Pular a navegação e ir direto para o conteúdo


Blog

03.06.2008 | 23:32

Participação dos Investidores – 30/05

Publicado na(s) categoria(s) Fluxo dos Investidores, por Dalton Vieira

A seguir a participação dos investidores na Bovespa ao final do mês de maio.


No último dia do mês de negociação na Bovespa os estrangeiros compraram mais do que venderam. O saldo dos investidores estrangeiros (SIE) acabou o mês positivo em R$ 532,56 milhões, relativamente baixo comparado aos R$ 3,7 bilhões que estava até o dia 19/05.

O gráfico abaixo da evolução diária do SIE e o Ibovespa mostra uma certa divergência de baixa nos últimos dias dos mês, ou seja, o Ibovespa não caiu na mesma proporção que o SIE. No entanto, estamos vendo esta correção nos dois primeiros dias de negociação do mês de junho.


Meu sonho: a disponibilização desta informação (participação acumulada dos investidores) atualizada, ou seja, sem a defasagem de 02 dias (risossss).

Até breve!

03.06.2008 | 20:51

Queda pára nos 70.000 pontos

Publicado na(s) categoria(s) Fluxo dos Investidores, Ibovespa, Petrobras, Vale, por Dalton Vieira

O Ibovespa nesta terça-feira (03) fechou em forte baixa de 2,62%, a maior desvalorização desde o grau de investimento. A queda do dia parou na casa dos 70.000 pontos. Entretanto, o fechamento em 70.011 foi abaixo da região de suporte que vai de 70.992 a 70.334 pontos (fechamento e mínima do dia 27/05), o que sinaliza o provável teste do suporte na faixa dos 69.000 pontos.

A forte queda no preços da commodities ditou os negócios hoje (03) na Bovespa. Além disso, o receio de que os bancos norte-americanos apresentem novas perdas por causa da crise de crédito também colaborou para o desempenho ruim do IBOV. Para avaliar o impacto da queda nos preços da commodities basta olhar o resultado do dia das ações da Petrobrás e Vale, principais responsáveis pela baixa acentuada do índice.

  • PETR3 -5,05%
  • PETR4 -4,70%
  • VALE3 -3,57%
  • VALE5 -3,53%


PETR4

Após o grande candle de baixa de hoje, aumenta-se a probabilidade dos gaps de alta (suportes) em $47,12 (máxima do dia 15) e $46,05 (máxima do dia 12) serem fechados. Além destes suportes há também outro em $45,45 que é justamente o antigo topo histórico. Os suportes mencionados estão destacados no gráfico diário (figura acima)

Esta queda está ficando bem interessante para compra, principalmente se testar os $46,05. Além de ser uma região importante de suporte, a queda iniciada após o topo histórico ($53,68 – 21/05) será de aproximadamente 14,5%. Este percentual de queda já deixa os touros (compradores) bem animados para entrar em ação.

VALE5

A forte queda que desta ação parou no suporte ($52,05) proporcionado pelo topo do dia 27/02. A partir deste ponto há diversos suportes no gráfico diário. São eles:

  • 51,90 – máxima do dia 27/12/2007 (topo);
  • média móvel de 65 dias;
  • 50,05 – mínima do dia 25/04 (fundo);
  • 49,01 – mínima do dia 14/04 (fundo); e
  • 47,55 – máxima do dia 25/03 (gap de alta). Quando será que este gap será fechado?

Assim como a PETR4, se este ativo entrar na casa dos $50,00 teremos uma queda em torno de 14,6% a partir do topo histórico ($59,22) do dia 19/05. Enfim, abaixo dos 52,00 até os 50,00 os touros provavelmente entrarão em ação.

Saldo dos Investidores Estrangeiros (SIE)

Mais uma vez o SIE mostra a sua importância. Conforme destacado aqui no blog desde o dia 20/05 os estrangeiros passaram a vender mais do que comprar. O resultado desta pressão vendedora está agora muito bem representada pelo Ibovespa.

Daqui a pouco a Bovespa libera a participação dos investidores referente ao dia 30/05, o que pode nos mostrar um fechamento negativo em maio após estar positivo R$ 3,7 bilhões. Divulgarei esta informação mais tarde aqui no blog.

