Pular a navegação e ir direto para o conteúdo


Blog

03.08.2007 | 2:17

Introdução à Análise Técnica

Publicado na(s) categoria(s) Análise Técnica, Aprendizado, por Dalton Vieira

Metodologias usadas na hora de investir

A seguir alguns dos métodos usados para se investir no mercado de ações:

1. Análise Técnica – Também conhecida como análise gráfica, é um método de avaliação que consiste em estudar o comportamento dos preços, através dos seus movimentos no decorrer de um determinado período. O analista técnico busca identificar padrões gráficos que se repetem periodicamente, com o objetivo de auxiliar suas negociações no mercado financeiro.

2. Análise Fundamentalista – Este método de avaliação é baseado em estudar a receita líquida, os balanços patrimoniais, o EBITDA (Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization – o lucro antes das despesas financeiras, impostos, depreciação e amortização), bem como o setor de atuação da empresa e a situação econômica do país. O analista fundamentalista busca saber como está a “saúde” da empresa, visando apoiar sua decisão de investimento.

3. “Achismo” (Bola de Cristal) - Geralmente este é o “método de avaliação” mais usado pelas pessoas que começam a investir em ações. Por meio de notícias veiculadas pelos jornais, televisão e outros, o investidor acha que uma determinada ação vai se valorizar e então decide investir nela. Outra forma também muito usada é seguir “dicas” de outras pessoas, como por exemplo: a ação da empresa X vai subir uns 40% até o final do ano.

Investir em uma ação usando o “achismo”, sem nenhum tipo de avaliação (técnica e/ou fundamentalista), é como comprar boi ou avestruz sem saber se os animais existem e se são de boa qualidade. Normalmente esta “metodologia de investimento” não traz bons resultados, fazendo com que o investidor individual desista de aplicar seu capital em ações após um ou outro prejuízo.

Análise Técnica

“A análise técnica é psicologia social aplicada. Seu objetivo é identificar tendências e mudanças no comportamento das multidões, a fim de tomar decisões inteligentes sobre as operações no mercado.”

O que é o Preço?

Cada ação possui um determinado valor (preço). O que é o preço? É o consenso de valor entre compradores e vendedores ao negociar uma ação. O preço da ação sobe se os compradores estão com mais apetite do que os vendedores. O preço da ação cai se os vendedores estão com mais apetite do que os compradores.

Escala Gráfica

Os estudos da análise técnica são realizados por intermédio de gráficos, limitados por um eixo vertical (Y) de preço e outro horizontal (X) de tempo, conforme exibido na figura abaixo.


Escala Logarítmica versus Aritmética do eixo Y (preço)

# Aritmética – mede os movimentos dos preços em termos unitários.

# Logarítmica – mede os movimentos dos preços em termos percentuais.

Estudo de Caso:
Suponhamos que o preço de uma ação suba de $10,00 para $60,00 em um período. O movimento do preço de $10,00 para $20,00 terá a mesma distância vertical de $50,00 para $60,00, ou seja, 10 pontos na escala aritmética. No entanto, na escala logarítmica a distância vertical não será a mesma. Por quê? Porque quando o preço sobe de $10,00 para $20,00 a valorização é de 100% e quando sobe de $50,00 para $60,00 a valorização é de 20%. Portanto, na escala logarítmica a primeira distância será de 100 pontos e a segunda de 20 pontos.

A seguir dois gráficos mensais nas escalas aritmética e logarítmica. Observe a diferença dos gráficos no eixo Y (preço).



Tipos de Gráfico

Há diversos tipos de gráfico representando a escala preço x tempo. Os 03 tipos mais usados são: Barras, Candlesticks e Linha. Veja abaixo a figura ilustrando cada um destes:


Gráfico de Barras

Cada barra é a representação gráfica da oscilação do preço de um determinado ativo, no decorrer de um período (exemplo: dia, semana ou mês). A barra é constituída de 04 preços. São eles: Abertura, Fechamento, Máxima e Mínima. A seguir a definição de uma barra.


Observe que a barra é uma linha vertical contendo um traço lateral esquero e um direito. O traço esquerdo é o preço de abertura e o direito o preço de fechamento. Se o preço de fechamento for superior ao de abertura, então temos uma barra de alta. Se o preço de fechamento for inferior ao de abertura, então temos uma barra de baixa. Os extremos superior e inferior da barra representam a cotação máxima e mínima, respectivamente, de um ativo em um intervalo de tempo. Quanto mais alta for a barra (linha vertical), maior terá sido a oscilação dos preços (diferença entre a máxima e a mínima) no período.

