Pular a navegação e ir direto para o conteúdo


Blog

17.01.2008 | 21:40

IBOV – Bernanke aumenta mau humor do mercado

Publicado na(s) categoria(s) Ibovespa, por Dalton Vieira

Na análise anterior mencionei que o Ibovespa havia quebrado a tendência de alta e rompido a faixa de negociação (congestão). Destaquei também:

A divergência de alta do Clímax do Ibovespa nesta região de suporte é um sinal de uma possível “recuperação” para o próximo pregão (17). Entretanto, vale ressaltar que os suportes superados nestes dois dias de queda servirão de resistências para uma possível alta do IBOV.

Nesta quinta-feira (17) o Ibovespa começou o dia até confirmando a divergência do Clímax com alta superior a 1%. No entanto, bastou o chairman do FED, Ben Bernanke, se pronunciar às 13hs para “azedar” as bolsas de valores pelo mundo. O IBOV reverteu a alta e fechou o dia em forte baixa de 2,96%.

Bernanke apóia pacote de estímulo fiscal para a economia

WASHINGTON (Reuters) – O chairman do Federal Reserve, Ben Bernanke, apoiou nesta quinta-feira os esforços de criação de um pacote de estímulo fiscal para a economia, e repetiu que o banco central norte-americano está pronto para atuar agressivamente para conter os riscos de recessão.

O chairman do Fed voltou a trazer uma avaliação desanimadora sobre a saúde da economia, como fez na semana anterior –o que foi visto como um sinal de que o banco central pode cortar o juro em 0,50 ponto percentual no final do mês.

“Recentemente, a informação que chega tem sugerido que o cenário sobre a atividade real em 2008 piorou e que os riscos ao crescimento se tornaram mais pronunciados”, disse.

O fechamento de hoje (17) em 57.036 pontos confirmou a quebra da tendência de alta e rompimento do suporte da congestão, destacados na análise anterior. O que havia sido sinalizado pela LAD (linha de avanços e declínios) na análise semanal publicada aqui no blog se confirmou ontem (16) e intensificou hoje.

O problema agora é que a LAD do Ibovespa perdeu um suporte do dia 10/09. Portanto é mais um sinal de que o IBOV pode romper o fundo deste dia em 52.320 pontos (valor de fechamento: 52.652), não necessariamente em um único movimento de baixa. O mais interessante é que este suporte (fundo) coincide com a projeção de queda após o rompimento do triângulo no dia 15, muito bem lembrada no comentário do Daniel Luchine aqui no blog. Antes deste suporte há outro em 55.566 proporcionado pela máxima do dia 04/09 (topo).

A seguir a LAD do Ibovespa contendo as marcações referentes ao parágrafo acima.

* O gráfico acima foi retirado do software de análise gráfica Winstockchart (site: www.winstockchart.com.br)

Até breve!

Deixe seu comentário

  • Para sua imagem aparecer ao lado de seu nome nos comentários, cadastre-se no Gravatar usando o mesmo e-mail com o qual comentou.
  • Para pedidos de parceria utilize o formulário de contato.
  • Comentários que deixam a impressão de divulgação de outro site através do fornecimento de links serão excluídos.