Pular a navegação e ir direto para o conteúdo


Blog

22.08.2007 | 20:06

IBOV – Touros em ação

Publicado na(s) categoria(s) Ibovespa, por Dalton Vieira

Na análise “Que semana!“, dia 18/08, destaquei:

A formação do candle desta sexta-feira significa indecisão, corpo pequeno e pavio grande nas duas extremidades. Portanto, um fechamento acima da máxima (49.588) deste candle aumenta a probabilidade de ocorrer um movimento de alta. Por outro lado, se houver um fechamento abaixo da mínina (46.876) e principalmente do suporte em 46.752, já mencionado em análises anteriores, aumenta a probabilidade de testar o suporte em 44.937 (mínima do dia 16/08).

Após o fechamento de ontem (21/08) acima da resistência em 49.588 pontos, os touros (compradores) comandaram o pregão de hoje e fizeram o Ibovespa fechar em forte alta de +3,87%. O fechamento de hoje é superior as outras 03 resistências destacadas na análise “Cenário de incerteza continua…“. Como podemos observar no gráfico diário (figura ao lado) o candle de hoje fechou praticamente na máxima do dia, o que aumenta a probabilidade do IBOV testar a região de resistência em torno dos 52.846 pontos (fundo de fechamento anterior, LTB e média móvel de 65 períodos).

O movimento de alta atual representa uma retração superior a 61,8% do Fibonacci, referente ao último movimento de baixa. Se o Ibovespa conseguir romper a região de resistência supracitada e fechar acima da máxima (53.669) da semana passada, teremos então um bom sinal de alta no semanal, sinalizando a possível quebra da tendência de baixa no gráfico diário.

Continuo cauteloso e aguardando o sinal de alta no gráfico semanal. O volume financeiro de hoje foi superior aos dias de alta que o antecederam, mas abaixo dos volumes da queda.

Bovespa sobe por 4o dia e tem 2a maior alta do ano

SÃO PAULO (Reuters) – Sem notícias negativas relativas ao crédito imobiliário de risco nos Estados Unidos, a Bolsa de Valores de São Paulo manteve o tom de recuperação dos últimos dias e voltou a fechar em alta, desta vez a mais acentuada desde março e a segunda maior de 2007.

“Muitas pessoas estão especulando que o Fed cortará o juro, mas é uma discussão bastante controversa”, disse Linda Duessel, estrategista de mercado da Federated Investors, em Pittsburgh.
“Estamos tendo uma recuperação. Há vários dias não ouvimos notícias ruins do setor financeiro, embora não devamos acreditar que (o problema) já acabou”, completou.

“Está melhor em cima do quadro externo, mas ainda não dá para ficar tranquilo. O estrago foi feito”, comentou o operador de uma corretora nacional que prefere não ser identificado.

Obrigado pela leitura. Até breve!

Deixe seu comentário

  • Para sua imagem aparecer ao lado de seu nome nos comentários, cadastre-se no Gravatar usando o mesmo e-mail com o qual comentou.
  • Para pedidos de parceria utilize o formulário de contato.
  • Comentários que deixam a impressão de divulgação de outro site através do fornecimento de links serão excluídos.