Pular a navegação e ir direto para o conteúdo


Ibovespa

13.12.2007 | 0:47

IBOV – Ursos em ação na resistência

Publicado na(s) categoria(s) Ibovespa, por Dalton Vieira

O Ibovespa pela terceira vez testou a antiga resistência histórica (65.948) e mais uma vez não conseguiu fechar acima. O candle desta quarta-feira (12/12) é a formação de uma Shooting Star (padrão de reversão dos candles) na resistência, o que pode sinalizar a continuidade do movimento de baixa se houver um fechamento abaixo de sua mínima (64.502).

Nesta quarta-feira a maior parte das ações que compõem o índice fecharam em baixa. No entanto, o Ibovespa fechou em leve alta de +0,35%. Mais uma vez as ações da Petrobrás (ON e PN), que possuem um peso considerável no índice, evitaram o fechamento em baixa do Ibovespa. A pressão vendedora que encerrou o pregão de hoje (12/12) sinaliza uma mínima inferior a 64.502 para esta quinta-feira (13/12) e possivelmente o teste do suporte proporcionado pela média móvel exponencial de 13 períodos.


Bovespa perde força após fechamento mas termina no azul

SÃO PAULO (Reuters) – Animada com o plano divulgado por vários bancos centrais para conter o aperto no mercado global de crédito, a Bolsa de Valores de São Paulo terminou a quarta-feira em alta, apesar do recuo momentâneo em Wall Street ter reduzido os ganhos do dia no mercado acionário brasileiro.

O que representaria uma nova perspectiva de alta para o IBOV? Um fechamento acima de 65.948 pontos.

Vamos acompanhar e esperar que a ação dos ursos (vendedores) principalmente no fechamento do pregão não persista amanhã. Até breve!

12.12.2007 | 0:25

Ibovespa e juros nos EUA caem

Publicado na(s) categoria(s) CSN, Fluxo dos Investidores, Ibovespa, por Dalton Vieira

Após a divulgação da nova taxa de juros (4,25%) dos EUA, corte de 0,25 ponto, o Ibovespa reverteu a alta de 1,50% e fechou em baixa de 1,43%, acompanhando a baixa das bolsas norte-americanas.

Bolsas dos EUA caem mais de 2% por decepção com Fed

NOVA YORK (Reuters) – As bolsas de valores dos Estados Unidos fecharam em forte queda nesta terça-feira, após o corte de 0,25 ponto percentual da taxa básica de juros pelo Federal Reserve desapontar investidores que esperavam uma redução mais agressiva.

“Além disso, a previsão do Fed não apresentou um mísero sinal para um novo corte, o que levou muitos operadores a reduzirem suas posições de comprados nas ações”, disse Biggam.

No gráfico diário o Ibovespa confirmou um sinal de baixa e tem agora como suporte a média móvel exponencial de 13 períodos (MME). Este sinal de baixa ocorreu após oscilar por dois dias acima da antiga resistência histórica e não fechar acima. A maior probabilidade é de ocorrer o teste da MME. Um fechamento abaixo da MME e da mínima (53.482) do dia 05/12 intensificará a possibilidade de ocorrer uma correção maior do último movimento de alta.

CSNA3 no limite

A CSNA3 fechou o dia (11/12) na mínima do candle anterior ($150,30) em baixa de 1,99%. A formação dos dois últimos candles é chamada de Engolfo de Baixa (padrão de reversão dos candles), o que aumenta a probabilidade de uma correção da forte alta dos últimos dias. O stop de proteção continua um pouco abaixo de $150,30 e provavelmente será acionado neste quarta-feira (12/12). Dependendo do fechamento das bolsas asiáticas e desempenho dos mercados europeus nesta quarta, o stop de proteção será acionado apenas ocorrendo uma mínima inferior ao valor citado anteriormente.

