Pular a navegação e ir direto para o conteúdo


Movimentos

Entenda os Movimentos: Alta, Baixa e Lateral

O que são os movimentos de alta, baixa e lateral? Saiba como identificá-los no gráfico. Princípios essenciais da Análise Técnica

Médias Móveis

Médias Móveis – Aprenda como utilizá-las para auxiliar suas operações

Entenda o indicador mais versátil da Análise Técnica, quais são suas principais características e como usá-las a favor das suas operações.

Stops de oscilação e fechamento

Stops de oscilação e fechamento – Conheça as vantagens e desvantagens

Qual destas opções de stop possibilita automatizar a saída de uma operação malsucedida? Saiba também o que é o violino e como evitá-lo. Assista!

Linha de Tendência de Baixa

Linha de Tendência de Baixa – O que é e quais são seus sinais gráficos

Saiba como traçar a LTB no gráfico de um ativo em tendência de baixa. Descubra também quais são os sinais gráficos obtidos ao usar a LTB. Assista!

Ombro Cabeça Ombro

Ombro Cabeça Ombro – Saiba como identificar e tirar proveito

Saiba o que é, como identificar no gráfico e tirar proveito operacionalmente desta figura de reversão. Assista!


Blog

28.02.2008 | 0:36

IBOV – Nas alturas

Publicado na(s) categoria(s) Ibovespa, por Dalton Vieira

Após uma subida de 13.000 pontos e 06 dias consecutivos de alta, o Ibovespa chega na zona de resistência do topo histórico. Será que ainda há força compradora suficiente para fechar acima de 65.790 ou romper a máxima histórica em 66.528 pontos? O OBV (on balance volume) indica o possível rompimento do topo histórico.

Por outro lado, o histograma do MACD já sinaliza uma divergência de baixa através das barras descendentes, enquanto o índice continua fazendo novas máximas. O fato é que neste momento o IBOV encontra-se bem esticado, portanto o risco aumenta consideravelmente para efetuar compras de curto prazo. O ideal ao meu ver é aguardar uma correção que teste algum dos suportes mencionados na análise anterior.

Enquanto isso vamos observando a escalada com os stops mais apertados (para os comprados no curto prazo).

Até breve!

27.02.2008 | 10:37

IBOV – Resistências e Suportes

Publicado na(s) categoria(s) Ibovespa, por Dalton Vieira

A força dos touros (compradores) que persiste desde o excelente fechamento da semana anterior tem pela frente as seguintes resistências:

  1. 65.638 – maior fechamento do gráfico semanal;
  2. 65.790 – maior fechamento do gráfico diário; e
  3. 66.528 – máxima histórica do IBOV.

As resistências superadas de 63.614 (máxima do dia 10/01) e 64.583 (máxima do dia 27/12) serão os primeiros suportes a serem testados em uma possível correção (retração) do atual movimento de alta. Após estes suportes há também a mínima do dia 22 (63.360) e a média móvel de 13 períodos.

A seguir o gráfico diário do Ibovespa.


Até breve!

26.02.2008 | 0:52

Curso em Taubaté/SP – Agradecimentos!

Publicado na(s) categoria(s) Treinamento, por Dalton Vieira

Neste final de semana (23 e 24 de fevereiro/2008) ministramos (eu e o Robson) o curso Aprendendo a Operar no Mercado de Ações em Taubaté/SP. Agradeço a participação de todos (Helio, Gustavo, Lavinia, Roberto, Saulo, Mykalas, Renata, Clodoaldo, José Eduardo, Ricardo, Anderson, Evaldo, Joaquim, Ronald e Thyago) durante os dois dias de ótima convivência e troca de experiência.

A seguir uma foto do formidável grupo que nos prestigiou com sua paciência e atenção durante os dois dias.


O Helio (proprietário da Resolução Gráfica) e o Gustavo foram os responsáveis pela realização do treinamento em Taubaté, pois eles simplesmente providenciaram:

  • o nosso traslado de São Paulo-Taubaté e Taubaté-São Paulo;
  • a divulgação do curso através de folders e contatos com amigos e interessados;
  • todo o material de apoio do curso;
  • a nossa estada no hotel Baobá, cujas instalações são muito boas; e
  • a infra-estrutura necessária para a realização deste evento.

Os folders e o material de apoio (apostila, bloco de anotações, etc) foram impressos na Resolução Gráfica (www.resolucaografica.com.br), que por sinal ficaram excelentes! Parabéns Hélio pela qualidade nos trabalhos da sua gráfica. Parabéns também para os dois (Helio e Gustavo) por toda a organização do treinamento. Muito obrigado!

A todos os participantes os meus sinceros parabéns! Fiquei muito feliz em ver pessoas de outras cidades (Campinas, Atibaia, Iperó, São Paulo) no curso, como também de Taubaté. Foi um grande prazer conhecê-los.


Nos encontraremos em breve (virtualmente) na nossa aula de revisão. Além disso, teremos o Fórum do WinStockChart e o próprio blog para mantermos o constante aprendizado. Espero sempre vê-los por aqui.

