Pular a navegação e ir direto para o conteúdo


Médias Móveis

Médias Móveis – Aprenda como utilizá-las para auxiliar suas operações

Entenda o indicador mais versátil da Análise Técnica, quais são suas principais características e como usá-las a favor das suas operações.

Start ou Stop de Compra

Start ou Stop de Compra – Entenda como automatizar a compra de um ativo

Não tem tempo para acompanhar o pregão? Simples, automatize suas entradas através da ordem de Start. Saiba como!

Gaps de Alta e Baixa

Gaps de Alta e Baixa – Saiba o que são e como identificá-los no gráfico

Entenda como os gaps de alta e baixa são formados. Saiba quais são suas principais características e como tirar proveito. Assista!

Formações dos Candles

Formações dos Candles – Saiba quais são as principais e o que sinalizam

Saiba quais são as formações dos candles que representam força ou fraqueza dos touros ou ursos, bem como quais são os pontos de avaliação.

Início da Tendência de Baixa

Início da Tendência de Baixa – Saiba como ocorre

Aprenda a identificar o ínicio de uma tendência de baixa do preço. Assista ao vídeo e entenda este importante conceito através de exemplos práticos na BVMF3 e CSNA3..


Blog

02.12.2007 | 18:05

IBOV – Análise da semana: 26 a 30/11

Publicado na(s) categoria(s) Análises Semanais, Ibovespa, por Dalton Vieira

Gráfico Mensal – Reação no final do mês

Neste mês de novembro o Ibovespa fechou em baixa de 3,54%. Chegou a oscilar abaixo da mínima (59.472) do mês anterior, mas a pressão compradora neste suporte foi forte o suficiente para fazer reduzir as perdas do mês que chegaram a ser de 11% no dia 27/11. Este foi um sinal de que os touros continuam no comando no gráfico mensal.

Gráfico Semanal – Touros em ação no suporte

Após testar o importante suporte em 58.292 pontos o IBOV fechou a última semana do mês de novembro em alta de 3,34%. O fechamento desta semana aumenta a probabilidade de testar a resistência em 64.609 pontos. Observe que a média móvel exponencial de 13 períodos (MME) funcionou como um importante suporte, não ocorrendo um fechamento abaixo da mesma após oscilar abaixo nas duas últimas semanas. Este é um sinal que ainda o controle é dos touros (compradores) neste tempo gráfico.

Outro ponto importante na semana foi o volume financeiro muito superior ao da semana (19 a 23/11) de queda. Ponto a favor para o teste da resistência supracitada.

Gráfico Diário – Testando a LTB

A partir do dia 27/11, onde houve o teste do suporte em 58.292 pontos, houve uma forte pressão compradora fazendo com que o Ibovespa tivesse altas consecutivas até o fechamento da semana. Um ponto que reforça este movimento de alta é o aumento crescente do volume financeiro. Outra variável a favor é que o IBOV voltou para o terreno dos touros (compradores), acima da MME.

No momento o gráfico está na resistência proporcionada pela linha de tendência de baixa (LTB). Um fechamento acima da máxima (63.701) da sexta-feira (30/11) aumentará a probabilidade do Ibovespa retomar a tendência de alta, caso ocorra um fechamento acima de 64.630 pontos.

Qual seria o sinal ruim para o atual movimento de alta? O não fechamento acima de 63.701 e um fechamento abaixo da MME. Estas ocorrência aumentariam a probabilidade da confirmação da tendência de baixa (pivô de baixa).

Boa semana para todos. Até breve!

30.11.2007 | 10:31

Como será o fechamento da semana e do mês?

Publicado na(s) categoria(s) Fluxo dos Investidores, Ibovespa, por Dalton Vieira

O Ibovespa ontem, dia 29/11, fechou em alta de 0,72% nos 62.156 pontos. Observe que ao se aproximar da linha de tendência de baixa ocorreu uma pressão vendedora, formando um padrão de reversão dos candles chamado de Shotting Star. A confirmação deste padrão ocorrerá se houver um fechamento abaixo da mínima (61.645) deste dia. Por outro lado, um fechamento acima da máxima (63.190) deste dia aumentará consideravelmente a probabilidade da quebra da tendência de baixa.

