Pular a navegação e ir direto para o conteúdo


Ibovespa

28.08.2007 | 19:42

IBOV – Sinal de baixa

Publicado na(s) categoria(s) Ibovespa, por Dalton Vieira

Em um dia com dados econômicos negativos para a atual crise de crédito o Ibovespa, acompanhando a baixa das bolsas de valores dos EUA, fechou em forte baixa de -2,70% em 51.645 pontos.

Preço de casas nos EUA cai 3,2% no último ano
NOVA YORK (Reuters) – O preço das residências norte-americanas recuou 3,2 por cento no segundo trimestre em relação ao ano passado, sugerindo que o declínio do setor imobiliário se intensificou, segundo o Índice de Preços de Casas dos Estados Unidos S&P/Case-Shiller.

Confiança do consumidor dos EUA em agosto é a menor em um ano
NOVA YORK (Reuters) – A confiança do consumidor norte-americano caiu neste mês para o menor patamar em um ano, mostrou uma pesquisa nesta terça-feira.

Preocupação com economia e crédito faz ações dos EUA caírem
NOVA YORK (Reuters) – As principais bolsas de valores dos Estados Unidos fecharam em queda de mais de 2 por cento nesta terça-feira, após a corretora Merrill Lynch ter alertado que a crise do crédito afetará o lucro dos bancos.

Gráfico Diário

Na análise anterior “Doji na zona de resistência” mencionei:

Este doji pode sinalizar uma reversão do atual movimento de alta se, na minha opinião, amanhã fizer um fechamento inferior a mínima de hoje (52.502).

O candle de hoje completa o padrão dos candles chamado Evening Doji Star, formado por 03 candles, destacado na figura ao lado. Este padrão tem implicações baixistas, principalmente porque ocorreu:
  1. Em uma tendência de baixa do gráfico diário;
  2. Em uma importante zona de resistência;
  3. Abaixo da média móvel de 65 períodos, usada para rastrear a tendência dos preços;
  4. Numa retração superior aos 61,8% de Fibonacci, referente ao último movimento de baixa;
  5. Ao tocar na linha de tendência de baixa (LTB).
O cenário destacado acima aumenta a probabilidade do rompimento do suporte imediato em 51.389 (mínima de hoje e do dia 24/08) e depois o teste do suporte em 49.815 (abertura e mínima do dia 22/08 e fechamento do dia 21/08). O mais importante está no gráfico semanal em 48.558/60 pontos.

Em princípio o que abortaria este padrão de baixa (Evening Doji Star) e sinalizaria uma possível continuidade da recuperação do Ibovespa?

Um fechamento acima da máxima de hoje (53.071) e principalmente acima da máxima do doji (53.395) no próximo pregão (29/08). No entanto, se amanhã fechar abaixo da mínima de hoje (51.389) intensificará a continuidade do movimento de baixa.

Vamos acompanhar. Até breve!

27.08.2007 | 19:15

IBOV – Doji na zona de resistência

Publicado na(s) categoria(s) Ibovespa, por Dalton Vieira

Gráfico Diário

Hoje, dia 27/08, o Ibovespa fechou praticamente estável (+0,15%) em um dia de fraco volume financeiro. As bolsas de valores nos EUA e na Europa também tiveram volume fraco por conta do feriado na Grã-Bretanha. O candle de hoje é um doji na máxima de um movimento com 07 dias consecutivos de alta. Este doji pode sinalizar uma reversão do atual movimento de alta se, na minha opinião, amanhã fizer um fechamento inferior a mínima de hoje (52.502).


Bolsas dos EUA caem por receio com setor imobiliário e economia
NOVA YORK (Reuters) – As bolsas de valores dos Estados Unidos fecharam em queda nesta segunda-feira, após dados mostrarem que o número de casas não-vendidas alcançou, em julho, o maior nível em mais de 15 anos, aumentando preocupações com o mercado imobiliário e sobre gastos do consumidor.

Neste momento, o mais provável seria o ocorrer uma correção (retração) do movimento de alta iniciado no dia 17/08. O Ibovespa demonstraria ainda um “fôlego” para subir mais um pouco se fechasse acima da máxima de hoje (53.395). Vamos acompanhar!

Até breve!

25.08.2007 | 8:52

IBOV – Semana dos touros

Publicado na(s) categoria(s) Ibovespa, por Dalton Vieira

Em uma semana marcada pelos touros (compradores), alta em todos os dias, o Ibovespa fechou em alta de +9,14% e recuperou as perdas da semana passada de -7,75%. Foi a melhor semana em quase cinco anos. Veja o cenário no gráfico semanal (figura abaixo) que antecedeu a alta desta semana.