Desejo sucesso nos estudos e investimentos. Contem comigo!

Grande abraço.
Dalton Vieira

Depoimentos deste curso: clique aqui

22.02.2008 | 0:37

IBOV – Padrão de reversão dos candles

Publicado na(s) categoria(s) Notícias, por Dalton Vieira

Nesta quinta-feira (21) o Ibovespa formou um padrão de reversão dos candles chamado Shooting Star, bem na região de resistência destacada na análise anterior. A ação dos ursos (vendedores) nesta região deixou um grande pavio na parte superior do candle. Este fato aumenta a probabilidade baixa para o próximo pregão (22).

Além disso, ocorreu também uma divergência de baixa da LAD e do Clímax em relação ao Ibovespa. Mais dois pontos que apontam para queda na sexta.

As bolsas nos EUA fecharam o dia (21) em baixa. O Dow Jones registrou queda de 1,15%, S&P 500 1,29% e Nasdaq 1,17%. Já o Ibovespa fechou praticamente estável (0,07%). Um fato bastante interessante é que após a forte queda iniciada principalmente no dia 11/01 até 23/01, os principais índices das bolsas de valores espalhadas pelo mundo entraram em uma faixa de negociação (congestão). No entanto, o IBOV foi o único a subir e fechar acima do topo (10/01) que antecedeu o grande movimento de baixa. Até quando vai durar este descolamento, ainda mais em carreira solo?

Suportes mais próximos no IBOV: 63.614 e 63.224 (antigas resistências). Os demais suportes do gráfico diário estão abaixo dos 62.000. Será que o fechamento da semana será acima dos 63.224 pontos (máxima da semana anterior) ou dos 62.536 pontos (máxima da semana que vai do dia 14 a 18/01 e que representa uma importante resistência)? Vamos acompanhar.

Nesta sexta-feira (22) não há indicadores relevantes previstos no Brasil nem nos EUA.

Até breve!

21.02.2008 | 9:48

IBOV – Reversão no suporte

Publicado na(s) categoria(s) Ibovespa, por Dalton Vieira

Nesta quarta-feira (20) a maior probabilidade de baixa do Ibovespa, devido ao sinal de baixa do dia 19, parou no suporte proporcionado pelas duas médias móveis (13 e 65 períodos). O pregão do dia 20 abriu confirmando o sinal de baixa do dia anterior. Entretanto, ao atingir uma queda de 1% e praticamente encostar nos suportes supracitados, os touros (compradores) entram em ação e fizeram o Ibovespa fechar em alta de 2,33%.

O fechamento de ontem (20) foi acima de duas resistências: 63.224 (máxima do dia 14/02) e 63.614 (máxima do dia 10/01). A resistência mais importante estava em 63.614, pois era o topo que antecedia o grande movimento de baixa iniciado no dia 11/01. Este fato confirma a forte recuperação do Ibovespa, praticamente anulando a queda do mês de janeiro.

A ação dos touros aumenta a probabilidade do IBOV testar a região de resistência que vai de 64.288 (fechamento do dia 26/12) e 64.583 (máxima do dia 27/12). Um volume financeiro maior no rompimento das resistências destacadas no parágrafo anterior reforçaria ainda mais o controle da situação por parte dos compradores.

Investidores Estrangeiros

O que ainda me deixa “com um pé atrás”, em relação ao movimento de alta do IBOV, é que o saldo dos investidores estrangeiros ficou negativo na semana anterior (11 a 15/02). Além disso, abriram a semana vendendo mais do que comprando, ou seja, divergente da alta de 2,5% do dia 18/02. Enfim, é um ponto a se observar de perto.

Até breve!

20.02.2008 | 8:49

VALE5 – Engolfo de baixa na resistência

Publicado na(s) categoria(s) Treinamento, Vale, por Dalton Vieira

No segundo dia (19) após a boa notícia destacada na análise anterior, um novo gap de abertura ocorreu devido a empolgação dos touros (compradores). Entretanto, ao testar a resistência em $50,00 do gráfico diário (figura ao lado), proporcionada pela máxima do topo do dia 10/01, os ursos (vendedores) entraram em ação.

A pressão vendedora na resistência proporcionou um padrão de reversão dos candles chamado Engolfo de Baixa, o que aumenta a probabilidade de baixa para o pregão desta quarta-feira (20). Outro detalhe interessante a observar é que mais uma vez não houve um fechamento acima da média móvel de 65 períodos (resistência), demonstrando o enfraquecimento dos touros.

O próximo suporte importante no gráfico diário está em $47,00, proporcionado pelo gap de alta do dia 18. Observe também que junto dele está média móvel de 13 períodos, o que aumenta a sua importância. Vamos acompanhar!

Até breve!

Importante: Último dia de inscrição para o curso Aprendendo a Operar no Mercado de Ações em Taubaté/SP (23 e 24 de fevereiro). Clique aqui e saiba mais!

 Página 1.147 de 1.187  « Primeira  ... « 1.146  1.147  1.148  1.149 » ...  Última »