Veja abaixo um exemplo do gráfico diário de barras, muito utilizado pelos analistas técnicos:


Gráfico de Candlesticks

Cada candlestick (candle), conhecido também como vela, é a representação gráfica da oscilação do preço no decorrer de um determinado período (exemplo: dia, semana ou mês). Os preços que compõem um candle são: Abertura, Fechamento, Máxima e Mínima. Veja abaixo a definição de um candle.


Na figura acima o candle com o corpo de cor branca representa alta, sendo o preço de fechamento superior ao de abertura. O candle com o corpo de cor preta representa baixa, sendo o preço de fechamento inferior ao de abertura.

Os candles são amplamente conhecidos pelos analistas técnicos, pois possuem formações que podem representar padrões de reversão ou continuidade de um tendência de alta ou baixa. Veja abaixo um exemplo do gráfico diário de candles.


Gráfico de Linha

É a representação gráfica do preço de fechamento de cada período por intermédio de uma linha. Veja abaixo um exemplo de um gráfico diário de linha.


Periodicidade

Os analistas técnicos usam determinados tempos gráficos para estudar o comportamento dos preços de um ativo financeiro. Exemplos de alguns tempos gráficos: horário, diário, semanal e mensal. Quanto maior o tempo gráfico usado pelo analista, maior tende a ser a duração (prazo) de suas operações (investimentos).


Cada barra ou candle de um gráfico semanal representa a oscilação dos preços no decorrer da semana (segunda a sexta-feira). Neste caso, o preço de abertura é o valor da primeira negociação ocorrida no início da semana, após a abertura do pregão Bovespa. Já o preço de fechamento é a última negociação ocorrida em uma ação no final da semana, antes do encerramento do pregão. A máxima e mínima da seman
a é o maior e o menor valor negociado, respectivamente, de uma ação no decorrer da semana.

Tempos gráficos inferiores a um dia (horário e minutos) são geralmente usados para realizar operações intraday (daytrade), ou seja, compra e venda de uma ação no mesmo dia.

A seguir alguns exemplos de tempos gráficos:

“A consciência do tempo é um sinal de civilização. As pessoas sensatas têm consciência do tempo, ao passo que alguém que age impulsivamente ignora o tempo. Os analistas de mercado que prestam atenção ao tempo estão conscientes de uma dimensão oculta para as multidões.”
ALEXANDER ELDER

Como usar a periodicidade dos gráficos?

A seguir alguns exemplos de estratégias para se trabalhar com a periodicidade dos gráficos.

1. Ao analisar o gráfico diário de uma ação para identificar os possíveis pontos de entrada em uma operação, primeiramente analise o gráfico semanal. Seu objetivo é operar no gráfico diário a favor da tendência e do grupo dominante (compradores ou vendedores) no gráfico semanal.

2. Ao analisar o gráfico semanal de uma ação para identificar os possíveis pontos de entrada em uma operação, primeiramente analise o gráfico mensal. Seu objetivo é operar no gráfico semanal a favor da tendência e do grupo dominante no gráfico mensal.

Quanto maior o tempo gráfico, maior a importância dos padrões (sinais) gráficos.


Persistência
“Nada no mundo pode tirar o lugar da persistência. O talento não; nada é mais comum do que homens fracassados mas talentosos. O gênio não; gênio não reconhecido é quase um provérbio. A educação também não; o mundo está cheio de homens instruídos desamparados. Persistência e determinação são onipotentes. O lema “vá em frente” resolveu e ainda resolverá os problemas da raça humana.”
CALVIN COOLIDGE

Passo anterior: Introdução ao Mercado de Ações

Próximo passo: Princípios Essenciais

18 Comentários

Assine os feeds dos comentários deste post

  1. Anonymous disse:

    Olá Dalton!!
    Estou adorando os artigos….
    Mas e agora?
    Estudo escolho um tipo de gráfico e estudo os padrões e tendências?
    Abçs
    Daniela

  2. Dalton Vieira disse:

    Olá Daniela,

    Fico feliz que esteja gostando dos artigos do blog. Se você já leu o artigo Princípios Essenciais sugiro que você pratique a identificação dos movimentos, tendência, suporte e resistências.

    A partir deste ponto você começará a identificar pontos de compra próximos aos suportes ou pontos de venda próximos às resistências sempre a favor da tendência (principalmente do gráfico semanal).

    Os pontos de entrada podem ocorrer através dos padrões gráficos nos suportes ou resistências. Estarei em breve dando prosseguimento ao treinamento no blog.

