Pular a navegação e ir direto para o conteúdo


Ibovespa

29.07.2008 | 1:10

Ibovespa – Ursos em ação no antigo suporte

Publicado na(s) categoria(s) Ibovespa, por Dalton Vieira

Nesta segunda-feira (28) o antigo suporte (57.824) superado tornou-se resistência para a tentativa de subida do Ibovespa, conforme havia comentado na análise semanal. 

Os 03 suportes superados (57.824, 57.945 e 58.827 pontos) funcionarão como resistências para uma tentativa de subida do IBOV.

 A ação dos ursos (vendedores) fez com que o IBOV reverte-se a alta do dia de 1,7% para baixa de 0,58%, fechando abaixo dos 57 mil pontos. A forma como terminou o dia, com total controle dos ursos, sinaliza a maior probabilidade do índice buscar os 54 a 53 mil pontos. Será que vamos direto, sem ao menos “tomar um fôlego”?

Até breve!

26.07.2008 | 23:45

Ibovespa – Análise da Semana: 21 a 25/07

Publicado na(s) categoria(s) Fluxo dos Investidores, Ibovespa, por Dalton Vieira

Gráfico Semanal

Na semana em que o Copom elevou a Selic para 13%, alta de 0,75%, o Ibovespa fechou em baixa de 4,65%. O fechamento desta semana em 57.199 pontos foi abaixo dos suportes:

  • 57.824 – mínima do fundo em março/08.
  • 57.463 – menor fechamento (semanal) do fundo em janeiro/08.

Este fato pode levar o IBOV a testar no curto a médio prazo o suporte em 53.010 pontos, proporcionado pela mínima do fundo em janeiro/08. Antes que isso ocorra poderemos assistir uma correção (movimento de alta) do atual movimento de baixa, que já contabiliza uma desvalorização do índice de 23,6% desde a sua máxima em maio/08.

Há a possibilidade desta correção iniciar após o teste do suporte em 56.360 pontos (mínima da semana – 28/01 a 01/02).

Gráfico Diário

Nesta sexta-feira (25) o Ibovespa fechou em baixa de 0,41%, conseguindo ainda se manter acima dos 57.000 pontos. O candle deste dia representa uma star no padrão dos candles (corpo pequeno fora do corpo do candle que o antecede). Caso ocorra um fechamento, por exemplo na segunda-feira (28), acima de 57.710 teremos a confirmação de um padrão de reversão dos candles chamado Morning Star.

Os 03 suportes superados (57.824, 57.945 e 58.827 pontos) funcionarão como resistências para uma tentativa de subida do IBOV. Ao meu ver a resistência mais importante está nos 60.000 pontos. Tanto que se o índice continuar abaixo dos 59.490 (suporte importante do gráfico mensal) até o fechamento deste mês, as perspectivas para o médio prazo realmente não serão das melhores.

Participação dos Investidores – 23/07

A seguir a participação dos investidores na Bovespa, referente ao mês de julho até o dia 23.


Os investidores estrangeiros seguem retirando capital da Bovespa, só neste mês já retiraram R$ 6,85 bilhões. Agora é monitorar de perto como será o comportamento deles nestes dias em que o Ibovespa entrou em uma importante zona de suporte. A seguir o gráfico do mês de julho.


Até breve!

25.07.2008 | 1:04

Ibovespa despenca após Copom e puxado pelas bolsas dos EUA

Publicado na(s) categoria(s) Ibovespa, Petrobras, por Dalton Vieira

Nesta quinta-feira (24) o mercado não digeriu bem a elevação da taxa de juros em 0,75%. O Ibovespa fechou o dia em forte queda de 3,34% em 57.434 pontos. O grande candle de baixa do dia fechou abaixo de 03 suportes importantes no gráfico diário (figura ao lado). São eles:

  • 58.827 – fechamento do dia 19/03.
  • 57.945 – mínima do dia 08/07.
  • 57.824 – mínima do dia 20/03.

Este fato aumenta a probabilidade do Ibovespa buscar a faixa dos 53.000 a 54.000 pontos no curto a médio prazo. Outro fator que pesou no dia para queda do Ibovespa foi o comportamento das bolsas americanas, que fecharam em baixa superior a 2%. Veja no gráfico abaixo do Dow Jones o sinal de baixa ao testar a importante resistência em torno de 11.600 pontos, antigo suporte.

Forte aumento nos pedidos de seguro-desemprego, queda nas vendas de casas usadas ao menor nível em uma década e resultados decepcionantes de empresas automobilísticas e do setor químico reavivaram os temores de que os efeitos da crise de crédito nos Estados Unidos vão se prolongar.
fonte: Reuters

Estratégia da Petrobrás PN (PETR4)

Aproveitando a estratégia operacional de compra da PETR4 comentada na análise anterior, colocarei aqui a simulação desta de acordo com o exemplo usado. A forte queda da PETR4 acionou duas compras:

  • a 1ª compra foi de 100 ações a $35,26
  • a 2ª compra foi de 200 ações a $34,70

Desta forma, no momento o investimento na PETR4 é de 300 ações a $34,88 (preço médio). O candle de baixa de hoje deu sinais de nova mínima para o próximo pregão (25), logo há a possibilidade da 3ª ordem de compra de 300 ações a $33,75 ser executada.

