Pular a navegação e ir direto para o conteúdo


Blog

30.07.2009 | 8:56

Gerdau PN (GGBR4) – OBV divergente no diário

Publicado na(s) categoria(s) Análises, Espaço Aluno, Gerdau, por Aluno

A seguir a análise da GGBR4 realizada pelo Fernando Maiola no Espaço Aluno.

GGBR4 - SemanalAs ações da Gerdau fecharam o pregão desta quarta-feira em queda de 2,45%, a R$ 21,06. Na semana, a desvalorização é de 4,32%, e acontece após o segundo teste de uma forte resistência aos R$ 22,39 (topo mais recente alcançado após uma significativa perna de alta).

Assim, neste tempo gráfico, a ação está desenvolvendo uma congestão entre esta resistência e o forte suporte em R$ 19,34. Além disso, as médias móveis de longo e médio prazos (SMA65 e EMA13) estão afunilando, próximas a esses limites, e também funcionando como regiões de suporte e resistência. Vale ressaltar que o OBV, neste tempo gráfico (semanal), está em congestão – coerente com o preço da ação, sem antecipar qualquer tipo de rompimento.

Já no gráfico diário o ativo está testando uma importante faixa de suportes. Dentre eles está a média móvel de curto prazo (EMA13), o qual foi rompido neste pregão. Outro suporte é o dos R$ 20,97, uma antiga resistência rompida recentemente e testada como suporte diversas vezes (sempre respeitado). Um fechamento em alta e com volume acima da média nos próximos pregões pode formar um fundo que leve a ação a testar novamente a faixa de resistência que vai entre R$ 22,50 e R$ 23,00.

O fato negativo é que o OBV está com uma forte divergência neste tempo gráfico, o que aumenta a probabilidade de a ação ir buscar os suportes do gráfico semanal, entre R$ 20,00 e R$ 19,34. O gráfico ao lado mostra claramente a divergência citada:

    GGBR4 - OBV Divergente

  • Retângulos: coerência entre preço e OBV há algumas semanas, quando estavam em congestão;
  • Círculos: o preço está acima da região de congestão representada pelo retângulo, enquanto o OBV está longe de sequer chegar no retângulo (o círculo indica onde o OBV deveria estar, aproximadamente, pra que estivesse coerente com o preço).

Isso mostra que o volume para a queda do preço após a congestão foi muito mais significativo do que o volume da subida subsequente – ou ao menos mostra que a alta no preço foi exagerada em comparação com o volume que a fez subir. Caso a região dos R$ 20,00 a R$ 19,24 seja testada, pode haver uma ótima oportunidade de compra de curto/médio prazo, quando da formação de um fundo.

Muito obrigado,
Fernando Maiola

Um comentário

Assine os feeds dos comentários deste post

  1. Dalton Vieira disse:

    Olá Fernando,

    Muito boa sua análise. A ação realmente apresenta uma divergência com o OBV. No último pregão chegou até a ameaçar uma forte alta, mas perdeu força no final do pregão.

    Vamos ver se fecha o mês de julho acima dos 21,24, o que poderia abrir espaço para buscar os 25,00 no curto a médio prazo.

    Grande abraço.

Deixe seu comentário

  • Para sua imagem aparecer ao lado de seu nome nos comentários, cadastre-se no Gravatar usando o mesmo e-mail com o qual comentou.
  • Para pedidos de parceria utilize o formulário de contato.
  • Comentários que deixam a impressão de divulgação de outro site através do fornecimento de links serão excluídos.