Pular a navegação e ir direto para o conteúdo


Blog

21.05.2010 | 19:29

Ibovespa perde importante suporte

Publicado na(s) categoria(s) Análises, Carlos Debastiani, Ibovespa, por Aluno

Nesta última quarta-feira (19/05/2010) o Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo, perdeu um importante suporte, na região dos 60.000 pontos.

O fato é muito significativo, pois ocorre em convergência com diversos outros fatores que apontam para o crescente pessimismo dos investidores em relação ao mercado.

Segundo informações veiculadas pela Reuters News, no acumulado de 2010, os resgates feitos por investidores estrangeiros superam as aplicações em 3 bilhões de reais. Somente nos primeiros 18 dias de maio a saída líquida de capital estrangeiro da Bovespa chegou a 1,7 bilhão de reais.

Essa evasão do capital externo, motivada pelos temores de um agravamento da crise financeira na zona do Euro, e também pela divulgação de dados pouco animadores sobre a evolução da economia americana, já podia ser observado no gráfico do indicador OBV do índice paulista, que mostrou uma linha em queda durante todo o mês de Maio.

O suporte de 60.000 pontos era uma linha de referência importante por ter sido testada diversas vezes, sem ruptura, desde sua formação, no final de setembro de 2009.

O gráfico do índice paulista encontra novo suporte na região dos 55.000 pontos, patamar que deve alcançar nos próximos dias, depois de prosseguir em queda. Se for perdido também este suporte, o Ibovespa deve seguir rumo aos 48.000 pontos, onde encontra nova zona de frenagem na tendência de baixa que, em tal patamar, terá regredido toda a evolução alcançada durante os últimos 12 meses.

Num cenário de probabilidades como esse, já podemos vislumbrar uma nova crise no mercado de ações brasileiro, muito parecida com a que assistimos no segundo semestre de 2008.

Aos investidores que possuírem capital disponível, a retomada do crescimento após a forte queda representará excelente oportunidade para a compra de papéis a preços muito reduzidos.

Carlos Alberto Debastiani é empresário, investidor e autor dos livros “Candlestick“, “Análise Técnica de Ações” e “Avaliando Empresas, Investindo em Ações“.

Um comentário

Assine os feeds dos comentários deste post

  1. Dalton Vieira disse:

    Olá Carlos,

    Concordo com sua análise, inclusive tinha publicado uma ontem (link abaixo) fazendo uma comparação com o início da crise de 2008.

    Cheguei a comentar que minha expectativa era de repique de alta testando os 60 a 62 mil antes de buscar os 55 mil pontos. Interessante que o IBOV fez isso, algo semelhante a 2008.

    Obrigado pelo artigo no blog. Um excelente final de semana.

    Grande abraço.

Deixe seu comentário

  • Para sua imagem aparecer ao lado de seu nome nos comentários, cadastre-se no Gravatar usando o mesmo e-mail com o qual comentou.
  • Para pedidos de parceria utilize o formulário de contato.
  • Comentários que deixam a impressão de divulgação de outro site através do fornecimento de links serão excluídos.