Pular a navegação e ir direto para o conteúdo


Blog

25.05.2016 | 16:28

Custos Operacionais – Saiba quais são as taxas cobradas no mercado de ações

Publicado na(s) categoria(s) Análise Técnica, Aprendizado, por Dalton Vieira

Olá amigos investidores, sejam muito bem-vindos a nossa sala de aprendizado. Explicarei neste vídeo quais são os custos operacionais no mercado de ações.

Quais são as taxas cobradas na compra ou venda direta de ações?

1. Corretagem

  • Taxa de corretagem
  • ISS (Imposto Sobre Serviços)

2. Emolumentos

  • BM&FBovespa
  • CBLC (Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia)

3. Custódia

  • Taxa de custódia
  • Taxa sobre o valor de custódia

4. Imposto de Renda

  • Na fonte
  • Recolhido pelo investidor

A corretagem e os emolumentos incidem sobre cada operação. Por outro lado, a custódia e o imposto de renda, exceto o recolhido na fonte, são custos mensais.

Taxa de corretagem

Vamos abordar separadamente cada um dos custos citados. Primeiramente o que é a taxa de corretagem? É um valor cobrado pelas corretoras para intermediar as operações de compra ou venda de ações junto à bolsa de valores. Este valor pode ser:

1. Um valor fixo independente do volume da operação. Esta é a forma de cobrança mais usada atualmente pelas corretoras para negociações via home broker, beneficiando os investidores que possuem um capital maior. Por exemplo, R$ 10,00 por operação independente se a compra foi de 10, 20, 50 ou 100 mil reais.

2. Uma porcentagem sobre o montante da operação. Esta porcentagem pode variar de acordo com o volume transacionado. Por exemplo, quanto maior for o volume da operação menor será a taxa. Observe um exemplo através da tabela abaixo.

3. Uma porcentagem mais um valor fixo. Esta costuma ser a forma de cobrança usada pelas mesas de operações, ou seja, quando o investidor opta por comprar via telefone, em vez de usar o home broker. A porcentagem e o valor fixo geralmente variam de acordo com o montante da operação, conforme mostra a tabela abaixo.

É importante destacar que há a incidência do ISS (Imposto Sobre Serviços) sobre o valor da corretagem. Esta taxa varia de acordo com cada município e costuma ser de no máximo 5%. Por exemplo, para uma corretagem de R$ 10,00, o ISS de 5% será igual a R$ 0,50.

Emolumentos e Liquidação

Agora vamos abordar os emolumentos, taxa de negociação e liquidação que incide na compra e venda direta de ações. Os emolumentos são cobrados pela BM&FBovespa através de uma taxa fixa para cada tipo de operação.

As operações normais, compra e venda de ações efetuadas em pregões distintos, tem incidência de 0,0325%, sendo 0,0275% de Liquidação e 0,005% de Emolumentos.

Já as operações de daytrade, compra e venda de um ativo em um mesmo dia, tem a incidência de 0,025%, sendo 0,02% de Liquidação e 0,005% de Emolumentos. A tabela em destaque resume bem a diferença dos emolumentos de acordo com o tipo de operação.

Para as operações realizadas durante os leilões de abertura, de fechamento e em Ofertas Públicas de Aquisição (OPA), o valor da tarifa de negociação será de 0,0070%.

Exemplo

Vamos a um exemplo prático. Suponhamos que você comprou R$ 10.000,00 de ações da PETR4 e vendeu após alguns dias por R$ 11.000,00. Levando em consideração que sua corretora cobra R$ 10,00 de corretagem a cada ordem executada, vamos verificar quais foram os custos e o resultado líquido da operação.

Considerando uma única operação na compra das ações o custo da corretagem foi de R$ 10,00. Como a venda das ações não foi realizada no mesmo dia, a incidência dos emolumentos foi de 0,0345% sobre os R$ 10.000,00, resultando em R$ 3,45.

Na operação de venda, considerando também uma única operação, a taxa de corretagem foi de R$ 10,00. O valor dos emolumentos foi aproximadamente de R$ 3,80 (0,0345% sobre os R$ 11.000,00).


Portanto o custo total da operação foi de R$ 27,25, reduzindo assim seu lucro na operação de R$ 1.000,00 para R$ 972,75.

Custódia

Vamos agora abordar dois custos mensais relacionados à Custódia.

1. Taxa de custódia – é uma taxa mensal cobrada pelas corretoras com o objetivo de cobrir seus custos operacionais junto à CBLC. De maneira geral a taxa é de R$ 6,90 para contas com posição, ou seja, que possuem ações em custódia. Para contas sem movimentação ou posição a taxa costuma ser de R$ 3,00.

A cobrança desta taxa pode variar de acordo com cada corretora. Algumas corretoras costumam isentar seus clientes desta cobrança. Geralmente a isenção está associada à quantidade de operações realizadas no mês.

2. Taxa sobre o valor de custódia – é uma taxa mensal que é cobrada de acordo com as posições em aberto no último dia útil do mês. Posições inferiores a R$ 300.000,00 estão isentas desta taxa, conforme mostra a tabela.

Além dos custos operacionais mencionados há o Imposto de Renda, assunto que será abordado detalhadamente em outro vídeo de aprendizado.

Etapa concluída

Parabéns! Você concluiu mais uma etapa.

Espero sempre contar com a sua presença na nossa sala de aprendizado. Muito obrigado!

Recomendo!

Assista também ao vídeo Como calcular o imposto de renda na bolsa de valores. Deseja continuar o aprendizado? Simples, acesse o menu Aprendizado do site e desfrute dos diversos vídeos e artigos disponíveis.

171 Comentários

Assine os feeds dos comentários deste post

  1. Gabriel Leveau disse:

    Parabéns pela clareza nas explicações e a pertinência do assunto.

    Abraço!

  2. Dalton Vieira disse:

    Olá Gabriel,

    Obrigado pelas congratulações. Espero sempre contar com sua presença diária por aqui.

    Grande abraço.

  3. Andre disse:

    Agora entendi, obrigado pela clareza.

  4. Dalton Vieira disse:

    Muito obrigado Andre pelo comentário. Grande abraço.

  5. Tiago de Faria disse:

    Parabéns pela didática, detalhes importantes com objetividade e clareza.

    Voltarei mais vezes! Um abraço!

  6. Ademar disse:

    cara tu é muito foda, parabéns pelo site vó curti e divulgar. um abraço.

  7. Dalton Vieira disse:

    Olá Tiago,

    Agradeço as suas congratulações e elogios. É um grande combustível para continuar compartilhando conhecimento aqui no site.

    Grande abraço.

  8. Dalton Vieira disse:

    Olá Ademar,

    Obrigado por prestigiar o conteúdo do site. Agradeço também as suas recomendações.

    Espero sempre encontrá-lo por aqui. Grande abraço.

  9. Fábio disse:

    Puxa, super explicativo! parabéns!

  10. Dalton Vieira disse:

    Valeu Fábio. Obrigado por sua visita diária ao site.

    Grande abraço.

  11. Wellerson Amarante disse:

    Boa noite,

    Primeiramente, parabéns pela clareza das informações.
    Uma dúvida que tenho é sobre o ISS. Se eu o pago, entendo que é um custo a mais embutido na operação. Assim, pq o mesmo não entrou nas suas contas para cálculo do lucro líquido? Não teria o mesmo o valor de R$971,75 ? que é o valor que vc citou menos R$ 1,00 de ISS (R$ 20,00 * 5%). Já dei uma pesquisada, mas não encontrei nada esclarecedor sobre o assunto. Obrigado.

  12. Dalton Vieira disse:

    Olá Wellerson,

    Geralmente a incidência do ISS sobre a corretagem é de 2% a 5%. É preciso verificar na sua nota de corretagem se a corretora está repassando esse imposto sobre serviço para o seu cliente.

    Em caso afirmativo, você terá que abater esse valor para encontrar o lucro líquido. Como há uma variação da alíquota do ISS e como as corretoras repassam isso aos seus clientes, decidi não incluir no exemplo do cálculo do lucro líquido.

    Muito obrigado pelas congratulações. Grande abraço.

  13. Ademar disse:

    Boa tarde Sr. Dalton

    Minha duvida é a seguinte eu posso registrar na CBLC, ISIN e CMEGROUP uma LTN que esta em meu nome gostaria de saber o custo de cada uma destas operações e também o tempo que sera necessario para ter este registro. Se puder me responder em em meu email lhe agradeceria.
    Att. Ademar.

  14. Dalton Vieira disse:

    Olá Ademar,

    Comentário respondido por e-mail, conforme solicitado.

    Grande abraço.

  15. José Tarcisio Pinto disse:

    Bom dia Dalton, tudo bem?
    Parabéns pelo site.
    Gostaria de saber se para a apuração do Lucro Líquido base de cálculo para o recolhimento do IR, posso abater o IR de compra e o IR de venda?
    Obrigado
    Tarcisio

  16. Dalton Vieira disse:

    Bom dia José Tarcisio,

    Obrigado pelas congratulações. Você pode abater o Imposto Retido na Fonte somente após aplicar a alíquota do imposto sobre o lucro líquido.

    Grande abraço.