    Obrigado pelo comentário.

    Grande abraço
    Dalton Vieira

  3. Fernando disse:

    Caro Dalton,

    Parabéns pela qualidade das informações e pela simplicidade dos textos. Tem me ajudado muito a entender outros textos que não são tão simples ou são mais pobres de exemplos.

    Estou lendo o livro do Alexander Elder, ele usa os termos “divergência de alta” e “divergência de baixa”, mas quando vejo os exemplos nos gráficos fico confuso quanto ao conceito.

    Você poderia comentar e mostrar em gráficos estes conceitos? Certamente ajudaria muitos iniciantes com eu.

    Obrigado por compartilhar seus conhecimentos.

    Um forte abraço,

    Fernando

  4. Dalton Vieira disse:

    Fernando,

    Na minha última análise do Ibovespa coloquei algumas imagens de divergências do IBOV com alguns indicadores.

    Buscarei novos exemplos para fixar o seu entendimento sobre divergências de alta e baixa.

    Muito obrigado pelos valiosos elogios. Espero vê-lo mais vezes por aqui.

    Grande abraço.
    Dalton Vieira

  5. Fernando disse:

    Olá Dalton,

    Obrigado pela sua pronta resposta. Sim, você me verá aqui com freqüência.

    Li a sua analise sobre o IBOVESPA, acho que entendi o conceito. Aguardo novas analises para solidificar este conhecimento.

    Fiquei com a mesma dúvida de outra pessoa. O que é LAD?

    Por favor, não se aborreça com as perguntas ingênuas!

    Um forte abraço e bom final de semana.

    Fernando

  6. Dalton Vieira disse:

    Olá Fernando,

    Fique à vontade para perguntar, pois uma das formas de crescermos em conhecimento é através do questionamento. Este espaço (blog) é nosso e tem por objetivo o aprendizado constante sobre investimentos no mercado de ações.

    Sobre a LAD, coloquei uma descrição mais detalhada na própria análise semanal do Ibovespa.

    Fico contente que tenha entendido o conceito sobre divergência.

    Grande abraço.
    Dalton Vieira

  7. profbarcia disse:

    Muito legal a abordagem de seu site, Danton. Parabéns!

    Abs,
    Marcelo

  8. <b>Dalton Vieira</b> disse:

    Olá Marcelo,

    Obrigado pelos parabéns.

    Fico feliz que tenha gostado. Espero sempre vê-lo por aqui.

    Grande abraço.
    Dalton Vieira

  9. adv disse:

    Olá, não vi por aqui análises de volumes e alguns indicadores, suas principais funções, como usar, enfim, um pouco de conhecimento sobre outros elementos que irão possibilitar uma entrada e saída mais satisfatória. Realmente não foi escrito ou eu que não achei? – De qualquer forma parabenizo pela qualidade dos seus artigos e fico ansioso na espera de conteúdos desse tipo.

  10. <b>Dalton Vieira</b> disse:

    Olá ADV,

    Em breve darei continuidade ao treinamento escrito abordando os principais indicadores. Já há dois indicadores mistos que descrevi aqui no treinamento, cujo o foco dos mesmos está voltado a leitura do mercado (LAD e Clímax).

    Muito obrigado pelos parabéns. Espero sempre vê-lo por aqui.

    Grande abraço e um ótimo feriado de carnaval.
    Dalton Vieira

  11. júlio disse:

    olá! sempre uso as divergências do estotástico ou do MACD para verificar bons pontos de entrada, tem me dado bons resultados; mas fato curioso, qdo um oscilador indica uma posição no gráfico para um fundo, e logo depois, ocorre um mesmo fundo e o oscilador indica uma posição bem abaixo da indicada anteriormente, isso é algum sinal importante? teria algum nome?; pois entendo por divergência de alta qdo em um fundo mais baixo que um anterior, o oscilador falha ao indicar uma posição mais baixa… obrigado e parabéns pelo blog

  12. <b>Dalton Vieira</b> disse:

    Olá Júlio,

    Não entendi muito bem a sua dúvida. Poderia por favor enviá-lo por e-mail (blog@daltonvieira.com) contendo uma figura ilustrativa.

    Muito obrigado.

    Grande abraço.
    Dalton Vieira

  13. Julio disse:

    Olá Dalton, obrigado pela sua disposição, através da figura no link abaixo vou tentar ser mais claro.

