Pular a navegação e ir direto para o conteúdo


Blog

26.02.2008 | 0:52

Curso em Taubaté/SP – Agradecimentos!

Publicado na(s) categoria(s) Treinamento, por Dalton Vieira

Neste final de semana (23 e 24 de fevereiro/2008) ministramos (eu e o Robson) o curso Aprendendo a Operar no Mercado de Ações em Taubaté/SP. Agradeço a participação de todos (Helio, Gustavo, Lavinia, Roberto, Saulo, Mykalas, Renata, Clodoaldo, José Eduardo, Ricardo, Anderson, Evaldo, Joaquim, Ronald e Thyago) durante os dois dias de ótima convivência e troca de experiência.

A seguir uma foto do formidável grupo que nos prestigiou com sua paciência e atenção durante os dois dias.


O Helio (proprietário da Resolução Gráfica) e o Gustavo foram os responsáveis pela realização do treinamento em Taubaté, pois eles simplesmente providenciaram:

  • o nosso traslado de São Paulo-Taubaté e Taubaté-São Paulo;
  • a divulgação do curso através de folders e contatos com amigos e interessados;
  • todo o material de apoio do curso;
  • a nossa estada no hotel Baobá, cujas instalações são muito boas; e
  • a infra-estrutura necessária para a realização deste evento.

Os folders e o material de apoio (apostila, bloco de anotações, etc) foram impressos na Resolução Gráfica (www.resolucaografica.com.br), que por sinal ficaram excelentes! Parabéns Hélio pela qualidade nos trabalhos da sua gráfica. Parabéns também para os dois (Helio e Gustavo) por toda a organização do treinamento. Muito obrigado!

A todos os participantes os meus sinceros parabéns! Fiquei muito feliz em ver pessoas de outras cidades (Campinas, Atibaia, Iperó, São Paulo) no curso, como também de Taubaté. Foi um grande prazer conhecê-los.


Nos encontraremos em breve (virtualmente) na nossa aula de revisão. Além disso, teremos o Fórum do WinStockChart e o próprio blog para mantermos o constante aprendizado. Espero sempre vê-los por aqui.

Desejo sucesso nos estudos e investimentos. Contem comigo!

Grande abraço.
Dalton Vieira

Depoimentos deste curso: clique aqui

22.02.2008 | 0:37

IBOV – Padrão de reversão dos candles

Publicado na(s) categoria(s) Notícias, por Dalton Vieira

Nesta quinta-feira (21) o Ibovespa formou um padrão de reversão dos candles chamado Shooting Star, bem na região de resistência destacada na análise anterior. A ação dos ursos (vendedores) nesta região deixou um grande pavio na parte superior do candle. Este fato aumenta a probabilidade baixa para o próximo pregão (22).

Além disso, ocorreu também uma divergência de baixa da LAD e do Clímax em relação ao Ibovespa. Mais dois pontos que apontam para queda na sexta.

As bolsas nos EUA fecharam o dia (21) em baixa. O Dow Jones registrou queda de 1,15%, S&P 500 1,29% e Nasdaq 1,17%. Já o Ibovespa fechou praticamente estável (0,07%). Um fato bastante interessante é que após a forte queda iniciada principalmente no dia 11/01 até 23/01, os principais índices das bolsas de valores espalhadas pelo mundo entraram em uma faixa de negociação (congestão). No entanto, o IBOV foi o único a subir e fechar acima do topo (10/01) que antecedeu o grande movimento de baixa. Até quando vai durar este descolamento, ainda mais em carreira solo?

Suportes mais próximos no IBOV: 63.614 e 63.224 (antigas resistências). Os demais suportes do gráfico diário estão abaixo dos 62.000. Será que o fechamento da semana será acima dos 63.224 pontos (máxima da semana anterior) ou dos 62.536 pontos (máxima da semana que vai do dia 14 a 18/01 e que representa uma importante resistência)? Vamos acompanhar.

Nesta sexta-feira (22) não há indicadores relevantes previstos no Brasil nem nos EUA.

Até breve!