Até breve!

03.06.2008 | 0:01

SIE – Será que fecha positivo ou negativo?

Publicado na(s) categoria(s) Fluxo dos Investidores, por Dalton Vieira

Será que o saldo dos investidores estrangeiros (SIE) fecha o mês de maio positivo ou negativo? Por enquanto, o SIE no mês de maio está positivo em praticamente R$ 300,00 milhões (29/05). É importante ressaltar que no dia 19/05 chegou a ser de R$ 3,7 bilhões.

Em menos de 10 dias de pregão houve uma redução acentuada do SIE no mês de maio, conforme podemos observar no gráfico abaixo.


A seguir a participação dos investidores na Bovespa, referente ao mês de maio até o dia 29.


Até breve!

02.06.2008 | 23:43

Mau humor no setor financeiro

Publicado na(s) categoria(s) Banco do Brasil, Bradesco, Itau Unibanco, Unibanco, por Dalton Vieira

O primeiro dia de pregão (02) do mês de junho começou negativo para o setor financeiro da Bovespa. O mau humor no mercado externo devido a agência de avaliação de risco Standard & Poor’s que reduziu a nota dos bancos Merrill Lynch, Morgan Stanley e Lehman Brothers contaminou as ações brasileiras. Além disso, esta agência informou que o panorama das grandes instituições financeiras dos EUA é negativo.

As principais ações do setor financeiro da Bovespa abriram o dia com gap de baixa em relação ao fechamento anterior. A seguir o resultado deste mau humor:

  • BBAS3 -2,67%
  • BBDC4 -2,54%
  • ITAU4 -4,33%
  • UBBR11 -2,13%


BBDC4

Esta ação testou o suporte em $37,91 que havia comentado na análise anterior. Neste ponto houve uma pressão compradora que reduziu a queda do dia. O candle ficou com aspecto de indecisão fechando basicamente em cima da média móvel exponencial de 13 períodos (MME13). Um fechamento acompanhado de um bom volume acima de $39,00 (máxima do dia) será um sinal interessante e abaixo de $37,90 (mínima do dia) ruim para os comprados.

ITAU4

Esta ação dentre as citadas acima foi a que mais caiu. O candle de baixa do dia mostra uma maior probabilidade de ocorrer o teste dos suportes proporcionados pela MME13 e pelo gap de alta em $37,74. Um retorno para casa dos 40,00 será um bom sinal e um fechamento abaixo de 37,74 ruim para os comprados.

Particularmente acredito que os investidores aproveitaram o mau humor no setor financeiro dos EUA para realizar lucro por aqui, principalmente após o bom desempenho destas ações na semana anterior.

Agora resta saber se a decisão do Compom desta quarta-feira (04) impulsionará novamente estes ativos.

Até breve!

02.06.2008 | 0:50

Bancos no destaque da semana

Publicado na(s) categoria(s) Banco do Brasil, Bradesco, Itau Unibanco, Itausa, Unibanco, por Dalton Vieira

Após os sinais de alta dos bancos destacados aqui no blog, as principais ações destes tiveram um bom desempenho na semana. A seguir os resultados da semana:

  • BBAS3 +14,86%
  • BBDC4 +4,30%
  • ITAU4 +10,05%
  • UBBR11 +8,06%

BBAS3

Esta ação teve um excelente fechamento no gráfico semanal e mensal, pois rompeu e fechou acima do seu antigo topo histórico ($31,82). O candle responsável pelo rompimento do topo histórico foi acompanhado de um alto volume de negociações, o que ainda dá espaço para uma alta maior.

Operações em aberto

BBDC4

Dentre as dos bancos apresentadas logo acima, esta foi a que teve uma menor alta. No entanto, o fechamento da semana foi bom, sinalizando a maior probabilidade de testar a resistência em $40,87. Por enquanto, o sinal de saída desta operação seria um fechamento abaixo da mínima (37,91) do dia 28/05. O stop loss cadastrado na corretora para possíveis movimentos inesperados está abaixo de $36,78 (mínima do dia 27/05).

