal que está em tendência de alta e no terreno dos touros (compradores).

Pontos negativos

  • Saldo dos investidores estrangeiros que está negativo no mês em R$ 2,64 bilhões;
  • Rompimento da linha de tendência de alta (LTA);
  • Topos e fundos descendentes no gráfico diário.

Caso o Ibovespa feche acima de 65.282, próxima resistência, quebrará a sequência de topos e fundos descendentes, que podem ser uma simples correção ABC (ondas de Elliott) para um novo impulso de alta e uma nova máxima histórica.

Tenha um ótimo feriado. Até breve!

 Página 1.120 de 1.149  « Primeira  ... « 1.119  1.120  1.121  1.122 » ...  Última »