Pular a navegação e ir direto para o conteúdo


Blog

18.09.2007 | 0:46

Chegou o dia!

Publicado na(s) categoria(s) Fluxo dos Investidores, Ibovespa, por Dalton Vieira

O tão esperado dia 18 de setembro chegou. Não me recordo de ver o mercado financeiro como um todo falando e aguardando durante quase um mês a decisão do FED (banco central americano) de reduzir, manter ou elevar (pouco provável) a taxa de juros nos EUA. O consenso do mercado é corte de 0,25 ponto na taxa. Será que o Ben Bernanke vai agradar o mercado?

Uma decisão do FED em manter a taxa inalterada em 5,25% pode ser muito ruim para os comprados no mercado de ações, pois é provável que haja uma forte volume de venda caso isto ocorra. Apenas lembrando que boa parte desta recuperação do Ibovespa, como também das bolsas de valores no mundo, foi apoiada na expectativa de redução da taxa de juros norte-americana.

Por outro lado se a expectativa do mercado se confirmar, é muito provável que a zona de resistência de 55.250 a 55.662 pontos seja rompida, inclusive com possibilidades de fechar acima deste patamar no próximo pregão (18/09). Este rompimento quebrará a tendência de baixa no gráfico diário (figura abaixo) do Ibovespa, o que aumentará a probabilidade ocorrer o teste do topo histórico em 58.292 pontos.


Um aspecto importante a favor dos comprados ou dos interessados em comprar é que os investidores estrangeiros continuam comprando mais do que vendendo. Houve somente um dia deste mês que as vendas foram mais fortes que as compras, que foi no dia útil (10/09) após o feriado no Brasil. Desta forma, o saldo dos investidores estrangeiros (SIE) no mês até o dia 13/09 está positivo em 1,028 bilhões de reais. Dependendo do resultado do SIE no dia 14/09, será a 4a semana consecutiva em que as compras são superiores as vendas.

Nota: clique aqui e veja o último artigo publicado aqui no blog sobre o capital estrangeiro na Bovespa.

Outro ponto a favor é que o IBOV testou e “respeitou” (não fechou abaixo) os suportes mencionados na análise “Análise da semana 10 a 14/09“, média móvel de 65 períodos e mínima/abertura do dia 13/09. Enfim, esta análise aponta para continuidade do movimento de alta do Ibovespa iniciado no dia 17/08. Agora é aguardar a colaboração do FED.

Até breve!

17.09.2007 | 10:51

VALE5 – Decisão de saída

Publicado na(s) categoria(s) Vale, por Dalton Vieira

Gráfico Diário

A VALE5 no pregão da sexta-feira, dia 14/09, não conseguiu fechar acima da máxima do dia anterior. Na minha opinião um fechamento abaixo da mínima ($43,20) deste dia proporciona um sinal de baixa no curto prazo. Devido ao candle desta sexta, ao movimento de alta “esticado” desde o dia 16/08 e ao lucro em torno de 10% desde o dia da compra (30/08), a minha decisão é de encerrar a operação de compra e aguardar amanhã a decisão do FED sobre a taxa de juros nos EUA.

O stop de proteção técnico de curto prazo está um pouco abaixo da mínima ($43,20) do dia 14/09.Em um prazo maior o stop de proteção seria abaixo da mínima ($40,81) da semana passada.

Até breve!

15.09.2007 | 16:06

IBOV – Análise da semana 10 a 14/09

Publicado na(s) categoria(s) Análises Semanais, Ibovespa, por Dalton Vieira

Bolsas dos EUA têm leve alta apostando no corte de juros

NOVA YORK (Reuters) – Os principais índices do mercado norte-americano de ações fecharam em ligeira alta nesta sexta-feira, após a divulgação de dados econômicos que não alteraram a expectativa de corte de juros na reunião do banco central dos EUA na próxima semana.

Um fato que conteve os ganhos foi um alerta do banco de investimentos Merrill Lynch de que as turbulências no mercado de crédito forçaram a instituição a reduzir os valores de títulos atrelados a hipotecas de alto risco. A decisão pode prejudicar o lucro do grupo no terceiro trimestre.

Gráfico Semanal

O candle desta semana é mais um Doji que representa indecisão (certa cautela) dos investidores antes da decisão sobre a taxa de juros nos EUA. Neste clima de cautela o Ibovespa fechou a semana praticamente estável (+0,19%). O fechamento em 54.671 não foi abaixo da mínima nem acima da máxima do Doji da semana passada (03 a 06/09), o que representaria um sinal de baixa ou a continuidade do movimento de alta, respectivamente.

Na próxima semana um fechamento acima de 55.662 (resistência) ou abaixo de 52.320 (suporte) sinalizará quem está no controle da situação (compradores ou vendedores) após a divulgação do juro norte-americano. Outro fato relevante da próxima semana é a divulgação de balanços de alguns dos maiores bancos de investimentos dos EUA.