    Repare que no estotástico, para um mesmo fundo, ele fez indicações diferentes, a primeira bem mais rasa que a segunda (marcadas em círculos)

    A dúvida é, isso tem algum nome em específico? É algum sinal importante? Se no segundo círculo o estotástico tivesse feito um fundo mais raso que o primeiro, eu entenderia como uma divergencia altista, importante sinal.

  14. <b>Dalton Vieira</b> disse:

    Olá Júlio,

    No gráfico de candles os pequenos “movimentos” estão praticamente dentro do candle do dia 28/01. Portanto, tínhamos neste ponto uma pequena congestão, onde o estocástico sinaliza um possível rompimento para baixo (divergência de baixa no fundo – menos importante).

    No gráfico de linha ocorreu um fundo inferior ao anterior, conforme aconteceu com o estocástico. Caso tenha interesse posso enviar a figura para você, basta enviar um e-mail para blog@daltonvieira.com que o responderei anexando a figura. No gráfico que você salvou os fundos estão batendo em um mesmo nível.

    Conheço funcionamento do estocástico mas não tenho muita experiência com ele, pois não o uso nas minhas análises.

    Muito obrigado por enriquecer o blog com sua dúvida. Espero sempre vê-lo por aqui.

    Grande abraço.
    Dalton Vieira

  15. joão henrique disse:

    Olá Dalton, vejo que você usa algumas definições do Elder. Estou lendo o “aprenda a operar no mercado de ações” e ele cita muito os termos “venda a descoberto” e “compra a descoberto” para operação de ações, eu não consigo entender o que seria uma venda/compra de ação a descoberto, isso não seria apenas para opções? Se você puder me dar uma clareada nesse impasse mesmo que de forma breve e genérica eu agradeceria. Obrigado

  16. <b>Dalton Vieira</b> disse:

    Olá João Henrique,

    Vamos ver se consigo simplificar:

    1. Comprar a descoberto – significa adquirir ações sem ter o dinheiro para pagar por elas. Algumas corretoras disponibilizam esta modalidade, mas cobrando uma mensal de por exemplo 4% ao mês. É como se você tivesse uma linha de crédito para comprar ações sem ter o dinheiro. Fazendo uma comparação, seria o “mesmo” de pegar um empréstimo em um banco para comprar algum bem que deseja.

    2. Venda a descoberto – Basicamente é a venda de uma determinada quantidade de ações que você toma emprestado do mercado (também pagando uma taxa juros por esse empréstimo), com o objetivo de ganhar também na queda do preço de um ativo. Exemplo: Você vendeu 100 ações (01 lote) da PETR4 a descoberto no dia 28/02. Será creditado o dinheiro na sua conta junto a corretora (ex.: 8.600,00), referente a esta venda. Há um prazo para devolução deste empréstimo (aluguel) de ações. Ontem você foi lá no mercado e recomprou as 100 ações da petrobrás pagando 7.800,00 por elas.

    Desta forma, seu lucro bruto nesta operação foi de $800,00. Deste lucro você deduzirá os custos operacionais da operação e também valor referente aos juros do empréstimo (aluguel).

    Espero que tenha ficado mais claro para você o que é compra e venda a descoberto. Não são todas corretoras que permitem este tipo de operação.

    Obrigado por participar e enriquecer o blog. Espero sempre vê-lo por aqui.

    Grande abraço.
    Dalton Vieira

  17. Vanessa disse:

    Olá Dalton,
    Fico feliz em saber que ainda há pessoas como você no mundo. Você levou um tempo para aprender o que sabe, e agora divide isso conosco.
    Estou entrando agora no mercado de ações, e não entendia nadinha de nada. Só sabia que tinha dia que eu estava lucrando e no dia seguinte tava perdendo dim-dim. Agora com essas dicas posso aprender a traçar estratégias e saber o melhor momento para comprar e vender minhas ações.
    Muito obrigada.
    Que Deus te abençoe abundantemente.

  18. Dalton Vieira disse:

    Olá Vanessa,

    É uma grande satisfação compartilhar conhecimento e saber através de comentários como o seu que de alguma forma o conteúdo deste site agrega valor na vida de outros investidores.

    Muitíssimo obrigado pelo retorno. Continuarei compartilhando novos vídeos de aprendizado. Espero sempre vê-la por aqui.

    Grande abraço.

Deixe seu comentário

  • Para sua imagem aparecer ao lado de seu nome nos comentários, cadastre-se no Gravatar usando o mesmo e-mail com o qual comentou.
  • Para pedidos de parceria utilize o formulário de contato.
  • Comentários que deixam a impressão de divulgação de outro site através do fornecimento de links serão excluídos.