1. Tendência de alta;
2. Movimento de baixa de 04 semanas representando uma retração superior a 61,8% do Fibonacci, referente ao último movimento de alta iniciado no mês de março/07;
3. Respeitou o importante suporte em 46.752, não conseguindo fechar abaixo deste valor. Este suporte é a antiga resistência do topo do mês de fevereiro/07.
4. O fechamento da semana passada distante da mínima do candle, conforme destacado na análise “Que semana!“, representou fraqueza dos ursos (vendedores) e força dos touros (compradores) no importante suporte.

Diante deste cenário, o grande candle de alta desta semana sem pavio (abertura igual a mínima e fechamento igual a máxima) representa um bom sinal de alta, aumentando a probabilidade de ocorrer na próxima semana o teste da importante zona de resistência entre 53.669 e 55.662 pontos. O melhor seria se tivesse ocorrido um fechamento acima da máxima da semana passada, porém o fechamento acima do corpo do candle anterior é um bom sinal.

Pregão desta sexta-feira

Após o Ibovespa iniciar o pregão em baixa, chegando a -0,88%, reverteu e fechou em alta de +2,22%. Esta reversão foi reflexo principalmente do resultado positivo, acima do esperado, do indicador econômico norte-americano destacado aqui no blog “EUA – Vendas de casas novas“.

“O que isso quer dizer? Pode significar que a economia americana vai continuar com crescimento apesar do colapso no setor imobiliário. É muito difícil que a economia se segure, porque, quando o setor imobiliário entra em recessão como está entrando agora, sempre provoca uma recessão no país. Mas o dado de hoje mostra uma força inesperada na economia dos Estados Unidos.”
Miriam Leitão

Bolsas dos EUA sobem impulsionados por dados econômicos
NOVA YORK (Reuters) – As bolsas de valores dos Estados Unidos fecharam em alta nesta sexta-feira, após dados acima do esperado de vendas de moradias e encomendas à indústria terem aliviado preocupações sobre o crescimento da economia e aumentado a confiança de investidores, depois de semanas de turbulência no mercado.

As vendas de novas residências nos EUA em julho aumentaram 2,8 por cento, revertendo dois meses de perdas, e um relatório mostrou aumento em novas encomendas por bens duráveis produzidos no país no mesmo período.

Como podemos observar no gráfico diário, figura ao lado, o fechamento desta sexta (24/08) foi superior a máxima do candle anteiror e da resistência em 52.846 proporcianada pelo fechamento do fundo anterior (03/08). Agora temos o IBOV em uma importante zona de resistência que vai desde a linha de tendência de baixa (LTB) até a máxima (55.615) do dia 08/08. O rompimento desta máxima quebraria a sequência de topos e fundos descendentes, e a tendência de baixa. O mais provável é que ocorra um ponto de retorno, mínima inferior a do candle que o antecede, nesta região de resistência do atual movimento de alta.

Até breve!

23.08.2007 | 19:19

IBOV – Indecisão dos touros e ursos

Publicado na(s) categoria(s) Ibovespa, por Dalton Vieira

Candle de hoje, dia 23/08, do gráfico diário (figura ao lado) simboliza indecisão, corpo pequeno e pavio grande (no mínimo duas vezes o tamanho do corpo) nas duas extremidades. Esta formação na máxima de um movimento de alta e após um grande candle de alta pode representar um sinal de reversão se, na minha opinião, houver um fechamento abaixo da mínima (51.081) de hoje. Por outro lado, um fechamento acima da máxima (52.350) de hoje intensificaria a probabilidade de ocorrer o teste e/ou rompimento da região de resistências destacada na análise “Touros em ação“.

Bovespa tem leve alta e garante 5o dia de ganhos

SÃO PAULO (Reuters) – A Bolsa de Valores de São Paulo registrou leve valorização nesta quinta-feira, após os ajustes de fechamento do pregão. Foi a quinta alta seguida depois da derrocada vista na primeira parte de agosto, pelo aumento da aversão a risco deflagrada por problemas no setor de crédito imobiliário dos Estados Unidos.

As bolsas abriram em alta mas o humor dos investidores virou depois que o presidente-executivo da concessora de hipotecas dos EUA Countrywide, Angelo Mozilo, disse que o ambiente do mercado imobiliário norte-americano “certamente não está melhorando” e que o declínio do setor pode levar a maior economia do mundo à recessão.

Enfim, o foco do “incêndio” ainda não foi “apagado”.