Agora é ajustar os stops e acompanhar o comportamento do mercado um dia após a divulgação da nova taxa de juros. O saldo dos investidores estrangeiros na Bovespa fechou a semana passada positivo em R$ 2,4 bilhões. Será interessante verificar o comportamento destes investidores nos dois primeiros dias desta semana.

Até breve!

11.12.2007 | 0:34

IBOV – Aguardando a decisão do FED

Publicado na(s) categoria(s) CSN, Fluxo dos Investidores, Ibovespa, por Dalton Vieira

Nesta terça-feira, dia 11/12, o FED (banco central norte-americano) divulgará às 17:15h (horário de Brasília) a nova taxa de juros dos EUA. A expectativa do mercado é redução da taxa em 0,25 ponto, atualmente em 4,5%. Hoje (10/12) o dia foi marcado por uma certa indecisão dos investidores aguardando a decisão do FED. O resultado desta indecisão foi uma pequena desvalorização do IBOV em 0,29%. A pequena queda de hoje não foi suficiente para confirmar um sinal de baixa.

Já a CSNA3 fechou em alta de 2,3% em $153,45 e proporcionou um novo ajuste do stop de proteção da operação de compra que até o momento contabiliza um lucro bruto 14,56% (desde o dia 29/11). O stop de proteção de lucro poderá ser colocado um pouco abaixo da mínima de hoje ($150,30) ou então aguardar o fechamento desta terça-feira para decidir a continuidade ou saída da operação caso ocorra um fechamento abaixo desta mínima. Independente da escolha o mais importante é se proteger.

Os investidores estrangeiros compraram mais do que venderam todos os dias deste mês, deixando o saldo positivo em R$ 2,06 bilhões. Esta coerência com a alta do Ibovespa, antecedendo a nova taxa de juros dos EUA, pode ser um indicativo de alta após a decisão do FED. Vamos aguardar a decisão do FED e a reação do mercado para seguir o grupo dominante.

Até breve!

08.12.2007 | 12:26

IBOV – Análise da Semana: 03 a 07/12

Publicado na(s) categoria(s) Análises Semanais, Fluxo dos Investidores, Ibovespa, por Dalton Vieira

Gráfico Semanal

O Ibovespa fechou esta semana em alta de 4,18%, confirmando a força dos touros sinalizada na semana anterior (26 a 30/11) e destacada aqui no site. O fechamento acima da resistência em 64.609 pontos representa um bom sinal de alta e aumenta a probabilidade de ocorrer uma máxima superior a desta semana (66.528). Seria melhor se o fechamento tivesse sido acima da máxima histórica anterior (65.948).

Gráfico Diário

Na análise “Novo recorde de fechamento” destaquei:

O fechamento na máxima do dia e o rompimento da resistência em 65.282, após fazer de suporte a resistência anterior aumentam a probabilidade do rompimento da máxima histórica. Neste ponto pode ocorrer uma pressão vendedora dificultando um possível fechamento nesta sexta-feira acima de 65.948 pontos.

Nesta sexta-feira (07/12) o IBOV rompeu a máxima histórica, mas fechou o dia em leve baixa de 0,23% abaixo dos 65.948 pontos. O candle deste dia pode representar uma correção do movimento atual de alta, a partir do dia 27/11, caso ocorra um fechamento abaixo de 65.278 pontos.

Neste mês de dezembro até o dia 05/12 os estrangeiros estão comprando mais do que vendendo, ou seja, coerente com a alta do Ibovespa. O saldo dos investidores estrangeiros na Bovespa neste mês está positivo em R$ 1,65 bilhão.

Até breve e bom final de semana.

07.12.2007 | 8:47

IBOV – Novo recorde de fechamento

Publicado na(s) categoria(s) CSN, Fluxo dos Investidores, Ibovespa, por Dalton Vieira

O Ibovespa nesta quinta-feira, dia 06/12, fechou pelo 8o pregão consecutivo em alta. A valorização do dia foi de 1,33%. O fechamento em 65.790 pontos é um novo recorde, superando o fechamento histórico do dia 31/10 em 65.317 pontos.