21.02.2008 | 9:48

IBOV – Reversão no suporte

Publicado na(s) categoria(s) Ibovespa, por Dalton Vieira

Nesta quarta-feira (20) a maior probabilidade de baixa do Ibovespa, devido ao sinal de baixa do dia 19, parou no suporte proporcionado pelas duas médias móveis (13 e 65 períodos). O pregão do dia 20 abriu confirmando o sinal de baixa do dia anterior. Entretanto, ao atingir uma queda de 1% e praticamente encostar nos suportes supracitados, os touros (compradores) entram em ação e fizeram o Ibovespa fechar em alta de 2,33%.

O fechamento de ontem (20) foi acima de duas resistências: 63.224 (máxima do dia 14/02) e 63.614 (máxima do dia 10/01). A resistência mais importante estava em 63.614, pois era o topo que antecedia o grande movimento de baixa iniciado no dia 11/01. Este fato confirma a forte recuperação do Ibovespa, praticamente anulando a queda do mês de janeiro.

A ação dos touros aumenta a probabilidade do IBOV testar a região de resistência que vai de 64.288 (fechamento do dia 26/12) e 64.583 (máxima do dia 27/12). Um volume financeiro maior no rompimento das resistências destacadas no parágrafo anterior reforçaria ainda mais o controle da situação por parte dos compradores.

Investidores Estrangeiros

O que ainda me deixa “com um pé atrás”, em relação ao movimento de alta do IBOV, é que o saldo dos investidores estrangeiros ficou negativo na semana anterior (11 a 15/02). Além disso, abriram a semana vendendo mais do que comprando, ou seja, divergente da alta de 2,5% do dia 18/02. Enfim, é um ponto a se observar de perto.

Até breve!

20.02.2008 | 8:49

VALE5 – Engolfo de baixa na resistência

Publicado na(s) categoria(s) Treinamento, Vale, por Dalton Vieira

No segundo dia (19) após a boa notícia destacada na análise anterior, um novo gap de abertura ocorreu devido a empolgação dos touros (compradores). Entretanto, ao testar a resistência em $50,00 do gráfico diário (figura ao lado), proporcionada pela máxima do topo do dia 10/01, os ursos (vendedores) entraram em ação.

A pressão vendedora na resistência proporcionou um padrão de reversão dos candles chamado Engolfo de Baixa, o que aumenta a probabilidade de baixa para o pregão desta quarta-feira (20). Outro detalhe interessante a observar é que mais uma vez não houve um fechamento acima da média móvel de 65 períodos (resistência), demonstrando o enfraquecimento dos touros.

O próximo suporte importante no gráfico diário está em $47,00, proporcionado pelo gap de alta do dia 18. Observe também que junto dele está média móvel de 13 períodos, o que aumenta a sua importância. Vamos acompanhar!

Até breve!

Importante: Último dia de inscrição para o curso Aprendendo a Operar no Mercado de Ações em Taubaté/SP (23 e 24 de fevereiro). Clique aqui e saiba mais!

19.02.2008 | 9:26

VALE5 – Impulsionando o Ibovespa

Publicado na(s) categoria(s) Vale, por Dalton Vieira

Nesta segunda-feira (18) a VALE5 fechou em forte alta de 5,08% e impulsionou a alta do Ibovespa, que fechou o dia em alta de 2,5%. Veja a seguir a boa notícia que proporcionou a alta da VALE.

Vale consegue aumento de até 71% para o minério em 2008

RIO DE JANEIRO (Reuters) – A Vale anunciou nesta segunda-feira que após meses de negociações fechou acordos com siderúgicas asiáticas para aumentos de 65 e de 71 por cento nos valores do minério de ferro que exporta.

Os aumentos ficaram acima do que era esperado pelo mercado, de algo entre 30 e 50 por cento, elevando os papéis da empresa na Bolsa de Valores de São Paulo. Analistas disseram que o fato eleva o poder da empresa na negociação para a compra da mineradora anglo-suíça Xstrata.

O minério de ferro corresponde a cerca de 40 por cento da receita global da Vale. O ajuste de pelotas, um minério enobrecido, responsável por 9 por cento da receita da Vale, ainda não foi fechado.

