Pular a navegação e ir direto para o conteúdo


Blog

15.08.2007 | 19:56

IBOV – Maior volume financeiro em 06 meses

Publicado na(s) categoria(s) Ibovespa, por Dalton Vieira

Os sinais gráficos destacados ontem, dia 14/08, na análise “Queda dentro das probabilidades” foram confirmados no pregão de hoje. O Ibovespa terminou o dia com uma queda de -3,19% e com um altíssimo volume financeiro.

Bovespa cai pelo 5o dia e giro bate recorde, com R$18,4 bi
SÃO PAULO (Reuters) – A Bolsa de Valores de São Paulo caiu mais de 3 por cento nesta quarta-feira e fechou no menor nível desde abril, em meio a contínuas preocupações do mercado sobre aperto do crédito no mundo.

“Não dá mais para afirmar que a crise está circunscrita ao mercado subprime (crédito imobiliário de alto risco), dado que a aversão ao risco global está sendo duramente afetada, arrastando a desconfiança também para o mercado de crédito em geral”, afirmou a Modal Asset Management em relatório.
No gráfico Diário (figura ao lado) a forte queda de hoje representou a perda dos suportes em 50.884 e 50.214 pontos. O fechamento abaixo destes suportes e o alto volume financeiro de hoje aumentam a probabilidade do Ibovespa testar o importante suporte em 46.752 pontos (máxima do topo do dia 22/02). Antes há um suporte menos importante em 48.311 pontos. Até chegar nos suportes informados, poderá ocorrer um movimento de alta (retração).

O que precisaria ocorrer para haver a quebra da tendência de baixa no gráfico Diário?

Neste momento, o rompimento da resistência em 55.615 pontos quebraria a sequência de topos e fundos descendentes, consequentemente a tendência de baixa. Além disso, retornaria para cima da média móvel de 65 períodos.

Depoimento

Para mim o aprendizado neste período tem sido espetacular, pois diariamente coloco em prática os meus estudos. Além da análise gráfica, o estudo e acompanhamento do saldo do investidor estrangeiro na Bovespa foram ótimas ferramentas para identificar um cenário bastante desfavorável para realizar compras.

Com estas informações poderíamos encurtar os stops e reduzir a nossa exposição ao risco no mercado acionário neste momento de forte turbulência. É por isso que gosto muito do axioma abaixo:

Axioma: da Esperança

“Quando o barco começar a afundar, não reze. Abandone-o.”

Obrigado pela leitura!

15.08.2007 | 12:13

Estrangeiros contra todos

Publicado na(s) categoria(s) Fluxo dos Investidores, por Dalton Vieira

Até a sexta-feira da semana passada, dia 10/08, o saldo (compras – vendas) dos investidores estrangeiros (SIE) no volume total da Bovespa foi aproximadamente de -1,6 bilhões de reais. O mais interessante é que somente o SIE está negativo, as demais categorias de investidores estão comprando mais do que vendendo.

O Ibovespa, até o dia 14/08, acumula uma perda de -6,04% no mês de agosto, coerente com o SIE. A seguir tabela com a participação dos investidores no volume total da Bovespa no período 01 a 10/08.

fonte: Bovespa

14.08.2007 | 21:53

PETR4 – Pressão vendedora nas resistências

Publicado na(s) categoria(s) Petrobras, por Dalton Vieira

Na análise anterior da PETR4, “Importante região“, mencionei:

A região atual é importante pois um fechamento acima de $51,11 representará um provável movimento de alta.

Hoje, dia 14/08, a PETR4 foi lá testar o valor supracitado e não conseguiu fechar acima deste valor, como mostra a figura ao lado do gráfico Diário. Houve uma pressão vendedora neste patamar fazendo com que esta ação fechasse em baixa de -0,94%. Devido ao alto volume de negociações, o OBV (on balance volume) voltou a distribuir (baixa).

O sinais de hoje aumentam a probabilidade do rompimento do suporte em $48,80. No entanto, vale lembrar que a PETR4 está em uma importante região de suporte, conforme destacado na análise anterior.

Obrigado pela leitura. Até breve.

14.08.2007 | 21:13

IBOV – Confirmação da tendência de baixa

Publicado na(s) categoria(s) Ibovespa, por Dalton Vieira

Complementando a análise anterior do Ibovespa, publicada hoje (14/08)

Alguém lembra da figura abaixo, que foi publicada na análise Semana dos Ursos no dia 28/07?


Alguma semelhança com a figura abaixo do gráfico diário de hoje?


Quando publiquei a primeira figura foi apenas para exemplificar o que deveria acontecer para confirmar uma tendência de baixa no gráfico diário do Ibovespa. Portanto, hoje tivemos a confirmação da tendência de baixa. Os analistas técnicos costumam chamar esta confirmação de pivô de baixa. A expansão de 38,2% do Fibonacci neste pivô de baixa (figura acima), prediz que esta tendência de baixa chegará até aproximadamente 46.950 pontos. Este valor é praticamente no suporte em 46.752 pontos, proporcionado pela máxima do topo do dia 22/02/07.

Será que o Ibov chega no valor obtido na expansão de 38,2% do Fibonacci?

14.08.2007 | 19:15

IBOV – Queda dentro das probabilidades

Publicado na(s) categoria(s) Ibovespa, por Dalton Vieira

Ontem, dia 13/08, mencionei na análise “Começou bem, mas…“:

…nesta região houve uma pressão vendedora fazendo com que o fechamento de hoje ficasse abaixo da sexta-feira (10/08) e finalmente abaixo de 52.627 (26/07).