  17. José Tarcisio Pinto disse:

    Bom dia Dalton, desculpe eu mais uma vez, acho que me expressei mal, vou dar um exemplo ficticio:
    Venda de 7.000 PETR4 a R$ 15,65 = 109.550,00
    Compra 7.000 PETR4 a R$ 13,85 (-) 96.950,00
    Taxa de compra (-) 46,66
    IR na compra (-) 4,84
    Taxa de venda (-) 70,12
    IR na venda (-) 5,47
    ————-
    Lucro líquido 12.472,91

    IR a recolher (15%) 1.870,94
    (-) 4,84
    (-) 5,47
    ———-
    Liquido a recolher 1.860,63

  18. Dalton Vieira disse:

    Olá José Tarcisio,

    IR na compra e venda não são deduzidos do lucro bruto, apenas do resultado obtido após aplicar a alíquota de 15% (operações normais). No cálculo que apresentado houve a dedução tanto antes como depois de aplicar a alíquota. O lucro líquido então seria de 12.483,22, IR (15%) de 1.872,48 e o IR a recolher (final) de 1.862,17. Ficou claro?

    Caso as taxas (corretagem + emolumentos) na compra e venda forem reais de alguma operação que você, ao meu ver estão altas. Há diversas corretoras que cobram valor fixo, por exemplo, 10,00 por ordem executada.

    Grande abraço.

  19. Jian disse:

    Olá Dalton, tenho duas dúvidas quanto ao ISS:
    1. A própria corretora já inclui ele nos custos ou eu tenho que recolher separadamente?
    2. O ISS cobrado é do município em que a corretora está cadastrada ou do município em que eu moro?
    Desde já obrigado por disponibilizar tanta informação de qualidade e aprendizado para nós.
    Jian

  20. Dalton Vieira disse:

    Olá Jian,

    1. A corretora já faz isso automaticamente.
    2. O ISS é cobrado sobre a corretagem, cuja alíquota depende do município onde o serviço é prestado. Geralmente 5%.

    É um grande prazer colaborar compartilhando conhecimento. Obrigado por acompanhar o site.

    Grande abraço.

  21. Jian disse:

    Olá Dalton,

    Primeiramente, obrigado pela resposta anterior.

    Outra dúvida: no caso de Day-Trades o pagamento de emolumentos, etc. tbém ocorre a cada ordem enviada? Ou seja, somos taxados na ordem para compra e novamente na ordem para venda, é isto?
    Obrigado e abç!

  22. Dalton Vieira disse:

    Correto Jian, tanto para operações normais quanto para daytrade.

    Grande abraço.

  23. Robson Buono disse:

    muito bem explicado mesmo, esta de parabém, muito claro e muito coeso

  24. Dalton Vieira disse:

    Olá Robson,

    Obrigado por prestigiar o conteúdo do site. Espero sempre vê-lo por aqui.

    Grande abraço.

  25. gustavo S disse:

    Dalton, parabéns pelo conteúdo bastante didático.

    Veja se você consegue me ajudar com a seguinte dúvida:

    Minha corretora cobra uma valor fixo por operação e quando realizo mais de uma operação no mesmo dia, a nota de corretagem vem com um custo de corretagem total das operações.

    Como devo dividir os custos de operação ?
    Como a nota de corretagem não menciona o custo fixo, eu poderia simplesmente fazer uma divisão proporcional ao preço de cada operação ? Ou será que eu preciso fazer todos os lançamentos na mão?

    Existe alguma regra bem específica quanto a isso ?

  26. Dalton Vieira disse:

    Olá Gustavo,

    É interessante você ter o seu controle próprio de cada operação, visando futuramente efetuar corretamente o cálculo para recolhimento do imposto. Você pode criar uma planilha para este fim ou simplesmente usar um programa como o IRPF Bolsa.

    O valor fixo cobrado por sua corretora é a corretagem, mas há a comissão (emolumentos) da bolsa que é variável (percentual). Ou seja, quanto maior o valor total da operação, maior será o valor dos emolumentos. As operações normais, compra e venda de ações efetuadas em pregões distintos, tem incidência de 0,0325%, sendo 0,0275% da BM&FBovespa (taxa de negociação) e 0,005% da CBLC (taxa de liquidação). Em algumas corretoras há a incidência também do ISS, valor percentual em cima da corretagem.

    Enfim, é importante registrar suas operações seja por uma planilha própria ou por um programa. Muito obrigado por prestigiar o conteúdo do site.

    Grande abraço.

  27. Diego disse:

    Olá Amigo,

    Neste cálculos, no seu texto você utiliza 0,0325%. Já no exemplo prático utiliza 0,0345%. Pode nos ajudar a entender? Obrigado!

  28. Dalton Vieira disse:

    Olá Diego,

    Quando produzi o vídeo de aprendizado a taxa dos emolumentos era de 0,0345%. No entanto, houve uma redução para 0,0325% – valor atual. Fiz a alteração no texto, mas não produzi outro vídeo. Colocarei um aviso a respeito durante a exibição do vídeo.

    Muito obrigado pelo comentário. Grande abraço!

  29. Johnny Roberto disse:

    Caro Dalton, boa noite.

    Cara, seus videos são incriveis, assisto paralelo a minha leitura do livro “operando na bolsa de valores utilizando análise técnica” e eles tem sido de uma utilidade muito grande. Agradeço imensamente alguém que compartilhe conhecimento e por isso eu te agradeço, de verdade. Entrei em alguns forum como o do Infomoney e do Advfn, mas os cara lá são muito “nariz empinado”.. Não respondem tópicos de iniciantes que querem tirar duvidas e quando fazem, parece que desmerecem.. falta muita humildade por esses foruns e humildade eu encontrei aqui, PARABENS!!!

    Agora após esse video, fui pesquisar algumas corretoras e achei a TOV, mas fiquei com duvida pois diz que a corretagem é de R$ 1,99 nos casos (CORRETAGEM – AÇÕES E OPÇÕES SOBRE AÇÕES NEGOCIADAS NO SEGMENTO BOVESPA

    R$ 1,99 LÍQUIDO por ordem executada, independente do número de execuções.).

    Mas usando a tabela bovespa nos casos (Ordens pela Mesa de Atendimento Home Broker e pela Mesa de Operações:

    Ordens para compra e venda de ações e opções – quando solicitadas pelo cliente para inserção pela Mesa de Atendimento Home Broker, o valor da corretagem será calculada com base na tabela BOVESPA abaixo).

    O que seria essa “Inserção na mesa home broker”? E no caso dessas de R$ 1,99 no segmento bovespa, quer dizer que são só para ações do indice bovespa?

    Valeu!! Sucesso hoje e sempre, e que a humildade encontrada nesse site e a transferência de conhecimento possam ser disseminados pelos foruns afora.

    Forte abraço

  30. Dalton Vieira disse:

    Olá Johnny,

    Ordens pela mesa de atendimento Home Broker é quando você não consegue por algum motivo enviar sua ordem de compra ou venda pelo Home Broker (via internet) e decide ligar para corretora para fazer isso. Neste caso, vão aplicar o cálculo da corretagem da através da tabela Bovespa.

    Segmento Bovespa são ações e opções e segmento BM&F são os contratos futuros, por exemplo, mini índice Bovespa ou mini Dólar.

    Muito obrigado pelas congratulações e elogios, bem como por prestigiar o conteúdo do site. Grande abraço e sucesso!

  31. Johnny disse:

    Perfeito!!

    Agradeço sua atenção e pode ter certeza que seu site já faz parte do meu material de estudo e esta mais do que favoritado.

    Forte abraço e sucesso!

  32. jorge disse:

    parabéns pelos esclarecimentos.

  33. Dalton Vieira disse:

    Olá Jorge,

    Obrigado pelo comentário. Espero sempre vê-lo por aqui.

    Grande abraço!

  34. paulo disse:

    Belo post, caso eu compre e depois venda todas as minhas ações, vou ter que continuar pagando a taxa de manutenção de R$3,00 reais referente a conta sem movimentação? Minha corretora cobra 12,50 mês, no caso esta taxa de R$6,90 reais é cobrada a parte? No caso fica R$19,40 reais? A parte da corretagem e emolumentos eu entendi, ela é cobrada a cada ordem dada.

  35. Dalton Vieira disse:

    Olá Paulo,

    A Bovespa cobra R$3,00 de Taxa de Custódia das corretoras por “conta sem movimentação ou posição”. “Conta com movimentação ou posição de ativos de Renda Variável” pagam R$6,90. Cada corretora estabelece a sua metodologia de cobrança, ou seja, se vai repassar isso ou não para o cliente.

    Algumas corretoras cobram um mínimo de Corretagem por mês. Veja que não está relacionado à Taxa de Custódia. Exemplo, uma corretora cobra R$30,00 de corretagem mínima por mês, havendo movimentação ou não na conta. Se a corretagem é R$10,00 por operação você pagará R$30,00 se executar 3 ordens ou menos do que isso no mês. Se executar 4 ordens será R$40,00. Esta mesma corretora pode isentar o cliente de Taxa de Custódia.

    Enfim, o importante é verificar a metodologia de cobrança da sua corretora em termos de Corretagem e repasse da Taxa de Custódia da Bovespa.

    Grande abraço.