O fechamento do Ibovespa nesta sexta-feira, dia 30/11 (início das negociações da BM&F na Bovespa) será importante, pois teremos o encerramento da semana e do mês após o ter ocorrido o teste de importantes suportes no semanal e mensal. Outro ponto a avaliar é fluxo do capital estrangeiro até o dia 30 (só saberemos na quarta-feira da próxima semana, devido à defasagem de 02 dias), porque até o momento está negativo no mês de novembro em R$ 4,97 bilhões (até o dia 27/11).

Apenas para informar um ponto positivo para esta sexta-feira é que as bolsas européias operam em alta em torno de 1,00% e a bolsa de tóquio fechou em alta.

Vamos aguardar. Até breve!

29.11.2007 | 0:51

IBOV – Forte sinal de alta no suporte

Publicado na(s) categoria(s) CSN, Ibovespa, por Dalton Vieira

Hoje, dia 28/11, o Ibovespa fechou em forte alta de 3,84% impulsionada pela alta em Wall Street.

Expectativa por corte do juro impulsiona Wall Street

NOVA YORK (Reuters) – As bolsas de valores dos Estados Unidos fecharam em forte alta nesta quarta-feira, diante das expectativas por um corte na taxa básica de juro pelo Federal Reserve em dezembro, que deram fôlego às ações de companhias do setor financeiro pelo segundo dia consecutivo.

O candle desta quarta-feira representou um forte sinal de alta que aumenta consideravelmente a probabilidade de uma nova máxima no próximo pregão. Fatores importantes neste sinal de alta:
  1. Volume financeiro alto;
  2. Grande candle de alta com fechamento próximo à máxima do dia;
  3. Ocorreu após testar o importante suporte em 58.292 pontos e da média móvel simples de 65 períodos;
  4. Fechamento acima:
    1. da média móvel exponencial de 13 dias;
    2. da máxima do dia 26/11;
    3. dos antigos suportes que tornam-se resistências em 59.472 e 60.894.

Próximas resistências:

  1. 64.630 pontos – máxima de fechamento do topo do dia 14/11;
  2. Linha de tendência de baixa (LTB).

É importante ressaltar que o Ibovespa quebrou a tendência de alta no gráfico diário no dia 26/11 e que só haverá a retomada desta tendência se houver o rompimento da máxima do dia 14/11.

Uma ação que emitiu um bom sinal de alta no gráfico diário (figura ao lado) foi a CSNA3. No semanal está usando a MME 13 como suporte, boa região para possíveis compras, principalmente se esta semana fechar acima das máximas anteriores. Próximas resistências importantes em 136,79 e 144,00.

Até breve!

27.11.2007 | 21:13

Brasília – Treinamento realizado!

Publicado na(s) categoria(s) Treinamento, por Dalton Vieira

Neste final de semana (23 a 25/11) ministrei o treinamento Aprendendo a Operar no Mercado de Ações, em conjunto com o Robson Jardim (idealizador do software de análise gráfica WinStockChart).

Fiquei realmente muito satisfeito ao ministrar o treinamento. Agradeço a excelente avaliação que recebi após o término do curso, inclusive durante os coffee breaks. Estamos trabalhando agora para disponibilizar nesta semana um fórum com área exclusiva para os participantes, com o objetivo de sanar possíveis dúvidas, comentar algumas operações, dentre outros.

O próximo treinamento ocorrerá provavelmente no mês de dezembro, aqui mesmo em Brasília. As pessoas indicadas pelos participantes do último treinamento terão prioridade na inscrição.

Sejam todos muito bem-vindos ao blog. Obrigado pelos 03 ótimos dias de convivência. Desejo sucesso a todos!