Obrigado pela leitura.

22.08.2007 | 20:06

IBOV – Touros em ação

Publicado na(s) categoria(s) Ibovespa, por Dalton Vieira

Na análise “Que semana!“, dia 18/08, destaquei:

A formação do candle desta sexta-feira significa indecisão, corpo pequeno e pavio grande nas duas extremidades. Portanto, um fechamento acima da máxima (49.588) deste candle aumenta a probabilidade de ocorrer um movimento de alta. Por outro lado, se houver um fechamento abaixo da mínina (46.876) e principalmente do suporte em 46.752, já mencionado em análises anteriores, aumenta a probabilidade de testar o suporte em 44.937 (mínima do dia 16/08).

Após o fechamento de ontem (21/08) acima da resistência em 49.588 pontos, os touros (compradores) comandaram o pregão de hoje e fizeram o Ibovespa fechar em forte alta de +3,87%. O fechamento de hoje é superior as outras 03 resistências destacadas na análise “Cenário de incerteza continua…“. Como podemos observar no gráfico diário (figura ao lado) o candle de hoje fechou praticamente na máxima do dia, o que aumenta a probabilidade do IBOV testar a região de resistência em torno dos 52.846 pontos (fundo de fechamento anterior, LTB e média móvel de 65 períodos).

O movimento de alta atual representa uma retração superior a 61,8% do Fibonacci, referente ao último movimento de baixa. Se o Ibovespa conseguir romper a região de resistência supracitada e fechar acima da máxima (53.669) da semana passada, teremos então um bom sinal de alta no semanal, sinalizando a possível quebra da tendência de baixa no gráfico diário.

Continuo cauteloso e aguardando o sinal de alta no gráfico semanal. O volume financeiro de hoje foi superior aos dias de alta que o antecederam, mas abaixo dos volumes da queda.

Bovespa sobe por 4o dia e tem 2a maior alta do ano

SÃO PAULO (Reuters) – Sem notícias negativas relativas ao crédito imobiliário de risco nos Estados Unidos, a Bolsa de Valores de São Paulo manteve o tom de recuperação dos últimos dias e voltou a fechar em alta, desta vez a mais acentuada desde março e a segunda maior de 2007.

“Muitas pessoas estão especulando que o Fed cortará o juro, mas é uma discussão bastante controversa”, disse Linda Duessel, estrategista de mercado da Federated Investors, em Pittsburgh.
“Estamos tendo uma recuperação. Há vários dias não ouvimos notícias ruins do setor financeiro, embora não devamos acreditar que (o problema) já acabou”, completou.

“Está melhor em cima do quadro externo, mas ainda não dá para ficar tranquilo. O estrago foi feito”, comentou o operador de uma corretora nacional que prefere não ser identificado.

Obrigado pela leitura. Até breve!

21.08.2007 | 19:24

IBOV – Baixo volume financeiro

Publicado na(s) categoria(s) Ibovespa, por Dalton Vieira

Hoje, dia 21/08, o Ibovespa fechou em alta de +1,24% e acima da primeira das 04 resistências destacadas na análise “Cenário de incerteza continua…“. O volume financeiro foi baixo, em torno de 2,8 bilhões de reais, acredito que provocado pela cautela dos investidores aguardando o próximo capítulo da atual crise. A seguir gráfico diário do Ibovespa.


Veja abaixo algumas das notícias que colaboraram para a alta do Ibovespa:


Fed está pronto para agir, mas não está alarmado por crédito
NOVA YORK (Reuters) – O Federal Reserve está pronto para adotar mais medidas para melhorar as condições de financiamento, incluindo uma redução da taxa básica de juros dos Estados Unidos, mas não está alarmado pela volatilidade do mercado, segundo um artigo do Market News International desta terça-feira, que citou fontes de dentro do Fed.

Senador dos EUA pede que Tesouro e Fed continuem agindo
WASHINGTON (Reuters) – O presidente do comitê bancário do Senado dos Estados Unidos, Christopher Dodd, afirmou nesta terça-feira ter pedido ao secretário do Tesouro, Henry Paulson, e ao chairman do Federal Reserve, Ben Bernanke, para ambos usarem todas as ferramentas à disposição para manter a liquidez dos mercados.

Agora é ver se os “bombeiros” vão conseguir apagar o “foco do incêndio” (a causa), que é a ameaça de quebra de instituições financeiras, fundos ou empresas imobiliárias devido à inadimplência no mercado americano de hipotecas.

Até breve!

 Página 564 de 570  « Primeira  ... « 563  564  565  566 » ...  Última »