  36. paulo disse:

    Obrigado pelo retorno, gostei muito do site, agora estou estudando o gráfico das velinhas e quando me sentir seguro e entender bem vou investir na bolsa.

  37. Dalton Vieira disse:

    Olá Paulo,

    É realmente estudar bastante e praticar através de simuladores antes de investir na bolsa, principalmente quando o foco é o curto prazo.

    Obrigado pelo feedback. Espero sempre vê-lo por aqui. Bons estudos!

    Grande abraço.

  38. Luciane disse:

    Dalton, bom dia! Gosto muito do seu site. Ensina mesmo. Obrigada. Tenho uma dúvida na taxa cobrada no mini-indice. Na minha nota de corretagem aparece Tx Reg BM&F e Tx Reg BM&F (emol+f.gar) . Como faço o calculo desta taxa?

  39. Dalton Vieira disse:

    Olá Luciane,

    No site da BMFBovespa há descrição das taxas e como são calculadas. Link: http://www.bmfbovespa.com.br/pt-br/servicos/custos-e-tributos/custos-o peracionais/derivativos.aspx?idioma=pt-br. Para cada taxa procure o item Índices de ações.

    Muito obrigado por prestigiar o conteúdo do site.

    Grande abraço.

  40. fabricio disse:

    Ao final da matéria me surgiu uma duvida.
    No que tange a taxa de corretagem, quando efetuar uma operação será cobrada a taxa da corretora e mais aquele percentual da bovespa que é 0,50% para movimentação acima dos R$ 3000,00, ou esse percentual so é cobrado quando o investidor envia a ordem diretamente a mesa de operações?

  41. Dalton Vieira disse:

    Olá Fabrício,

    Os emolumentos são cobrados independente da origem da ordem (home broker ou mesa de operações).

    Aproveite e inscreva-se no meu canal no Youtube. Valeu! Grande abraço.

  42. Marcelo disse:

    Olá Dalton,
    Fiquei com dúvida quanto aos emolumentos aplicados aos exemplos para ações que vc demonstrou acima, 0,0275% BM&F e 0,005% CBLC totalizando 0,0325%.

  43. Dalton Vieira disse:

    Fala Marcelo,

    A sua dúvida foi em relação ao cálculo?

    Grande abraço.

  44. João Viitor disse:

    Dalton tenho uma duvida estou pretendendo abrir uma conta com a TOV, tenho 17 anos, iniciante com apenas 2,4 mil de capital,eu queria que você comentasse sobre a minha tese, pois como a PETR4 é a ação com mais liquidez e na bagatela de 7 reais por ação, eu posso por exemplo comprar várias vezes e vender várias vezes num mesmo dia na forma day trade?
    por exemplo com 2,4mil, compro cerca de 342 ações.
    Custos de operação compra: 2,4 mil- 0,025 de emolumentos (0,6 centavos)+2,09 de corretagem+ ISS
    Venda de 342 ações com dois centavos de lucro (7,00-7,02)
    (0,6 centavos+2,09 de corretagem+ISS)
    Lucro por jogada (compra e venda) de 6,84.
    gastos:0,60+2,09+0,60+2,09=5,38
    lucro bruto: 1,46
    Eu montei essa tese por achar que esse ativo é muito negociado, oscila constantemente, queria saber se estou equivocado, quero esclarecer essas duvidas antes de abrir a conta com essa corretora.
    Muito Obrigado, João.

  45. Dalton Vieira disse:

    Fala João, bom dia!

    A tese faz sentido, o problema dela é que, no meu ponto de vista, está olhando apenas para as operações positivas. Quando se opera daytrade há uma necessidade de ter um conhecimento técnico elevado, disciplina e bastante controle emocional. Isto porque no daytrade as chances das operações darem errado são maiores (taxa de acerto menor).

    Enfim, tente aplicar sua tese por pelo menos 3 meses em um simulador como o FolhaInvest e depois avalie os resultados para ver se vale a pena. Sucesso!

    Aproveite e inscreva-se no meu canal no Youtube: http://bit.ly/1guyirt. Valeu!

    Grande abraço.

  46. Thiago disse:

    Olá Dalton,
    Ótimo site, conteúdo de fácil entendimento.
    Não ficou claro para mim se os custos mensais podem ser abatidos da base de cálculo do imposto a pagar ou somados ao prejuízo à recuperar.
    Pode me confirmar?
    Obrigado!

  47. Dalton Vieira disse:

    Fala Thiago, bom dia.

    Os custos mensais, como taxa custódia, entram na mesma categoria dos custos operacionais. Logo, podem ser deduzidos do lucro bruto ou adicionados ao prejuízo do mês, visando realizar a compensação no meses seguintes.

    Obrigado por prestigiar o conteúdo do site. Aproveite e inscreva-se no canal: http://bit.ly/1guyirt.

    Grande abraço.

  48. Ricardo disse:

    Bom dia Sr. Dalton.

    Muito bons os seus esclarecimentos sobre o mercado financeiro.

    Uma pequena pergunta: você saberia informar quais são os custos totais para se operar um contrato de mini índice?

    Já pesquisei muito sobre isso mas sempre acabo confuso, porque são tantas taxas, custódias, emolumentos, registros, etc…

    Se você puder, apenas me dar uma luz sobre isso, agradeço muito…

    Muito obrigado,
    Ricardo.

  49. Dalton Vieira disse:

    Fala Ricardo, bom dia.

    As principais taxas estão descritas nesta página da BM&FBovespa. Vá até o item Índices de Ações para cada uma das taxas.

    Resumidamente para o mini índice do IBOV:

    1. Emolumentos – tabela abaixo de acordo com a quantidade de contratos.

    De Até R$
    1 10 0,91
    11 50 0,81
    51 100 0,78
    101 190 0,73
    191 2k 0,68
    Acima de 2k 0,64

    2. Taxa de Liquidação – valor por contrato: R$ 0,30.

    3. Taxa de Registro – tabela abaixo de acordo com o número de contratos.

    De Até R$
    1 10 1,00
    11 50 0,90
    51 100 0,85
    101 190 0,80
    191 2k 0,75
    Acima de 2k 0,69

    Para os itens 1 e 3:
    # Minicontrato (mini índice)
    21% do custo unitário do emolumento do contrato-padrão.

    # Day trade
    Minicontrato = 34% do custo unitário do emolumento de uma operação normal

    4. Corretagem – este valor vai depender de cada corretora. Desta forma, é preciso entrar em contato com a sua para confirmar.

    Grande abraço.

  50. Filipe disse:

    Amigo, tenho uma dúvida de iniciante.

    A corretagem é cobrada quando colocamos qualquer ordem de compra ou venda, ou é cobrada apenas quando a operação é concluída?

    Obrigado!

  51. Dalton Vieira disse:

    Oi Filipe,

    Apenas quando a ordem enviada por executada.

    Grande abraço.

  52. Iury disse:

    boa tarde! Dalton,

    gostei muito do seu site, Parabens!!! linguagem simples e direta…isso é otimo para iniciantes como eu.
    muito positiva sua atitude de compartilhar o conhecimento.

    abraços!

  53. Dalton Vieira disse:

    Fala Iury, bom dia.

    Que ótimo que você descobriu o meu site. Espero agregar bastante valor ao seu conhecimento através do conteúdo aqui do site, bem como do meu canal no Youtube (http://bit.ly/1guyirt).

    Muitíssimo obrigado pelo valioso comentário. Grande abraço!

  54. pedrodepaula disse:

    Olá Dalton,

    Parabéns pelo site, estou lendo cada artigo e obtendo conhecimentos importantíssimos e atualizados. Agradeço por essa oportunidade.

    Opero somente mini-índice e mini-dólar mas tenho dúvidas quanto aos cálculos das taxas, no site da BM&Fbovespa não explica muito bem e além disso tenho medo de que não seja atualizado.

    Atualmente pago uma taxa de corretagem de R$ 0,26 por contrato, e gostaria de saber como fica o custo total de “entrada/saída da operação” no mini-índice e mini-dólar (corretagem (0,26+0,26) + taxa registro BM&F + taxas BM&F emol+f.gar + outros/ISS). Faço em média 300 operações por dia, entre mini-índice e mini-dólar.

    Sendo assim:

    Uma operação de 1 contrato de mini-índice x 1 ponto de ganho = ? taxas a pagar.

    Uma operação de 1 contrato de mini-dólar x 50 pontos de ganho = ? taxas a pagar.

    Agradeço desde já pela sua ajuda. Obrigado!

  55. pedrodepaula disse:

    Ops! Desculpe Dalton, troquei erradamente a quantidade de pontos de cada operação.

    Corrigindo:

    …Sendo assim:

    Uma operação de 1 contrato de mini-índice x 50 pontos de ganho = ? taxas.

    Uma operação de 1 contrato de mini-dólar x 1 ponto de ganho = ? taxas.

    Obrigado!

  56. Dalton Vieira disse:

    Fala Pedro,

    Taxas BM&FBovespa para mini índice e mini dólar estão descritas na página da bolsa (link abaixo). Essas informações tem que estar atualizadas, caso contrário a credibilidade da instituição seria questionada.

    http://www.bmfbovespa.com.br/pt-br/servicos/custos-e-tributos/custos-o peracionais/derivativos.aspx?Idioma=pt-br

    Na página acima ao acessar cada taxa procure pelos derivativos (itens) Índice de Ações e Taxa de Câmbio. Nestes itens olhe para as informações de mini contratos e daytrade.