ITAU4

Após a entrada esta ação teve um ótimo desempenho, o que representa uma alta na casa dos 6%. O sinal de saída seria um fechamento abaixo do suporte do gap de alta ($47,20). Entretanto, é bom monitorar de perto o comportamento do compradores na região de resistência que vai de $50,53 até $52,37. Vamos acompanhando.

A UBBR11 também está muito bem configurada e no momento está testando a resistência em $25,55, com objetivo em $26,69. Outra ação da área financeira que também destaquei foi a ITSA4 que fechou a semana com alta de 11,9%. O volume de negociações nesta ação na sexta-feira (30/05) foi o maior da sua história, o que aumenta a probabilidade do rompimento do topo histórico em $11,90 (curiosamente valor igual a alta da semana passada).

Vamos ver se os bancos conseguem manter este bom desempenho nesta semana, principalmente após divulgação da nova taxa de juros pelo Copom no dia 04/06.

Desejo um ótima semana. Até breve!

01.06.2008 | 18:25

Análise da Semana: 26 a 30/05

Publicado na(s) categoria(s) Análises Semanais, Fluxo dos Investidores, Ibovespa, por Dalton Vieira

Gráfico Mensal

O mês de maio fechou em alta de 6,96% registrando o maior volume financeiro (R$ 102,75 bilhões) em um único mês de negociação, o que sinaliza que o Ibovespa ainda pode alcançar uma nova máxima histórica antes de iniciar uma correção (retração).

Gráfico Semanal

Nesta semana a agência de classificação de risco Fitch Ratings confirmou a elevação do rating soberano do Brasil para a faixa considerada de baixo risco de crédito (grau de investimento), conforme divulgado na análise “IBOV – Fitch e Commodities em destaque“. O Ibovespa fechou a semana em alta de 1,62% em 72.592 pontos.

O candle desta semana representa uma certa indecisão devidos aos pavios acima e abaixo do corpo do candle. Além disso, o IBOV respeitou a resistência do fechamento histórico (72.766) deste tempo gráfico, após ter feito máxima histórica (73.920). Este fato representa uma certa fraqueza dos touros (compradores) nesta região de resistência. Uma parte desta fraqueza é representada pelo saldo dos investidores estrangeiros que comentarei ao final desta análise.

O volume financeiro da semana foi o maior desde o início de novembro de 2007. O OBV (on balance volume) continua coerente com a nova máxima desta semana, fazendo também nova máxima e confirmando a seqüência de topos e fundos ascendentes. Este dois pontos demonstram que ainda podemos ter um nova máxima histórica no IBOV.

A seguir as principais zonas de resistência e suporte no gráfico semanal.

  • Resistência: de 72.766 a 73.920 pontos
  • Suporte: de 69.068 a 66.528 pontos.


Gráfico Diário

Na sexta-feira (30) o IBOV fechou o dia em alta de 1,11%, permanecedo acima do suporte proporcionado pela média móvel exponencial de 13 dias (MME13). A seguir as resistências e suportes no gráfico diário:

  • Resistências de 73.153 até 73.920 (2ª expansão do Fibonacci – projeção de 200%)
  • Suportes desde a MME13 até 70.334 (mínima do dia 27 – fundo)


Investidores Estrangeiros

O saldo dos investidores estrangeiros continua recuando no mês de maio após atingir a casa dos R$ 3,7 bilhões. No dia 28 em que o IBOV subiu 3,04% o SIE ficou negativo (R$ 106,2 milhões). Observe no último ponto do gráfico abaixo a divergência de baixa entre o IBOV e o SIE. Qual foi o resultado no dia seguinte? Maior baixa do Ibovespa no mês de maio.


Ainda poderemos ter força compradora suficiente para fazer o Ibovespa superar a casa dos 74.000 pontos? Sim. Caso isso aconteça é bom observar o comportamento do SIE, pois se a divergência continuar o mais provável no médio prazo é haver uma correção mais forte no Ibovespa. Vamos acompanhar de perto.

Participação dos Investidores

A seguir a participação dos investidores na Bovespa, referente ao mês de maio até o dia 28.


Tenha uma ótima semana. Até breve!

 Página 1.203 de 1.261  « Primeira  ... « 1.202  1.203  1.204  1.205 » ...  Última »