Essa é a primeira vez que a mineradora brasileira consegue preços diferenciados para o ajuste do minério e reflete a melhor qualidade do produto retirado do Pará.

Esta ótima notícia fez com que os touros (compradores) ficassem dispostos a pagar preços mais altos para adquirir as ações da VALE5. Sinal disso foi que a primeira negociação do dia da VALE5 foi a $49,20, sendo que o último negócio na sexta-feira (15) foi a $46,50. Esta diferença representou uma alta de 5,8% já na abertura do pregão e também um forte gap de alta no gráfico diário (figura ao lado).

Agora é avaliar se a pressão compradora continuará nesta ação no decorrer da semana, fazendo com que feche na sexta-feira (22) acima da máxima ($48,59) da semana passada e da média móvel exponencial de 13 períodos do gráfico semanal. Seria fantástico se a VALE5 voltasse para testar o suporte do gap de alta em $47,00 e na seqüência emitisse um sinal de alta. Bem, esta é uma possível estratégia de compra que pode ser alterada de acordo com o desenrolar da semana.

No momento a VALE5 está testando a resistência proporcionada pela média móvel de 65 dias. As próximas resistências estão em:

  • $50,00 – Máxima do topo do dia 10/01;
  • $52,35 – Máxima do topo do dia 27/12; e
  • $55,00 – Máxima do topo do dia 07/12.

Até breve!

18.02.2008 | 0:09

Análise da Semana: 11 a 15/02

Publicado na(s) categoria(s) Análises Semanais, Fluxo dos Investidores, Ibovespa, por Dalton Vieira

Gráfico Semanal

A semana no Ibovespa terminou com alta de +3,72%. A alta poderia ter sido maior não fosse a ação dos ursos (vendedores) na resistência em 62.536 pontos. Este foi o ponto negativo da semana, onde a pressão vendedora “deixou” o pavio praticamente do tamanho do corpo do candle na importante resistência, proporcionada pela máxima da semana de 14 a 18/01.

Os pontos positivos foi que o IBOV fechou acima da máxima da semana anterior e da média móvel de 13 períodos (MME13), retornando ao terreno dos touros (compradores).

Gráfico Diário

Na sexta-feira (15) o Ibovespa confirmou o sinal de baixa do dia anterior e fechou o dia em baixa de 0,88%. O lado positivo desta baixa foi o fechamento acima da suporte em 61.186 pontos, que foi uma importante resistência no início da semana. Os próximos suportes neste tempo gráfico estão em 60.645 e MME13.

A semana encerrou com mais pontos positivos do que negativos. Entretanto, ao meu ver os critérios para realizar uma compra nesta semana são maiores do que em outro cenário. O motivo é que há alguns pontos negativos consideráveis, como:

  1. A resistência no semanal em 62.536 pontos;
  2. A resistência no diário em 63.614 pontos, que é a principal por anteceder o forte movimento de baixa que chegou aos 53.010 pontos.
  3. O saldo dos investidores estrangeiros que estava positivo em mais de R$ 800 milhões, sofreu uma forte baixa no dia 13. O saldo continua positivo acima dos R$ 100 milhões, mas a baixa do último dia de registro (13) representou a baixa no IBOV nos dias 14 e 15.

Na minha opinião o fechamento da semana que representaria um forte sinal de alta seria acima de 62.536 pontos. Agora é acompanhar de perto esta semana para monitorar os rastros do big money. A segunda-feira (18) provavelmente será de baixo volume financeiro devido ao feriado nos EUA (President’s Day).

Shooting Star

As principais ações da Bovespa (VALE5 e PETR4) terminaram a semana com a formação do padrão de reversão dos candles chamado Shooting Star (gráfico semanal), o qual ocorre na máxima de um movimento de alta. O sinal de reversão mais representativo é o da VALE5, pois ocorreu abaixo da MME13 e não conseguiu fechar acima de $47,05. Ambos os sinais necessitam de confirmação. De qualquer forma são mais dois pontos para aumentar os critérios de uma possível compra nesta semana.

Até breve!

 Página 1.233 de 1.273  « Primeira  ... « 1.232  1.233  1.234  1.235 » ...  Última »