    Se você opera um número de contrato fixo por operação realizada, ao final do dia fica razoavelmente simples de fazer um cálculo médio de quanto é cobrado em média para cada taxa. Exemplo: valor total dos emolumentos dividido pelo número de operações realizadas. Ou mesmo fazer quanto é qual o custo operacional médio por cada contrato (somando todas as taxas e dividindo pelo número de operações no dia).

    Grande abraço.

  57. Alexssander Pereira de Morais disse:

    parabéns pela apresentação
    Tenho uma duvida comprei 160 da vale3 por R$12,5 e vendi por R$12,75 supondo que que a taxa de corretagem seja 7,60 qual valor liquido vou receber.

  58. Dalton Vieira disse:

    Olá Alexssander,

    Seu ganho bruto foi de R$0,25 por ação. Se comprou 160 ações dá R$40,00. Corretagem de 7,60 na compra + 7,60 na venda = R$15,20. Logo, o valor “final” é igual R$24,40, sendo aqui ainda há o custo dos emolumentos a serem descontados.

    Obrigado pelas congratulações, participação aqui no site e por acompanhar meu canal no youtube (http://bit.ly/1guyirt).

    Grande abraço.

  59. Alexssander Pereira de Morais disse:

    qual melhor corretora para começa com 2000 reais?

  60. Dalton Vieira disse:

    Oi Alexssander,

    O que você deseja fazer com esses 2.000,00 no mercado de renda variável (ações, futuros, etc)?

    Grande abraço.

  61. Alexssander Pereira de Morais disse:

    Renda variável

  62. Dalton Vieira disse:

    Oi Alexssander,

    Se o valor de R$2.000,00 for para giro em ações (curto prazo), ao meu ver não compensa por conta dos custos operacionais. No entanto, esse valor pode servir de margem para realizar operações no mini índice do Ibovespa (mercado futuro). Enfim, dependerá bastante do prazo operacional das suas operações, do seu perfil e nível de aprendizado.

    Grande abraço.

  63. Roberto Coutinho disse:

    Dalton, Boa noite…
    Primeiramente, parabéns pelo site.

    Olhei este artigo e os artigos sobre “Como calcular o imposto de renda” e “Como recolher o imposto”.
    As informações, valores e explicações destes artigos são compativeis ainda com as transações de 2016? Sou seja, posso me basear nisso para entrar no mercado?

    Vi que alguns artigos são de 2012 e 2013. Fiquei com essa duvida.

    Abraço

  64. Dalton Vieira disse:

    Oi Roberto, bom dia.

    Sim, a forma de cálculo e alíquotas do imposto não foram alteradas. Sobre os custos operacionais a mudança ocorreu nas taxas cobradas pela BM&FBovespa, uma pequena redução que foi atualizada aqui no artigo e colocado um aviso durante o vídeo explicativo.

    Obrigado pela participação e por prestigiar o conteúdo aqui do site e do canal no Youtube (http://bit.ly/1guyirt).

    Grande abraço.

  65. Alexssander Pereira de Morais disse:

    Boa noite para trabalhar com mini índice qual corretora você recomenda, e você tem videos explicando o mercador atual, podendo mandar dicas diárias?

  66. Dalton Vieira disse:

    Oi Alexssander, bom dia!

    Há corretoras interessantes neste sentido: XP, Easynvest, Rico, etc. Para receber minhas recomendações basta seguir os procedimentos desse post: http://bit.ly/1TCcRTd.

    Grande abraço.

  67. Luis disse:

    Bom dia
    O banco me cobra R$ 12, 00 ao mês de taxa de custodia. Esse valor entra no cálculo do preço médio. Como fazer para incorporar esse valor se comprei diversas ações num determinado mês e estão paradas sem movimentação

  68. Dalton Vieira disse:

    Oi Luis, bom dia.

    Esse valor poderá ser descontado do lucro bruto obtido no mês, assim como os demais custos operacionais, quando houver a necessidade de recolher imposto de renda.

    Grande abraço.

  69. WENDEL disse:

    Olá Dalton, boa noite!

    Estou algum tempo lendo a respeito sobre compra e venda de ações, e dúvidas sempre surge. Percebi que algumas até deram uma rentabilidade muito boa e outras não.
    A taxa de custódia é cobrada por ação ou no montante seja de várias empresas na carteira com apenas um valor fixo de acordo com o valor que aparece na corretora?
    Quando enviamos uma ordem de compra ou venda com data prevista é cobrado por dia até o final do prazo ou apenas quando houver execução?
    Acima teve uma solicitação de sugestão para um inicío de aplicação em renda variavel (ações) com valor de R$2000,00, só que voce mencionou logo abaixo que para giro de ações não compensaria devido aos custos operacionais. Que custos são estes? E se fosse para longo prazo, adquirindo gradativamente ações e quando for favoravel efetuar sua venda.
    Já efetuei uma leitura do que a corretora cobra e ainda tenho essas dúvidas.
    Estou querendo começar investir em ações, até porque percebi que umas deram uma rentabilidade muito boa desde comecei a ler a respeito do assunto, mas primeiro estou buscando conhecimento para iniciar.

    Grato pela atenção.

    E parabéns pelo site, muitas coisas já pesquisei.

  70. Dalton Vieira disse:

    Oi Wendel,

    1. A taxa de custódia é um valor fixo cobrado mensalmente. Algumas corretoras isentam o cliente desta cobrança.

    2. Somente quando houver a execução total ou parcial da ordem.

    3. Custos operacionais: http://daltonvieira.com/custos-operacionais-saiba-quais-sao-as-taxas-c obradas-no-mercado-de-acoes. Os custos operacionais afetam a rentabilidade, principalmente quando o capital é pequeno, a duração das operações é curta e há um fracionamento maior (3 ou mais operações abertas). Os custos são menos importantes para operações (investimentos) de longo prazo.

    Muito obrigado por prestigiar o conteúdo aqui no site e do meu canal no youtube (http://bit.ly/1guyirt).

    Grande abraço.

  71. Fernando De Lai disse:

    Dalton, td bom?

    Seguinte… eu li em diferentes lugares que a taxa de custodia pode ser deduzida na apuração de operações normais para o imposto de renda. Ou seja, se eu fizer minhas primeiras operações de venda no mês de maio de 2016 eu posso descontar todos os meses de custodia até então, correto?
    Por outro lado Dalton, ja vi na internet outro tipo de comentário, que taxa de custodia não pode ser abatida do lucro para declaração do imposto. Esse comentário alegava o seguinte:

    “Instrução Normativa 1.022 da Receita Federal
    Art. 45. Esta Seção dispõe sobre a incidência do imposto sobre a renda sobre os ganhos líquidos auferidos por qualquer beneficiário, inclusive pessoa jurídica isenta, em operações realizadas nas bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e asse
    melhadas, existentes no País.
    § 3º Considera-se ganho líquido o resultado positivo auferido nas operações de que tratam os arts. 47 a 51 realizadas em cada mês, admitida a dedução dos custos e despesas incorridos, necessários à realização das operações.
    A taxa de custódia não é cobrada nas operações de compra e venda logo, não pode ser deduzida no IR.”

    Desculpe por colocar esse comentário nas perguntas, mas gostaria de saber a sua interpretação sobre isso?

    Obrigado

  72. Dalton Vieira disse:

    Oi Fernando, boa tarde.

    Eu interpreto da seguinte forma, aplicarei a alíquota do imposto em cima lucro líquido – que realmente foi ganho de capital no mês. Desta forma, eu considero a taxa de custódia um custo que afetará meu lucro líquido. Enfim, geralmente é um valor pequeno, inclusive há corretoras que isentam os clientes desta taxa, que não acredito que acarretará algum problema junto a Receita realizar a sua dedução ou não do lucro bruto.

    Obrigado por compartilhar parte da instrução normativa.

    Grande abraço.

  73. Dalton Vieira disse:

    Fernando, continuando…

    A instrução normativa que você mencionou no seu comentário foi revogada. A nova é esta: http://normas.receita.fazenda.gov.br/sijut2consulta/link.action?idAto= 67494. Não li nenhuma restrição em deduzir a taxa de custódia sobre ganho de capital (Seção ||, Art. 56 até o Art. 65)

    Grande abraço.

  74. Fernando De Lai disse:

    Perfeito Dalton! Muito Obrigado.

  75. Paulo Santos disse:

    Boa noite Dalton

    tenho acoes da AGRO3 cujo ganho de capital auferido por pessoa física, entre 10 de julho de 2014 e 31 de dezembro de 2023, na alienação de ações a que se refere os arts. 16 e 17 da Medida Provisória nº 651, de 9 de julho de 2014, é isento de imposto sobre a renda, bem como os dividendos recebidos.
    O valor da venda efetuada sera considerado nos R$20.000,00 de vendas isentas mensais ou sera registado a parte para nao influenciar esse valor

    e quanto ao iss que incide sobre a corretagem tambem e considerado custo operacional

    abraço

  76. Dalton Vieira disse:

    Oi Paulo, boa tarde.