O fechamento na máxima do dia e o rompimento da resistência em 65.282, após fazer de suporte a resistência anterior aumentam a probabilidade do rompimento da máxima histórica. Neste ponto pode ocorrer uma pressão vendedora dificultando um possível fechamento nesta sexta-feira acima de 65.948 pontos.

Nos dois primeiros dias do mês os investidores estrangeiros compraram mais do que venderam, deixando o saldo positivo em R$ 482,27 milhões. Caso o IBOV faça um fechamento acima da máxima histórica (65.948) a semana encerrará com um excelente sinal de alta.

A CSNA3, confirmando a maior probabilidade de alta do pregão anterior, fez nova máxima histórica após fechar o dia 06/12 com alta de 1,56%. A entrada após o sinal de alta do dia 28/11 totaliza até o momento um lucro bruto de 11,46%. Neste ponto o stop de proteção poderá ser acionado caso haja um fechamento abaixo da mínima ($145,53) deste dia ou abaixo da antiga resistência em $144,00. Há também a opção de acionar o stop de proteção se houver uma oscilação abaixo de $145,53 ou $144,00. É uma opção de cada investidor de acordo com seu objetivo na operação.

Agora é aguardar o fechamento da semana. Nesta sexta-feira há importantes indicadores nos EUA, como por exemplo os dados sobre o mercado de trabalho norte-americano referente ao mês anterior. É um conjunto de indicadores (taxa de desemprego, empregos gerados, dentre outros) que serão anunciados às 11:30 (horário de Brasília). A expectativa é de queda nos empregos gerados e aumento na taxa de desemprego. Outro indicador importante do dia é o índice de confiança do consumidor (EUA) que será anunciado às 13hs.

Vamos aguardar. Até breve!

05.12.2007 | 21:19

IBOV – Retomada da tendência de alta

Publicado na(s) categoria(s) CSN, Ibovespa, por Dalton Vieira

Otimismo com economia impulsiona alta em Wall Street

NOVA YORK (Reuters) – As bolsas de valores dos Estados Unidos fecharam em alta nesta quarta-feira, após fortes dados econômicos terem acalmado temores sobre um recessão na economia e ajudado a interromper o forte movimento de vendas de ações das últimas duas sessões.

“Há coisas boas suficientes acontecendo, coisas que vão contra a recessão”, disse Ryan Crane, gerente de carteira da Stephens Capital, em Houston.

Por aqui o Ibovespa fechou em alta considerável de 2,28% em 64.927 pontos, acompanhando o desempenho das bolsas de valores nos EUA. A alta desta quarta-feira, dia 05/12, aumenta a probabilidade do IBOV romper seu topo histórico em 65.948 pontos. A seguir os principais motivos:

  1. Candle de forte alta com fechamento próximo da sua máxima;
  2. Rompimento da linha de tendência de baixa (LTB);
  3. Retomada da tendência de alta ao romper e fechar acima da resistência em 64.630 pontos;
  4. Volume financeiro acima da média dos últimos 30 dias;
  5. Investidores estrangeiros iniciaram o mês comprando mais do que vendendo;
  6. Coerência com o gráfico semanal.

Das ações que compõem o índice Bovespa a que mais se destacou foi a CSNA3, com alta de 5,81% e volume de negociações 134,51% superior a média dos últimos 30 dias, destacado na figura abaixo.


Após o sinal de alta do dia 28/11, destacado aqui no blog através da análise “Forte sinal de alta no suporte“, a CSNA3 acumula um ganho de 9,75% considerando o preço de abertura do dia seguinte (29/11). O stop técnico de proteção de lucros nesta ação ocorreria após o fechamento abaixo da mínima do último candle de alta, neste caso abaixo de $140,00. Outro ponto mais curto para colocá-lo é abaixo da resistência histórica rompida ($144,00). A maior probabilidade é de nova máxima para este ativo.

Até breve!

 Página 520 de 534  « Primeira  ... « 519  520  521  522 » ...  Última »