Por que destaquei finalmente abaixo de 52.627 pontos? Veja abaixo a resposta:

Percebam que a força vendedora que iniciou o pregão de hoje, não conseguiu sustentar o IBOV abaixo da mínima (52.627) do dia 26/07. É a segunda vez que oscila abaixo deste valor, mas não consegue fechar abaixo. Este fato torna este suporte importante para uma possível continuidade ou reversão deste movimento de baixa.
Análise em 06/08/07: Segue a forte volatilidade

O fechamento de hoje mais uma vez “respeita” a mínima (52.627 pontos) do dia 26/07, ou seja, não consegue fechar abaixo deste valor. Além disso, ainda há o suporte em 51.797 que foi testado duas vezes nesta semana, conforme mostra a figura ao lado do gráfico Diário. Se houver um fechamento abaixo desta zona de suporte, provavelmente ocorrerá o teste dos próximos suportes 50.884 e 50.214 pontos.

Análise em 10/08/07: Forte turbulência

Hoje, dia 14/08, após o Ibovespa ter fechado ontem abaixo da mínima (52.627) do dia 26/07, tivemos uma forte queda de -2,90%. O que representa esta queda no gráfico diário (figura ao lado)? Primeiramente um forte controle da situação pelos ursos (vendedores) e uma grande probabilidade da tendência de baixa continuar neste tempo gráfico. A seguir os sinais no candle de hoje que intensificam a continuidade do movimento de baixa.

1. Fechamento abaixo das mínimas 51.797 (suporte de fechamento do fundo do dia 08/06), 51.681 (mínima do dia 10/08) e 51.317 (mínima do dia 06/08);
2. Forte volume financeiro;
3. Fechamento na mínima do dia, que representa uma grande força dos ursos durante o pregão de hoje.

O fechamento de hoje em 50.911 pontos foi praticamente em cima do suporte em 50.884 pontos, referente ao fundo do dia 08/06. Agora o Ibovespa provavelmente testará a zona de suporte entre 50.884 e 50.214 pontos. Vamos aguardar o comportamento do IBOV nesta região, onde poderá haver uma pressão compradora. No entanto, se houver um fechamento abaixo de 50.214, provavelmente teremos uma correção maior, não significando que ocorrerá em um único movimento de baixa.

Um ponto importante para se observar e ficar atento é se o fechamento da semana será inferior as mínimas (52.514 e 51.317) dos dois Dojis no gráfico semanal. Se isso ocorrer a correção do Ibovespa poderá chegar aos 46.752 pontos. Mais uma vez é aguardar pacientemente o melhor cenário para novas compras de médio a longo prazo. No curtíssmo prazo, a volatilidade favorece a compras curtas após um sinal no gráfico diário, ou até mesmo para quem realiza operações intraday.

E continua a preocupação com o crédito…


Bolsas dos EUA caem por preocupação com crédito e Wal-Mart
NOVA YORK (Reuters) – As bolsas de valores dos Estados Unidos fecharam em queda nesta terça-feira por preocupações com os mercados globais de crédito e com o corte na previsão de lucro do Wal-Mart Stores renovando preocupações sobre gastos dos consumidores.

A previsão pessimista do Wal-Mart e notícias de que empresas de investimento dos EUA querem bloquear resgates de fundos abalaram ainda mais a confiança dos investidores.

JP Morgan vê aumento de spreads da dívida de emergentes

NOVA YORK (Reuters) – O JP Morgan aumentou nesta quinta-feira a previsão de final de ano para spreads dos papéis da dívida de mercados emergentes, acrescentando que a aversão de investidores a ativos de risco pode aumentar “consideravelmente” no curto prazo como resultado da turbulência global do crédito.

Aonde está o “fundo” desta crise? Em princípio parece ser um pouco mais abaixo, levando-se em consideração os sinais gráficos e as notícias preocupantes, resultando na ganância dos vendedores e medo dos compradores.

Obrigado por sua leitura e até breve!

13.08.2007 | 21:20

PETR4 – Importante região

Publicado na(s) categoria(s) Petrobras, por Dalton Vieira

Petrobras reage, mas lucro ainda cai 2% ante 2006 para R$6,8 bi

RIO DE JANEIRO (Reuters) – A Petrobras recuperou no segundo trimestre boa parte do lucro perdido nos primeiros três meses do ano, mas fatores como o aumento nos custos e a valorização do real, que impactou os ativos no exterior, ainda deixaram os ganhos da empresa inferiores aos obtidos há um ano.

No gráfico diário (figura ao lado), hoje (13/08) a PETR4 testou as resistências proporcionadas pelo gap de baixa da sexta feira ($50,51) e da média móvel de 65 (aproximadamente em $50,70). No entanto, a força compradora não foi suficiente para que houvesse um fechamento acima destes valores. Pelo contrário, nesta região houve uma força vendedora e a PETR4 fechou em baixa de -0,83%.

A região atual é importante pois um fechamento acima de $51,11 representará um provável movimento de alta. Por outro lado, um fechamento abaixo de $49,00 (resistência proporcionada pelo topo do dia 17/04) ou até mesmo $48,80 (mínima do dia 06/08) aumentará a probabilidade da continuidade do movimento de baixa até o próximo suporte mais importante em $44,36.

No gráfico semanal (figura ao lado) a força dominante é a dos ursos (vendedores), apesar de estarmos ainda em tendência de alta neste tempo gráfico. O controle da situação mudaria para os touros (compradores) se houvesse um fechamento acima da máxima ($52,86) da semana passada (06 a 10/08). A retração/correção atual dos preços está nos 61,8% do Fibonacci, referente ao último movimento de alta, e ainda em uma zona de suporte proporcionada por 02 topos anteriores.

Enfim, realmente temos uma região importante para a Petrobrás PN. Vamos ver o que ocorrerá durante esta semana.

Até breve!

 Página 1.159 de 1.171  « Primeira  ... « 1.158  1.159  1.160  1.161 » ...  Última »