    Sobre o ISS, sim, pode ser considerado também um custo operacional.

    É considerado para cálculo ou isenção do imposto o somatório das vendas no mês. Logo, se houve o encerramento da posição comprada em AGRO3, o valor da venda entrará no somatório do mês.

    Grande abraço.

  77. Lu disse:

    Como seria o exemplo cobrado de emolumentos num venda conforme o exemplo acima ex: venda 10 mil e recomprando a 9 mil ?

    Obrigado !

  78. Dalton Vieira disse:

    Oi Lu,

    Respectivamente 3,25 e 2,925. Basta multiplicar por 0,0325%.

    Grande abraço.

  79. William Vitor Florêncio De Abreu disse:

    Bom dia, Dalton.
    Primeiramente gostaria de agradecer pelo seu site fantástico que tem me ajudado muito.
    Gostaria de saber se o valor de corretagem é cobrado a cada ação que eu compro, ou se eu comprar várias num mesmo dia esse valor de corretagem seria sobre todas essas operações.

    Muito obrigado!

    Atenciosamente,
    William Vitor.

  80. Dalton Vieira disse:

    Oi William, bom dia.

    A corretagem é cobrar por ordem executada, ou seja, na compra ou venda de um determinado ativo.

    Muito obrigado por prestigiar o conteúdo aqui do site, bem como do meu canal no youtube (http://bit.ly/1guyirt).

    Grande abraço.

  81. David C. disse:

    Se fiz um daytrade com uma mesma ação que já tinha em carteira por mais de um dia, como faço o cálculo do valor médio de compra? Posso fazer esse cálculo considerando o valor médio até o dia do daytrade? Ou devo calcular o valor médio num daytrade apenas com as compras realizadas naquele dia?

  82. Luis Fernando disse:

    No cálculo dos emolumentos sobre os R$ 10.000 incidiu a porcentagem de 0,0345 sendo que na tabela está escrito 0,0325 para operações em pregões distintos. Perdi alguma coisa?

  83. Dalton Vieira disse:

    Oi David,

    O preço médio da sua compra de swing trade (operação normal) continuará o mesmo, visto que o day trade não alterou sua posição inicial de pregões anteriores.

    Grande abraço.

  84. Dalton Vieira disse:

    Oi Luis,

    Quando produzi esse vídeo a porcentagem cobrada era de 0,0345%, a qual posteriormente foi alterada para 0,0325%. Inclusive durante o vídeo coloquei uma mensagem logo acima da tabela para informar sobre a mudança.

    Grande abraço.

  85. Lucas disse:

    Dalton, uma pergunta. Qual o custo de emolumentos para compra e venda nos leilões de pré-abertura?

  86. Felipe disse:

    Olá Dalton!

    Primeiramente quero te parabenizar pelo incrível conteúdo que você disponibiliza.
    Eu penso seriamente em investir no mercado de ações mais o que me preocupa são os custos por trás de todo processo. Eu costumo acompanhar as ações da usim5 e semana passada vi que ela chegou a R$:1,95 e que com R$: 1.000,00 daria para comprar 500 ações dando um total de R$: 975,00 no dia seguinte à mesma chegou a R$: 2,11 e o montante resultante da venda seria de R$: 1055,00 totalizando um lucro bruto de R$:80,00, agora vamos falar dos custos, suponha que a corretora cobre R$:4,50 por ordem + o ISS de 5% + os emolumentos que são ,respectivamente, 0,31 e 0,34.
    Então o lucro líquido dessa operação seria : 80 – 4,72 – 0,31 – 4,72 – 0,34 = 69,90. Estou correto ou deixei passar algo ? É uma outra dúvida se essa operação fosse um Day tarde os 20 % do IR seriam sobre os 69,90 ?

  87. Dalton Vieira disse:

    Oi Lucas,

    É mesmo, pois o fator gerador é a execução de uma compra ou venda, não importando o horário que foi realizada.

    Grande abraço.

  88. Dalton Vieira disse:

    Oi Felipe,

    Correto em relação ao cálculo dos custos operacionais. Só é preciso verificar junto a corretora qual é o valor do ISS, pois pode mudar dependendo do estado.

    Sim, 20% a alíquota do imposto para operações de day trade. A mesma é aplicada sobre o lucro líquido obtido no mês para o mesmo tipo de operação. Se for de swing trade (operação normal) a alíquota será de 15%. Mais detalhes em:
    http://daltonvieira.com/como-calcular-o-imposto-e-compensar-as-perdas -na-bolsa-de-valores

    http://daltonvieira.com/como-recolher-o-imposto-de-renda-na-bolsa-de- valores

    Muito obrigado por prestigiar o conteúdo aqui do site e do meu canal no Youtube (http://bit.ly/1guyirt).

    Grande abraço.

  89. Jessé disse:

    Ótima explicação, direta, odeio enrolação desnecessária.
    Excelente trabalho.

  90. Dalton Vieira disse:

    Oi Jessé, boa tarde.

    Muito obrigado pelo feedback. Espero sempre vê-lo por aqui e também no meu canal no Youtube (http://bit.ly/1guyirt).

    Grande abraço.

  91. Bruno disse:

    Boa tarde Dalton!
    Quando e como eu pago todas essas taxas?
    Obrigado!

  92. Dalton Vieira disse:

    Oi Bruno,

    As taxas (corretagem, emolumentos, etc) são cobradas automaticamente na efetivação de compra e venda de ativos na bolsa de valores.

    Grande abraço.

  93. Luiz disse:

    Mesmo comprando a 10 mil e vendendo a 9 mil com prejuizo de 1000 reais é cobrado 0,0325% de 10 mil e 0,0325% de 9 mil ?

    Se sim, posso compensar no IR as taxas ?

    Obrigado !

  94. Dalton Vieira disse:

    Oi Luiz,

    Sim, os emolumentos são cobrados a cada execução de uma compra ou venda. Os custos operacionais poderão ser deduzidos do lucro bruto para o cálculo do imposto a recolher.

    Grande abraço.

  95. Rodrigo disse:

    Corretagem 5,00 + ISS 2% total 10,20

    Day Trade – Compra valor 10000 reais e vendido 10100 reais

    COMPRA
    Emolumentos – 0,025% de 10000 reais = 2,50

    VENDA
    Emolumentos – 0,025% de 10100 reais = 2,525 ( arredonda para 2,52 ?)

    Continuando
    Emolumentos e liquidação ficou 5,02

    IR
    Lucro bruto 100 – 10,20 – 5,02 = 84,78
    Retido na fonte 1% de 84,78 reais = 0,8478 ( Arredonda para 0,84 ?)

    20% de 84,78 = 16,956 ( Arrendonda para 16,95 ?)

    16,95 – 0,84 = 16,11

    Correto ?

  96. Dalton Vieira disse:

    Oi Rodrigo, bom dia!

    Seus cálculos estão corretos. Apenas arredondaria para cima o valor de 0,8478, ficando 0,85. A recolher então seria 16,10. Lembrando que o cálculo do imposto é sobre todas as operações realizadas em cada mês, separando operações normais de day trade.

    Grande abraço.

  97. Rodrigo disse:

    Então, ouvir falar que nunca pode arrendondar pra cima, podendo até abrir um processo se a corretora ou governo ganhar centavos.

  98. Gustavo disse:

    Olá. Não encontrei mencionado no texto do artigo, mas há alguma taxa de liquidação cobrada por corretoras além da taxa de liquidação da CBLC?
    Obrigado

  99. Dalton Vieira disse:

    Oi Rodrigo,

    Sinceramente acredito que isso não vai gerar nenhum processo. Fique à vontade para arredondar pra baixo, até porque não será 1 centavo que vai fazer diferença no recolhimento do imposto junto a receita.

    Grande abraço.

  100. Dalton Vieira disse:

    Oi Gustavo, bom dia.

    A taxa de liquidação é da bolsa, cobrada a cada ordem executada.

    Grande abraço.

  101. Lucas S Tavares disse:

    Dalton,

    no dia 11/07 fiz um comentário nesse mesmo post questionando sobre a taxa de emolumentos no leilão de abertura e fechamento.

    Questionei o mesmo a minha corretora e o mesmo informou o seguinte:

    “Prezado Lucas,

    O valor referente a emolumento esta correto. Para operações realizadas durante os leilões de abertura, de fechamento e em Ofertas Públicas de Aquisição(OPA), o valor da tarifa de negociação será de 0,0070%.

    Atenciosamente,

    Equipe EASYNVEST”

    Desculpa a insistência, mas realmente há essa diferenciação? Não achei nada no site da bovespa.

  102. Rodrigo disse:

    E nesse caso como ficaria ?

    Corretagem 5,00 + ISS 2% total 10,20

    Swing Trade – Compra valor 20000 reais e vendido 20010 reais

    COMPRA
    Emolumentos – 0,0325% de 20000 reais = 6,50

    VENDA
    Emolumentos – 0,0325% de 20010 reais = 6,50

    Continuando
    Emolumentos e liquidação ficou 13,00

    IR
    Lucro bruto 10,00 – 10,20 – 13,00 = -13,20

    Como faz ?

