Pular a navegação e ir direto para o conteúdo


Mudança de Polaridade

Entenda a Mudança de Polaridade dos Suportes e Resistências

Saiba o que é e como funciona a mudança de polaridade dos suportes e resistênicas. Entenda os fatores psicológicos por trás deste importante conceito da Análise Técnica.

Padrões Gráficos

Padrões Gráficos – Figuras de Continuidade e Reversão

Assista ao vídeo de introdução aos padrões gráficos da análise técnica. Entenda o que são figuras de continuidade e de reversão.

Resistencia

Resistência – O que é e as principais características

O que é, a psicologia por trás, aspectos importantes e como tirar proveito? Princípio essencial da Análise Técnica. Assista ao vídeo!

Volatilidade

Volatilidade – Saiba o que é e qual sua importância no mercado

Entenda o conceito e quais são as informações importantes fornecidas por essa variável. Saiba também como obter a volatilidade das ações. Assista!

Mercados à Vista e Fracionário

Conheça os mercados à vista e fracionário e saiba suas principais diferenças

Saiba quais são as principais características dos mercados à vista e fracionário. Veja também como saber qual o lote padrão de um ativo. Assista!


Blog

20.12.2007 | 0:37

GOAU4 – Sinal de alta

Publicado na(s) categoria(s) Metalurgica Gerdau, por Dalton Vieira

Na análise anterior destaquei um sinal de alta na CSNA3 . Outra ação que apresentou um bom sinal de alta nesta quarta-feira, dia 19/12, foi a GOAU4. A seguir os destaques positivos deste sinal de alta:

  1. Alta de 2,2% aliada a um ótimo volume de negociações (72,76% superior aos últimos 30 dias).
  2. Os dois últimos dias de alta possuem um volume de negociações bem superior aos dias de baixa.
  3. Fechamento acima da resistência do gap de abertura do dia 13/12 e da MME13.
  4. Ocorreu após testar a média móvel de 65 como suporte.
  5. OBV (on balance volume) fez nova máxima histórica.

Pontos desfavoráveis:

  1. Ibovespa abaixo das duas médias móveis (terreno dos ursos).
  2. No dia 13/12 quebrou o movimento de alta (sequência de topos e fundos ascendentes).

Risco de uma operação de compra levando-se em consideração o preço de fechamento $68,17:

  1. 5,88%stop loss posicionado um pouco abaixo da mínima do dia 18/12.
  2. 3,91%stop loss posicionado um pouco abaixo da mínima de hoje.

Vamos acompanhar. Até breve!

19.12.2007 | 23:52

CSNA3 – Novo sinal de alta

Publicado na(s) categoria(s) CSN, por Dalton Vieira

Nesta quarta-feira, dia 19/12, a CSNA3 foi destaque entre as ações que compõem o índice Bovespa. Foi a ação de maior alta (7,15%) e com um volume de negociações (110,85% superior a média dos últimos 30 dias).


Esta forte alta e excelente volume de negociações representam um novo sinal de alta na CSNA3. O fechamento deste dia é acima da média móvel exponencial de 13 períodos (MME13), máxima do dia anterior e da resistência proporcionada pelo gap de baixa do dia 13/12. Ao chegar na resistência de fechamento histórica ($153,54) ocorreu uma pressão vendedora fazendo com que o fechamento do dia ficasse abaixo deste patamar.

Destacados o pontos positivos deste sinal de alta, agora vamos aos negativos:

  1. Ibovespa abaixo das duas médias móveis, podendo testá-las nesta quinta-feira.
  2. Risco da operação alto (9,28%) se o stop loss for colocado abaixo da mínima do Doji (18/12). Caso seja colocado abaixo da mínima de hoje o risco é menor (5,12%), protegido pela MME13. Sempre levando-se em consideração o preço de fechamento $152,51.
  3. Muito próximo das resistências de fechamento ($153,45) e máxima ($150,50).

Outra alternativa de entrada é aguardar o possível rompimento das resistências destacadas no item 3 e um novo sinal de alta, após um movimento de correção (queda).

Até breve!

19.12.2007 | 0:13

IBOV – Reação dos touros no suporte

Publicado na(s) categoria(s) Fluxo dos Investidores, Ibovespa, por Dalton Vieira

Neste terça-feira, dia 18/12, após se aproximar do importante suporte em 59.069 ocorreu uma pressão compradora, conforme mencionado na análise anterior. Esta pressão compradora fez com que o Ibovespa fechasse o dia em alta de 2,12%.

No entanto, no gráfico diário o IBOV continua abaixo das duas médias móveis, ou seja, no terreno dos ursos. Na minha opinião para que os touros (compradores) demonstrem que realmente estão com força após as fortes patadas dos ursos (vendedores) nos últimos dias, será necessário um fechamento acima das resistências destacadas a seguir, acompanhado de um bom volume financeiro.

  1. Média móvel simples de 65 períodos.
  2. Máxima do dia 17/12 (62.444 pontos).
  3. Média móvel exponencial de 13 períodos.

Na semana anterior os investidores estrangeiros venderam mais do que compraram. Portanto o saldo da semana terminou negativo em R$ 1,02 bilhão, coerente com a queda do Ibovespa. No mês o saldo está positivo em R$ 892,85 milhões. A seguir as tabelas com a evolução semanal em dezembro/07 do fluxo de capital dos investidores na Bovespa.


Acredito que é um momento de cautela e paciência ao pensar em operações de curto prazo, pois o cenário nos gráficos de diversos ativos não está bom até o presente momento.

Até breve!

17.12.2007 | 21:17

IBOV – Ursos com muito apetite

Publicado na(s) categoria(s) Ibovespa, por Dalton Vieira

Como no final de semana não fiz a análise semanal devido ao excelente treinamento realizado em Brasília, farei alguns comentários sobre o gráfico semanal após o fechamento do dia 14/12.