Grande abraço.
Dalton Vieira

26.11.2007 | 23:04

IBOV – Ursos no comando

Publicado na(s) categoria(s) Fluxo dos Investidores, Ibovespa, Vale, por Dalton Vieira

Gráfico semanal

O candle da semana (19 a 23/11) confirmou um sinal de baixa ao fechar em 60.970, abaixo da mínima da semana anterior (12 a 16/11). Este sinal de baixa aumentou a probabilidade para a continuidade do movimento de baixa e possível teste do suporte em 58.292, destacado no gráfico semanal ao lado.

Gráfico Diário

No pregão desta segunda-feira (26/11) o Ibovespa quebrou a tendência de alta ao romper o suporte em 59.472 pontos. O fechamento de hoje em 59.069, abaixo da mínima do dia 22/10 e da média móvel de 65 períodos, aumenta a probabilidade de ocorrer uma nova mínima no próximo pregão e do possível teste do suporte em 58.292.

O cenário em diversos ativos no gráfico diário é baixista, com preços abaixo da média móvel exponencial de 13 períodos (MME). A VALE5 por exemplo testou as resistências do gap ocorrido no dia 21/11 e da MME e fechou abaixo da faixa de negociação, iniciada após o dia 02/10 (gráfico ao lado). Um sinal ruim para os comprados!

Veja abaixo um pequeno resumo do dia da forte queda do Ibovespa (-3,12%). Clique na imagem para ampliá-la.


O saldo dos investidores estrangeiros (SIE) até o dia 22/11 está negativo em R$ 5,15 bilhões. O mês de julho/07 foi o que registrou o maior volume de vendas dos estrangeiros na Bovespa desde 1995, com o SIE fechando negativo em R$ 3,2 bilhões. Lembrando que este foi o mês que antecedeu a crise das subprimes nos EUA. Até o presente momento o mês de novembro supera o recorde do SIE em quase R$ 2 bilhões. O momento realmente é de muita cautela ao se pensar em operações de curto prazo.

Até breve!

22.11.2007 | 9:47

IBOV – O ponto desfavorável

Publicado na(s) categoria(s) Fluxo dos Investidores, Ibovespa, por Dalton Vieira

Na análise anterior mencionei que a maior probabilidade era Ibovespa testar o topo histórico em 65.948 pontos. Destaquei também o que quebraria a perspectiva de alta, o que ocorreu no primeiro dia desta semana (19/11). Ao fechar abaixo da mínima do dia 14/11 e da média móvel exponencial de 13 períodos (MME) o Ibovespa sinalizou novamente o teste do suporte em 60.894, o que ocorreu no pregão desta quarta-feira, dia 21/11.

A divergência (ponto desfavorável) entre o saldo dos investidores estrangeiros (SIE) e o IBOV, destacado no final da análise anterior, pesou no início desta semana. Na semana passada (12 a 16/11) o SIE fechou negativo em R$ 1,58 bilhão, aumentando o saldo negativo do mês para R$ 3,15 bilhões. Observe abaixo a divergência nos 02 últimos pontos do gráfico semanal de outubro a novembro/07.


O Ibovespa no pregão de ontem (21/11) fechou abaixo do suporte de fechamento em 60.894 pontos, o que não é um bom sinal. Pode ocorrer uma pressão compradora neste ponto? Sim, porque de 60.894 a 58.292 há uma zona de suporte importante (gráficos diário e semanal). O rompimento e fechamento abaixo do suporte em 59.472 quebrará a tendência de alta no gráfico diário do Ibovespa. Pontos que intensificam esta quebra:

  1. Rompimento da linha de tendência de alta;
  2. Não conseguiu romper a linha de tendência de baixa;
  3. Topos e fundos descendentes;
  4. Abaixo da MME 13.
  5. Saldo negativos dos investidores estrangeiros na Bovespa.

Um fechamento desta semana (gráfico semanal) abaixo da mínima (61.034) da semana anterior e principalmente de 60.894, aumentará a probabilidade do IBOV testar o suporte em 58.292 pontos. O momento realmente é de cautela para quem opera no curto prazo.

Até breve!

 Página 1.264 de 1.294  « Primeira  ... « 1.263  1.264  1.265  1.266 » ...  Última »