    A venda foi acima de 20 mil, mas deduzindo as taxas ficou negativo
    Ficando negativo não preciso pagar IR ?

    Ex: 40 mil na venda e com prejuizo, como deve ser feito ?

  103. Dalton Vieira disse:

    Oi Lucas,

    A informação repassada pela Easynvest está correta. No site da BM&FBovespa informa isso, só que com letras pequenas logo abaixo da tabela de emolumentos, liquidação e registro. (Link: http://www.bmfbovespa.com.br/pt_br/servicos/tarifas/acoes/emolumentos- liquidacao-e-registro.htm).

    Obrigado por informar sobre esta diferenciação. Grande abraço!

  104. Dalton Vieira disse:

    Oi Rodrigo, boa tarde.

    Caso tenha fechado o mês no prejuízo você poderá compensar o mesmo sobre o lucro dos demais meses, independente se o mês de prejuízo teve um volume de vendas inferior a R$20.000,00. Mais detalhes sobre o cáculo do imposto em: http://daltonvieira.com/como-calcular-o-imposto-e-compensar-as-perdas- na-bolsa-de-valores.

    Grande abraço.

  105. Ulisses disse:

    No exemplo você usa 0,0345% (liquidaçao + emolumentos), mas na teoria você falou 0,0325% para quem fica posicionado mais de 1 dia. Qual o correto?

  106. Dalton Vieira disse:

    Oi Ulisses, bom dia.

    O correto é o último valor (0,0325%), valor que foi alterado pela BMFBovespa após a produção deste artigo/vídeo.

    Grande abraço.

  107. Rodrigo disse:

    Day trade

    Se comprei 1000 ações a 20 reais sendo 20 mil e vendi a 20.010,00 (20,01 ) eles cobram retido na fonte por ter lucro de 10 reais ? Pq o retido que eu sei cobra no lucro líquido e se descontar as taxas em cima do 10 reais fica no negativo. Ficando no negativo por causa do desconto das taxas vai cobrar ou não ?

    A partir do 20,03 que consigo ter lucro já descontado as taxas, ai q eu sei cobra.

    Poderia explicar detalhamente e obrigado

  108. Rodrigo disse:

    Mesmo que eu tenha um pequeno lucro, tenho que deduzir as taxas para ver se vai cobrar o retido, pois se continuar com lucro cobra 1%, se não, não vai cobrar o retiro de 1% pq entrou no negativo ao deduzir.

    Correto ?

  109. Dalton Vieira disse:

    Oi Rodrigo,

    No day trade é cobrado sobre o lucro líquido (lucro bruto – custos operacionais, inclusive o ISS). Desta forma, no exemplo mencionado não houve cobrança de imposto retido na fonte.

    Grande abraço.

  110. Rodrigo disse:

    Verifica se acertei esses 2
    Muito obrigado !

    –// Swing Trade //–

    Corretagem 5,00 + ISS 2% total 10,20

    Day Trade – Compra valor 20000 reais e vendido 20000 reais

    COMPRA
    Emolumentos – 0,0325% de 10000 reais = 6,50

    VENDA
    Emolumentos – 0,0325% de 10100 reais = 6,50

    Continuando
    Emolumentos e liquidação ficou 13,00

    Retido na fonte 0,005% de 20 mil reais = 1 real

    Como não tive lucro ficou para compensar
    10,20 + 13,00 + 1 real do IRRF = – 24,20

    –// Day Trade na VENDA //–

    Corretagem 5,00 + ISS 2% total 10,20

    Day Trade – Venda valor 20000 reais e recomprando 19000 reais

    COMPRA
    Emolumentos – 0,025% de 20000 reais = 5,00

    VENDA
    Emolumentos – 0,025% de 19000 reais = 4,75

    Continuando
    Emolumentos e liquidação ficou 9,75

    Lucro bruto 1000,00 – 10,20 – 9,75 = 980,05
    Retido na fonte 1% de 980,05 reais = 9,80

    IR
    20% de 980,05 = 196,01

    196,01 – 9,80 = 186,21

  111. Dalton Vieira disse:

    Correto, Rodrigo.

    Apenas lembrando que o IRRF é deduzido do valor final obtido após aplicar a alíquota do imposto sobre o lucro líquido. Ou seja, você não soma o IRRF com os outros custos operacionais para abater do lucro bruto.

    Resumindo: Lucro Bruto – Custos Operacionais = Lucro Líquido (LL); LL * Alíquota do Imposto = Resultado (R); R – IRRF = Imposto a recolher (a ser lançado no DARF).

    Grande abraço.

  112. Rodrigo disse:

    Então quer dizer o primeiro está errado, pois devo abater 23,20

    Ficaria R – IRRF – IRRF do mês passado ( 1 real ) = Imposto a recolher.

  113. Dalton Vieira disse:

    Correto, Rodrigo!

  114. Janina disse:

    Você disse que no Day trade se o lucro ficar negativo não cobra retido na fonte.
    Swing trade cobra mesmo se a venda for abaixo do valor que eu paguei, ou seja, no prejuizo ?

    Só que meu saldo na corretora já me cobra o 0,005% e tenho que depois deduzir na proxima ?

    Deveria ser q nem o day trade se ficar no negativo não ficar com o saldo na corretora já cobrado o 0,005%

  115. Dalton Vieira disse:

    Oi Janina, bom dia.

    Sim, no swing trade o imposto retido na fonte é aplicado em cima da venda (0,005%), não importando o resultado final da operação. No day trade é só se houver ganho de capital, cobrado sobre o lucro líquido. Isso é uma definição da Receita Federal.

    Grande abraço.

  116. Janina disse:

    No swing trade, se fazer 240 mil no ano, sendo 20 mil por mês não pagarei imposto

    Tenho q apenas declarar IR anual ?

  117. Dalton Vieira disse:

    Oi Janina,

    A isenção do imposto para operações de swing trade está relacionada ao somatório das vendas no mês, não é sobre o ganho de capital. Portanto, se ganhou R$3.000,00 em um determinado mês e o somatório das vendas ultrapassou os R$20.000,00, será necessário fazer o cálculo do imposto para realizar o devido recolhimento. Isto é, caso não tenha prejuízo a compensar de meses anteriores.

    Grande abraço.

  118. Janina disse:

    Estou dizendo tipo, esse mês o somatório deu 20 mil não passou e não pago imposto, sendo próximo mês mesma coisa e não pago imposto, pois se eu fazer assim durante 12 meses nunca vou pagar imposto comprando a 15 mil e vendeu a 20 mil no mês.

  119. Dalton Vieira disse:

    Sim, Janina.

    Essa é uma estratégia para tirar proveito da isenção do imposto. Veja se consegue colocá-la em prática. Sucesso!

    Grande abraço.

  120. Vitor disse:

    Oi Dalton, meus parabéns pela iniciativa.
    Eu tenho dúvidas em relação aos arredondamentos. Vou colocá-las aqui.
    1) Minha corretora cobra 9,8 de corretagem. Se eu faço 3 operações com ações diferentes em um dia, então o 5% de ISS fica (29,40 / 0,95) – 29,40 = 1,54 (valor cobrado). Se eu dividir por 3, tenho 0,5133… ou seja, alguma operação deve ficar com 1 centavo a mais de ISS. Qual delas?

    2) A mesma pergunta serve para a taxa de liquidação e emolumentos. Suponha que a taxa de liquidação tenha dado, por exemplo, 3,16. Este valor cobrado é resultado do cálculo sobre o valor líquido total de todas as 3 operações (0,0275%). Quando eu preciso saber o custo individual, eu faço (valor da operação 1 / valor total) * 3,16. Desse modo, é fácil cair em uma situação do tipo: operação 1 = 1,50450 operação 2 = 1,00250 operação 3 = 0,65300. Se arredondar para baixo nos centavos, vai faltar um. Este centavo entra no valor que possui a maior terceira casa decimal após a vírgula?

    3) Valor médio. Suponha que eu emita uma ordem de compra de 300 ações por 14,85. A nota de corretagem me indica que acabei comprando 200 ações por este valor, mas 100 custaram 14,84. Custo médio foi de 14,84666… Se eu vender 100 ações por 15,30, tenho lucro de 45,3333… Se eu vender mais 100, o mesmo. E as últimas 100, o mesmo. Como se vê, não posso arredondar tudo porque não vai dar o valor de 4590 – 4454 = 136. A última operação deve finalizar o valor total (lucrar 46)? Qual a regra de arredondamento?

    Procurei informações na receita, sem sucesso. Onde estão estas regras? Muito obrigado!!!

  121. Dalton Vieira disse:

    Oi Vitor,

    1) Pode colocar 0,52 para qualquer uma ou simplesmente deixar para arredondar só final, após aplicar a alíquota do imposto.

    2) Você pode usar o arredondamento natural. Na média haverá outras operações que arredondarão para cima. A outra possibilidade é arredondar somente no final, conforme comentado acima.

    3) É o que mencionei acima. Umas vão arredondar para cima e outras para baixo. Na média vai dar tudo certo e você estará fazendo o mais importante, recolhendo o imposto devido.

    Grande abraço.

  122. João de Almeida disse:

    Boa noite Dalton!