Na semana anterior o Ibovespa fechou em baixa de 4,87% a 62.444 pontos. Este fechamento aumentava a probabilidade de nova mínima para esta semana e o teste dos suportes proporcionados pela mínima da semana de 03 a 07/12, média móvel exponencial de 13 períodos (MME) e pelo fechamento de 60.894 pontos.

Cenário de inflação piora; o que o Fed pode fazer?

CHICAGO, Estados Unidos (Reuters) – O aumento da inflação complicou a situação para o Federal Reserve, que tenta evitar uma possível recessão nos Estados Unidos ao mesmo tempo em que lidera o esforço para juntar os pedaços do mercado monetário global.

O índice de preços ao consumidor em novembro, que foi divulgado na sexta-feira e mostrou um salto inesperado tanto no resultado cheio quanto no núcleo dos preços, certamente sepultou potenciais cortes nos juros.

Nesta segunda-feira, 17/12, o Ibovespa fechou em forte baixa de 4,19% acompanhando as bolsas de valores nos EUA. Dois foram os motivos destacados pela maioria dos analistas para esta queda no Ibovespa, além dos dados da inflação norte-americana destacada na matéria acima:
  1. Temor que a crise de crédito nos EUA afete a economia, gerando uma possível recessão.
  2. O Morgan Stanley reduziu a recomendação de ações brasileiras de “em linha com o desempenho do mercado” para “abaixo do mercado“.
Este mau humor dos investidores fez com que os ursos (vendedores) começassem a semana com muito mais apetite que os touros (compradores). Este é um dos pontos que gosto muito da análise técnica pois há a possibilidade da leitura do sentimento do mercado refletida no preço.

No treinamento deste final de semana destacamos bastante a maior probabilidade de baixa para esta semana no Ibovespa. A confirmação já ocorreu nesta segunda-feira, onde o IBOV fechou inclusive abaixo de 60.000 pontos. Este fechamento sinaliza o possível teste do suporte em 59.069 pontos, local onde os touros podem aumentar o apetite, dificultando um fechamento abaixo deste valor.

Após este suporte há outros dois muito importantes:

  1. 58.292 – máxima do topo no mês de julho/07.
  2. 58.095 – mínima do dia 27/11. (O rompimento deste suporte representará a quebra da tendência de alta do gráfico diário e semanal.)
Gostaria de aproveitar e agradecer a presença de todos os participantes no curso Aprendendo a Operar no Mercado de Ações. Foi uma grande satisfação conhecer novos investidores, inclusive de outros estados. Desejo a todos sucesso nos estudos e investimentos. Sejam bem-vindos ao site. Será um grande prazer colaborar na fixação do aprendizado através do Fórum WinStockChart, local onde esclarecemos dúvidas, publicaremos exercícios e debateremos análises.

Muito obrigado a todos. Até breve!

13.12.2007 | 0:47

IBOV – Ursos em ação na resistência

Publicado na(s) categoria(s) Ibovespa, por Dalton Vieira

O Ibovespa pela terceira vez testou a antiga resistência histórica (65.948) e mais uma vez não conseguiu fechar acima. O candle desta quarta-feira (12/12) é a formação de uma Shooting Star (padrão de reversão dos candles) na resistência, o que pode sinalizar a continuidade do movimento de baixa se houver um fechamento abaixo de sua mínima (64.502).

Nesta quarta-feira a maior parte das ações que compõem o índice fecharam em baixa. No entanto, o Ibovespa fechou em leve alta de +0,35%. Mais uma vez as ações da Petrobrás (ON e PN), que possuem um peso considerável no índice, evitaram o fechamento em baixa do Ibovespa. A pressão vendedora que encerrou o pregão de hoje (12/12) sinaliza uma mínima inferior a 64.502 para esta quinta-feira (13/12) e possivelmente o teste do suporte proporcionado pela média móvel exponencial de 13 períodos.


Bovespa perde força após fechamento mas termina no azul

SÃO PAULO (Reuters) – Animada com o plano divulgado por vários bancos centrais para conter o aperto no mercado global de crédito, a Bolsa de Valores de São Paulo terminou a quarta-feira em alta, apesar do recuo momentâneo em Wall Street ter reduzido os ganhos do dia no mercado acionário brasileiro.

O que representaria uma nova perspectiva de alta para o IBOV? Um fechamento acima de 65.948 pontos.

Vamos acompanhar e esperar que a ação dos ursos (vendedores) principalmente no fechamento do pregão não persista amanhã. Até breve!

13.12.2007 | 0:06

CSNA3 – Operação encerrada

Publicado na(s) categoria(s) CSN, por Dalton Vieira

Na análise anterior “Ibovespa e juros nos EUA caem” mencionei:

Dependendo do fechamento das bolsas asiáticas e desempenho dos mercados europeus nesta quarta, o stop de proteção será acionado apenas ocorrendo uma mínima inferior ao valor citado anteriormente.

Com o fechamento e a abertura em baixa das bolsas asiáticas e européias, respectivamente, aumentava a possibilidade de baixa do Ibovespa para esta quarta-feira (12/12). Desta forma, o stop de proteção seria acionado se houvesse uma oscilação abaixo de $150,30. O mesmo foi acionado logo após a abertura do pregão e a operação de compra foi encerrada em $150,10.

A operação de compra iniciada no dia 29/11, após o sinal de alta do dia 28/11, durou 09 dias de pregão e obteve um lucro bruto de 12,06%. Agora é aguardar pacientemente uma nova oportunidade.

Até breve!

 Página 1.229 de 1.261  « Primeira  ... « 1.228  1.229  1.230  1.231 » ...  Última »