Outro suporte muito importante está em $33,10 (mínima do dia 21/01), neste patamar poderá ocorrer uma 4ª compra de 400 ações neste valor. Se todas as ordens forem executadas teremos 1.000 ações (10 lotes) a $33,83 (preço médio). Objetivo operacional continua sendo a média móvel de 13 períodos do gráfico diário, atualmente em torno dos $38,82.

Esta é a única estratégia operacional para compra da PETR4? Não. Para quem não tem disponibilidade de capital o ideal é aguardar um sinal de reversão após esta intensa queda.

Até breve!

24.07.2008 | 0:46

Copom aumenta a Selic em 0,75%

Publicado na(s) categoria(s) Ibovespa, Mercado, por Dalton Vieira

O Banco Central elevou a taxa de juros (básica) para 13% ao ano. A decisão de aumento foi por unanimidade.

“A decisão foi incisiva para garantir a convergência mais rápida da inflação às metas. Foi também uma forma de responder à deterioração muito grande das expectativas de inflação nas últimas semanas”, comentou Flávio Serrano, economista sênior do Bes Investimentos.
fonte: Reuters

A alta de 0,75% na Selic foi acima do esperado pela maioria dos analistas. Agora vamos ver como o mercado se comportará no pregão desta quinta-feira (24). No pregão de hoje (23) o Ibovespa fechou em baixa de 0,38%, após passar boa parte do dia em alta. As ações da Petrobrás foram as principais responsáveis por esta queda, pois tiveram uma desvalorização superior a 3%.

A forte alta da taxa de juros e a dificuldade do Ibovespa de voltar para cima da MME13, podem ser o sinais que faltavam para levar o índice a testar o suporte em 57.824 pontos.

Até breve!

23.07.2008 | 1:33

No caminho inverso

Publicado na(s) categoria(s) Fluxo dos Investidores, Ibovespa, por Dalton Vieira

O Ibovespa nesta terça-feira (22) fechou em baixa de 1,85%, enquanto os índices Dow Jones e S&P500 fecharam em alta superior a 1%. Após tentar por duas vezes superar a resistência proporcionada pela média móvel exponencial de 13 períodos do gráfico diário (figura ao lado), o IBOV não resistiu a pressão vendedora e voltou a fechar abaixo dos 60.000 pontos. O gráfico destaca os suportes para uma possível queda do índice.

A evolução do saldo dos investidores estrangeiros (SIE) na Bovespa no ano de 2008 sinaliza o rompimento do suporte em 57.824 pontos pelo Ibovespa. Observe no gráfico abaixo que o fundo (suporte – linha vermelha) do SIE que antecede uma alta de R$ 12 bilhões foi superado através de uma baixa de R$ 16 bilhões no SIE.


Se a entrada de R$ 12 bilhões de capital estrangeiro fez o Ibovespa subir 16.000 pontos, a saída de R$ 16 bilhões teoricamente teria que fazer o índice cair mais de 16.000 pontos. No entanto, o IBOV continua se segurando em cima do suporte de 57.824 pontos. Vamos ver se esta divergência de baixa se concretizará com uma queda que supere este suporte.

Até breve!

21.07.2008 | 0:32

Análise da Semana – 14 a 18/07

Publicado na(s) categoria(s) Análises Semanais, Fluxo dos Investidores, Ibovespa, por Dalton Vieira

Gráfico Semanal

O Ibovespa terminou a semana com uma leve queda de 0,27%, abaixo dos 60.000 pontos. O candle desta semana não conseguiu fechar acima da máxima da semana anterior nem da média móvel simples de 65 períodos, as quais representam resistências no gráfico semanal (figura ao lado).

Este fato demonstra fraqueza dos touros (compradores), o que pode levar o Ibovespa a testar o suporte em 57.824 pontos. Para uma possível subida a máxima desta semana em 62.606 será uma resistência para os touros.

Gráfico Diário

Após uma forte queda na quinta-feira (17) o IBOV tentou uma reação na sexta-feira (18), mas parou na média móvel exponencial de 13 períodos. Nesta resistência os ursos (vendedores) voltaram a entrar em ação, conseqüentemente mantendo o controle da situação.

O candle com a formação de um doji (18) poderá representar um sinal de alta caso ocorra um fechamento acima de 61.298 pontos. Por outro lado, se ocorrer um fechamento abaixo 59.479 (mínima do doji) poderemos ver o Ibovespa buscando a casa dos 57.000 pontos. Os suportes para uma possível queda estão em:

  • 59.088 – menor fechamento do movimento de baixa anterior.
  • 57.945 – mínima do dia 08.
  • 57.824 – mínima do dia 20/03.

Participação dos Investidores – 16/07

A seguir a participação dos investidores na Bovespa, referente ao mês de julho até o dia 16.


Divergência de baixa

Após o dia 16 percebemos através do gráfico abaixo que aumentou a divergência baixa do saldo dos investidores estrangeiros (SIE) e o Ibovespa.


Portanto, o movimento de alta do IBOV iniciado no dia 08 não teve a colaboração do capital estrangeiro. Este não é um bom sinal, pois o ideal é haver a entrada de capital estrangeiro apoiando uma alta do índice.

Baseado nos sinais da LAD (linha de avanços e declínios) e do SIE, a maior probabilidade é a de ocorrer a perda do suporte em 57.824 pontos.

Boa semana a todos. Até breve!

 Página 539 de 570  « Primeira  ... « 538  539  540  541 » ...  Última »