    Gostaria de saber:
    Porque as taxas de liquidação e emolumentos não têm um valor fixo como na taxa informada pela Bovespa (0,0325%). Eu calculei e dá valores diferentes, como 0,031765%, 0,034137%, 0,031706%, 0,032308%. Tem alguma variável do dia? Pois algumas operações de maior valor tem alíquotas menor, mas outras seguem a proporção de tamanho.

  123. Dalton Vieira disse:

    Oi João, bom dia.

    Geralmente as taxas (percentual de cobrança) são fixas. Durante o leilão o percentual cobrado é menor. De qualquer forma, seria bom verificar junto a sua corretora se há algum tipo de variação ou plano de cobrança que a mesma oferece.

    Grande abraço.

  124. Luan disse:

    Dalton boa tarde, pode por gentileza dizer os custos para operar mini dolar e mini indice ? obrigado.

  125. Dalton Vieira disse:

    Oi Luan,

    Vai depender de cada corretora. Por exemplo, a XP cobra 1,00 por contrato para o mini índice e mini dólar (https://www.xpi.com.br/comece-a-investir/custos-operacionais/). Taxas de emolumentos, liquidação e registro em http://www.bmfbovespa.com.br/pt_br/servicos/tarifas/acoes/.

    Grande abraço.

  126. Dylan disse:

    Olá Dalton,

    Eu nunca investi em ações mas gostaria de começar…
    Meu pensamento seria comprar tipo 1000 ações da Petrobras para retirar daqui um ano.(Meu pensamento que o valor irá aumentar muito em um ano). Você recomenda?
    Depois eu iria retirar esse dinheiro e dividi-lo melhor com outros investimentos.

    No caso se a corretora cobra somente taxa de corretagem e nenhuma taxa de custódia.

    Para eu comprar e vender irei pagar somente duas taxas de corretagem?(Penso em aplicar com a Clear Corretora e ela não cobra taxa de custódia).

    Obrigado! Ótimo matéria

    Dylan

  127. Dalton Vieira disse:

    Oi Dylan,

    Não realizo recomendações para esse prazo operacional. Dentro do meu perfil, estratégias para prazo maior (6 meses, 1, 2 anos, etc), eu buscaria entradas (aportes) após movimentos de baixa seja no gráficos semanal ou mensal.

    Grande abraço.

  128. Alfredo Nascimento Filho disse:

    Rapaz! Que maravilha! Parabéns!
    Muito melhor que o site da BM&FBOVESPA. Lá não cita a taxa de 0,025% para operação daytrade no mercado a vista, só cita a de 0,0325%.
    BM&FBOVESPA que vergonha!

  129. claudioc disse:

    Dalton, [arabéns pelo material,

    Poderia dar um exemplo de cálculo dos emolumentos e registro para o minidolar. Não encontro em lugar nenhum uma explicação convincente.
    Um abraço

  130. Patrique disse:

    Se eu comprar 200 papeis acoes .por um prazo de 6 meses , eu vender 1 ou 3 semana ( qualquer dia antes do prazo de 6 meses) antes do prazo ,tem multa ou algo por vender antes do prazo sendo que a ação tevo o lucro que eu queria antes do prazo

  131. Dalton Vieira disse:

    Oi Patrique, boa tarde.

    Quando você compra ações diretamente, via Home Broker, não há prazo para ficar com elas. Inclusive, você pode vender suas ações no mesmo dia que comprou. Acredito que você esteja falando algo específico de algum fundo de ações que pode ter um prazo de carência. Neste caso, é importante ler o prospecto do próprio fundo.

    Grande abraço.

  132. Marcelo disse:

    Professor, blz?
    Acho que vc inverteu na tabela de emolumentos/liquidação a percentagem quanto ao day trade e operações normais, não?

  133. Dalton Vieira disse:

    Oi Marcelo, bom dia.

    Não. Está correta a tabela. Mais detalhes em: http://www.bmfbovespa.com.br/pt_br/servicos/tarifas/listados-a-vista-e -derivativos/renda-variavel/tarifas-de-acoes-e-fundos-de-investimento/ a-vista/.

    Grande abraço.

  134. Diego Freitas disse:

    Olá Professor parabéns pela aula!

    Tenho uma dúvida: Como é cobrado os emolumentos em uma operação de Day Trade de Contratos Futuros quando estamos operando alavancados?
    Ex:
    Comprei 5 DOL a 3.244,60 e os Vendi por 3.249,60.
    O lucro Bruto foi de 1.250,00.
    A margem de garantia exigida para operar estes 5 DOLs foi de 12.167,25.
    Entendo que o valor representativo que estou operando é de 811.150,00.

    A dúvida é se o emolumento (0,0250%) é cobrado sobre esse valor representativo (811 mil). Se for, daria: 202,78.

    Seria isso mesmo?

  135. Matheus Alves disse:

    Professor, boa tarde!

    Minha dúvida é sobre a corretagem.
    Por exemplo, efetuei a venda, não possuindo o ativo na carteira, e depois efetuei a compra, me beneficiando da queda do ativo.

    Se a taxa de corretagem day-trade fosse de $17,00
    Qual seria o valor que eu seria taxado nessa operação?

  136. Dalton Vieira disse:

    Oi Diego, bom dia.

    Nos contratos futuros a fórmula de cálculo dos emolumentos é diferente, leva em consideração a média de contratos negociados nos últimos 21 pregões. Por gentileza, consulte os links abaixo para mais detalhes.

  137. Dalton Vieira disse:

    Oi Matheus, bom dia.

    A taxa de corretagem é cobrada ao executar parcial ou completamente a operação. Logo, no exemplo que você deu terá o valor da corretagem 2x, uma n compra e outra na venda.

    Grande abraço.

  138. Diego Freitas disse:

    Obrigado Dalton pela resposta ;)
    Só fiquei triste pois é um cálculo bem complexo pra automatizar numa planilha
    …na verdade só queria ver um exemplo real simples com contrato futuro pra saber se o valor de emolumento é geralmente alto assim mesmo :/

    forte abraço

  139. Alexandre disse:

    2017 e esse texto está melhor que todos os vídeos que assisti.. Parabéns pela didático e exemplos simples. Obrigado!

    Alexandre, Santo André

  140. Dalton Vieira disse:

    Oi Alexandre, bom dia.

    Muito obrigado pelo valioso feedback. Espero sempre vê-lo por aqui e no meu canal no youtube (http://bit.ly/1guyirt).

    Grande abraço.

  141. Luís disse:

    O ISS deve ser pago pela corretora, é ela que presta o serviço.

  142. Luis disse:

    Não entendi por que no exemplo foi utilizado para o cálculo dos emolumentos a taxa de 0,0345%.

    Não seria 0,0325%?

  143. Dalton Vieira disse:

    Oi Luis, boa tarde.

    Sim, há um bom tempo o valor foi alterado pela bolsa para 0,0325%. Inclusive há um aviso durante o vídeo informando esta mudança.

    Grande abraço.

  144. guilherme disse:

    Uma duvida dalton, no caso de uma ordem compra de 1000 ações, que foi executada parcialmente durante um dia de 200 em 200 ações. quantas vezes me será cobrado a corretagem, 1 ou 5 ?

    Desde já obrigado

  145. Dalton Vieira disse:

    Oi Guilherme, boa tarde.

    Se foi uma única ordem enviada e ela foi sendo executada aos poucos será cobrada apenas uma corretagem. Se executou parcialmente e você cancelou e restante para enviar esse restante na cotação atual do ativo, então haverá cobrança de duas corretagens.

    Grande abraço.

  146. anderson disse:

    Dalton,

    dá 1 força!!

    Estou querendo operar com WING17

    minha dúvida é

    vamos dizer que operei compra e venda de 08 lotes,
    vendendo-os em 05 operações.

    no final, obtive 1 ganho de 700 pontos.

    700x 0,20 =140,00

    esse lucro é líquido ou como posso saber quanto na realidade ganhei ou qual serão os custos dessa operação.

    ou existe uma regra de qual percentual aplicar e ter 1 métrica aproximada?

  147. Renato Amorim disse:

    Dalton, iniciei meus “estudos” sobre “investimentos na bolsa” há uma semana. Fiquei fascinado pois, após 52 anos, não imaginava algo tão interessante. Porém, o mais encantador é o que há nas “entrelinhas” do mercado. E você, de forma clara, consegue, através dessa página, dar uma verdadeira aula. Ou seja, mostra, o que existe por detrás do mercado sem incutir o medo que tanto é propagado por quem o conhece. Parabéns. Te curto muito.

  148. Dalton Vieira disse:

    Oi Anderson, boa tarde.

    Você terá que deduzir os custos operacionais para saber qual foi o ganho líquido. Geralmente a corretagem é por contrato operado. Exemplo: 1,00 por contrato, seja na compra ou na venda. Comprou 8 contratos e na sequência encerrou a posição, logo o custo de corretagem será de 16,00. Há ainda os custos de emolumentos, liquidação, registro, etc. O valor cobrado não é fixo, pois vai depender do número de contratos que foram operados em média nos últimos 21 dias.

    Grande abraço.

  149. Dalton Vieira disse:

    Oi Renato, boa tarde.

    Muito obrigado por prestigiar o conteúdo aqui do site e do meu canal no youtube (http://bit.ly/1guyirt). Espero sempre vê-lo por aqui.

