Pular a navegação e ir direto para o conteúdo


Blog

22.11.2007 | 9:47

IBOV – O ponto desfavorável

Publicado na(s) categoria(s) Fluxo dos Investidores, Ibovespa, por Dalton Vieira

Na análise anterior mencionei que a maior probabilidade era Ibovespa testar o topo histórico em 65.948 pontos. Destaquei também o que quebraria a perspectiva de alta, o que ocorreu no primeiro dia desta semana (19/11). Ao fechar abaixo da mínima do dia 14/11 e da média móvel exponencial de 13 períodos (MME) o Ibovespa sinalizou novamente o teste do suporte em 60.894, o que ocorreu no pregão desta quarta-feira, dia 21/11.

A divergência (ponto desfavorável) entre o saldo dos investidores estrangeiros (SIE) e o IBOV, destacado no final da análise anterior, pesou no início desta semana. Na semana passada (12 a 16/11) o SIE fechou negativo em R$ 1,58 bilhão, aumentando o saldo negativo do mês para R$ 3,15 bilhões. Observe abaixo a divergência nos 02 últimos pontos do gráfico semanal de outubro a novembro/07.


O Ibovespa no pregão de ontem (21/11) fechou abaixo do suporte de fechamento em 60.894 pontos, o que não é um bom sinal. Pode ocorrer uma pressão compradora neste ponto? Sim, porque de 60.894 a 58.292 há uma zona de suporte importante (gráficos diário e semanal). O rompimento e fechamento abaixo do suporte em 59.472 quebrará a tendência de alta no gráfico diário do Ibovespa. Pontos que intensificam esta quebra:

  1. Rompimento da linha de tendência de alta;
  2. Não conseguiu romper a linha de tendência de baixa;
  3. Topos e fundos descendentes;
  4. Abaixo da MME 13.
  5. Saldo negativos dos investidores estrangeiros na Bovespa.

Um fechamento desta semana (gráfico semanal) abaixo da mínima (61.034) da semana anterior e principalmente de 60.894, aumentará a probabilidade do IBOV testar o suporte em 58.292 pontos. O momento realmente é de cautela para quem opera no curto prazo.

Até breve!

2 Comentários

Assine os feeds dos comentários deste post

  1. Luiz disse:

    Dalton, a impressão que eu tenho é que se os “gringos” não pararem de vender, nada impede um novo passeio pelos 48 mil pontos.
    Se dados econômicos ruins continuarem a aparecer as vendas vão continuar.
    Ou devido a valorização de agosto para cá, o fundo agora seria outro?

    Abraço e sucesso no curso!

    Luiz

  2. Dalton Vieira disse:

    Olá Luiz,

    Há alguns suportes antes dos 48.000,00, o mais forte na minha opinião está em 58.292 e em seguida por volta dos 55.500 pontos.

    O fechamento desta semana será importante para avaliarmos as probabilidades destes suportes serem testados.

    Uma queda maior do Ibovespa é até interessante para adicionar mais ações em uma carteira de longo prazo. Em caso de uma queda parecida com a do mês de agosto, gera oportunidades de boas compras no curto prazo.

    Obrigado por participar constantemente do site e pelos votos de sucesso para o treinamento.

    Grande abraço
    Dalton Vieira

Deixe seu comentário

  • Para sua imagem aparecer ao lado de seu nome nos comentários, cadastre-se no Gravatar usando o mesmo e-mail com o qual comentou.
  • Para pedidos de parceria utilize o formulário de contato.
  • Comentários que deixam a impressão de divulgação de outro site através do fornecimento de links serão excluídos.