Gráfico Diário

Ontem (14/09) o Ibovespa fechou em leve baixa de -0,43% em 54.671 pontos. Neste tempo gráfico temos uma importante zona de resistência que vai de 55.250 (fechamento do dia 04/09) até 55.662 pontos (máxima do dia 31/07). O candle desta sexta respeitou esta região de resistência e a máxima do dia anterior (13/09). Pequena zona de suporte de 54.378 a 53.882 pontos (mínima desta sexta, média móvel de 65 períodos e abertura/mínima do dia 13/09).

Observando o OBV (on balance volume) temos uma pequena congestão após atingir a máxima no dia 04/09. Mais um dado técnico demonstrando indecisão/cautela dos investidores. A agenda pesada da próxima semana nos EUA provavelmente definirá para que lado direcionaremos nossas operações na Bovespa. Por enquanto, até o dia 12/09, os investidores estrangeiros estavam direcionados para compra com um saldo de +662.331 milhões de reais.

Bom final de semana!

14.09.2007 | 10:00

Mercados da Ásia fecham em alta

Publicado na(s) categoria(s) Mercado, por Dalton Vieira


Mercados da Ásia fecham em alta atentos aos EUA
TÓQUIO (Reuters) – As bolsas de valores da Ásia encerraram em alta nesta sexta-feira, depois que ações de instituições financeiras acompanharam a valorização de suas equivalentes nos Estados Unidos.

Investidores ficaram cautelosos devido a divulgação dos dados de varejo dos EUA, prevista para às 9h30 (horário de Brasília). Os números podem dar força ao argumento de que as dificuldades vividas pelo setor imobiliário estão pesando sobre o conjunto da economia e incentivar novas discussões sobre o quão profundo será o corte do Fed nos juros.

Já os mercados na Europa operam em baixa nesta sexta-feira. A direção do Ibovespa hoje vai depender da reação do mercado após a divulgação dos dados de varejo dos EUA (09:30h). Há também outros dados relevantes que serão divulgados nos EUA às 10:15 e 11:00h (horário de Brasília). Observando o fechamento do pregão de ontem, em princípio a expectativa é de alta.

13.09.2007 | 23:27

VALE5 – Forte alta, novo ajuste

Publicado na(s) categoria(s) Vale, por Dalton Vieira

Gráfico Diário

Em dia de forte alta a VALE5 fechou acima da resistência de fechamento ($42,90) e da máxima de ontem, dia 12/09. O novo fechamento histórico ($44,16) ocorreu em um dia de forte alta (+3,18%) principalmente devido ao gap de abertura que já representou +2,1% da alta do dia. A nova máxima do preço da ação foi coerente com o OBV (on balance volume), que também fez nova máxima.

Após o candle de hoje o stop de proteção foi novamente ajustado. Na minha opinião, um fechamento abaixo de $43,30 será um motivo para sair da operação de compra de curto prazo, iniciada no dia 30/08.

13.09.2007 | 20:31

IBOV – Reação dos touros

Publicado na(s) categoria(s) Ibovespa, por Dalton Vieira

Bovespa mantém correlação com Wall St e fecha em alta

SÃO PAULO (Reuters) – A Bolsa de Valores de São Paulo fechou em alta de quase 2 por cento nesta quinta-feira, na esteira do bom desempenho de Wall Street, que foi impulsionado por comentários positivos sobre o setor financeiro e pelo aumento dos dividendos do McDonald’s.

O tom mais duro do que muitos esperavam na ata da última reunião do Copom não chegou a atrapalhar os ganhos da Bovespa.

“A ata foi mais conservadora do que se esperava. Mas o cenário já era de, no máximo, um corte de 0,25″, afirmou Alexandre Sant’Anna, analista da ARX Capital Management.

Gráfico Diário

Na análise “Forte confirmação de baixa” destaquei:

O que demonstraria uma reação do touros (compradores)? Na minha opinião, um fechamento acima da máxima (54.554) de hoje (10/09), conseqüentemente acima da média móvel de 65 períodos.

O candle de hoje fechou justamente a 54.908 pontos (+1,90%), acima da:

  1. média móvel de 65 períodos;
  2. máxima do candle responsável pela confirmação de baixa (10/09);
  3. máxima do Doji de ontem (12/09).

Este candle representa um bom sinal de alta do Ibovespa, coerente com o saldo dos investidores estrangeiros da semana passada, destacado no artigo “Investidores Estrangeiros comprando“. Desta forma, aumenta-se a probabilidade da quebra da tendência de baixa neste tempo gráfico, ou seja, o rompimento da resistência em 55.615 pontos.

Agora é aguardar como será o fechamento desta semana.

Até breve!

 Página 1.121 de 1.143  « Primeira  ... « 1.120  1.121  1.122  1.123 » ...  Última »