    Grande abraço.

  150. Vitor Cunha disse:

    Dalton, no exemplo sobre emolução e liquidação você aponta que o custo será de R$3,80. Porém, 0,0345 de R$10.000,00 não é R$3,45, mas sim R$345,00.
    Estou considerando investir R$1.000,00 em ações, porém o custo da taxa de emolução e liquidação, somado às taxas bancárias e do módulo básico da corretora, parece tornar inviável eu obter lucro sem uma grande valorização das ações. Faz sentido isso? Pode respoder para o meu e-mail, por favor.

    Abraço!

  151. Cleber disse:

    Bom dia Dalton, gostaria de saber se essas taxas são cobras automaticamente na transação ou se tenho que me preocupar em pagar.

  152. Dalton Vieira disse:

    Oi Vitor, boa tarde.

    O valor mencionado é percentual. 0,0345% de 10.000,00 é 3,45. O valor atual dos custos Bovespa é de 0,0325%.

    Grande abraço.

  153. Dalton Vieira disse:

    Oi Cleber, boa tarde.

    São cobradas automaticamente.

    Grande abraço.

  154. Erivaldo disse:

    Olá Dalton!

    Eu gostaria de saber se as taxas para o mini indice são as mesma porcentagem que as das ações ? Se for outros valores, quais são?

    Desde já agradeço

    Abraço

  155. Santos disse:

    Boa noite.

    Parabéns pelas explicações Grátis. Show de bola. Muito bom mesmo.

    Tenho algumas dúvidas e queria ver se você pode tirar-las.

    Criei uma tabela para calcular os meus custos nas minhas operações.

    Mas não sei quais taxas que são cobradas que tenho que colocar nela.

    Coloquei uma tabela com os Emolumentos na Compra e na Venda baseado no seu exemplo. Achava que só cobrava apenas na execução da posição.

    Eu teria que colocar mais duas colunas um pra compra e outra pra venda para inserir a taxa de liquidação?

    Posso te mandar a tabela para você dar uma olhada e dar alguma sugestão?

    Desde já agradeço.

  156. Dalton Vieira disse:

    Oi Erivaldo, boa tarde.

    É um pouco diferente, pois há valores fixos e variáveis de acordo com a média de contratos operados. Mais detalhes em: http://www.bmfbovespa.com.br/pt_br/servicos/tarifas/listados-a-vista-e -derivativos/renda-variavel/tarifas-de-ibovespa-e-indice-brasil-50/fut uros-e-estruturadas/.

    Grande abraço.

  157. Rômulo Barbosa disse:

    Boa noite!

    A taxa de corretagem para compras e vendas se dilui entre elas?

    Por exemplo, digamos que em 01/01/2017 eu comprei 100 ações da ABCD3 por R$ 2,00 cada e 100 ações da WXYZ4 por R$ 2,50 cada e custos operacionais de R$ 5.

    Efetivamente, o preço individual de cada ação foi de R$ 2,02 e 2,53, respectivamente, certo?

    Digamos que em 01/02/2017 eu decida vender as 100 ABCD3 por R$ 2,10 cada, mas compre também 100 ações da EFGH6 por R$ 3,00 cada. Os custos operacionais desse dia de operações tenha sido R$ 10.

    Efetivamente, o preço de cada ação foi de R$ 2,06 para a venda (descontando a participação da operação de venda da ABCD3) e R$ 3,06 para as EFGH6?

    Se esse meu raciocínio estiver certo, meu lucro por ação ABCD3 foi efetivamente de R$ 0,04 (2,06 – 2,02)?

    Por fim, se isso estiver certo, é o mesmo que valeria para o Imposto de Renda caso a venda no mês superasse os R$ 20.000,00?

  158. Dalton Vieira disse:

    Oi Santos, bom dia.

    Segue uma planilha simples mais antiga que fiz para o controle das operações em ações com cálculo de IR (http://bit.ly/1Y5bxes). Veja se te ajuda.

    Grande abraço.

  159. Dalton Vieira disse:

    Oi Rômulo, boa tarde.

    Seu raciocínio faz sentido, pois basicamente cada operação vai gerar um custo operacional específico. Retirando a questão da corretagem que costuma ser fixa, os outros custos tendem a ser proporcionais ao montante de cada operação executada.

    Grande abraço.

  160. Wanderlei disse:

    Saudações

    Curti muito sua explicação didática.

    Tenho pergunta sobre IR…

    Esse ano, o valor de isenção de IR, é de R$ 28.559,70

    Supondo que ano que vem, o valor seja R$ 30.000,00

    Se eu tiver lucro nas operações de BOLSA/AÇÕES, mas, meus rendimentos totais desse ano, forem INFERIORES a 30.000,00 Reais, O dinheiro retido nas operações BOVESPA, é restituível na declaração do ano que vem?

    Supoe que ganhei R$ 20 MIL em salários esse ano e que tive lucro de 5.000 Reais em ações (15% de 5000 = 750 Reais)

    Mas, meus rendimentos (Lucro ações + salários) somados deram 25.000 Reais, menos que 30.000 Reais….

    Esses 750 Reais, são restituíveis?

    Obrigado

  161. divonsir santos disse:

    ola amigo dalton. primeiramente parabens pelas explicações. as mais simples e honestas que encontrei na net até agora. cara estou iniciando por aqui e nem comecei comprar ainda, mas tenho varias duvidas: esses termos encerrar posição, significa vender as ações e sair da empresa? day trade e swing trade significam o dia da compra e da venda?
    se eu comprar 2000 R$ de uma empresa para longo prazo e deixar la esse dinheiro terei que pagar todo mes as taxas da corretora (custodia e oque mais)?

  162. Rui Duarte disse:

    Tenho uma dúvida sobre como declarar o lucro anual isento (vendas mensais abaixo de 20000) na seção de Rendimentos Isentos. Alguém poderia ajudar?
    No valor a declarar na Seção de Rendimentos Isentos de vo somar somente os meses onde tive lucro, ou somar meses com lucro e meses com prejuízo?

  163. Dalton Vieira disse:

    Oi Wanderlei, bom dia.

    Não sou um especialista na declaração anual do IR para responder sua pergunta. De qualquer forma, recomendo este artigo que pode lhe ajudar de alguma forma. http://www.blogdoinvestidor.com.br/investimentos/como-declarar-acoes-n o-imposto-de-renda/

    Grande abraço.

  164. Dalton Vieira disse:

    Oi Divonsir, bom dia.

    1. Sim, se você estiver comprado.

    2. Day trade: compra e venda (entrada e encerramento) no mesmo pregão. Swing trade é uma operação que pode durar 1 dia ou 2-3 semanas.

    3. Pagará as taxas ao executar as operações e poderá pagar uma custódia mensal se a corretora cobrar. Há corretoras que não cobram.

    Muito obrigado pelas congratulações ao conteúdo do meu site e canal no youtube (http://bit.ly/1guyirt). Grande abraço!

  165. Dalton Vieira disse:

    Oi Rui, bom dia.

    Recomendo este artigo de outro site: http://www.blogdoinvestidor.com.br/investimentos/como-declarar-acoes-n o-imposto-de-renda/.

    Grande abraço.

  166. osita disse:

    Boa noite,
    tenho uma dúvida.
    pergunta. São taxas, exceto a cobrança de:
    R. Serviços público prestados pelo poder público.

  167. Ronaldo Sousa disse:

    Boa noite, muito boa as explicações. Gostaria de saber como calcular os emolumentos para operações daytrade dos mini contratos. Poderia me ajudar?

  168. Dalton Vieira disse:

    Oi Ronaldo, bom dia.

    Vai depender da média de contratos operados nos últimos 21 dias. Veja através deste link a fórmula de cálculo: http://www.bmfbovespa.com.br/pt_br/servicos/tarifas/listados-a-vista-e -derivativos/renda-variavel/tarifas-de-ibovespa-e-indice-brasil-50/fut uros-e-estruturadas/.

    Grande abraço.

  169. Antonio Henrique disse:

    tenho uma duvida, por favor: como eu vou saber sobre qual valor aplicar as taxas de emolumentos, liquidação e registro numa operação daytrade no mini dolar ou dolar cheio, sendo q cada corretora cobra valores diferentes de margem de garantia para cada contrato executado? exemplo; se faço uma compra de 10 contratos no preço de 3,1500 e vendo a 3,1525, em qual valor vou aplicar os percentuais? peço a gentileza, se possível, que envie a resposta para meu email, por favor!

  170. Gabriel disse:

    Olá, gostaria de saber se quando eu emito uma compra, mas ela não é realizada, a corretora cobra o valor da corretagem mesmo assim?

  171. Dalton Vieira disse:

    Oi Gabriel, boa tarde. A corretagem só é cobrada para ordens executadas. Logo, se não foi executada parcial ou totalmente sua compra, então não haverá corretagem.

    Grande abraço.

Deixe seu comentário

  • Para sua imagem aparecer ao lado de seu nome nos comentários, cadastre-se no Gravatar usando o mesmo e-mail com o qual comentou.
  • Para pedidos de parceria utilize o formulário de contato.
  • Comentários que deixam a impressão de divulgação de outro site através do fornecimento de links serão excluídos.