Pular a navegação e ir direto para o conteúdo


Blog

12.10.2016 | 13:35

Resistência – O que é e as principais características

Publicado na(s) categoria(s) Análise Técnica, Aprendizado, por Dalton Vieira

Olá amigos investidores, sejam muito bem-vindos a nossa sala de aprendizado. Explicarei neste vídeo o que é e quais são as principais características da Resistência, princípio essencial da Análise Técnica.

A resistência e o suporte certamente são os princípios essenciais mais usados pelos analistas técnicos. Ao meu ver eles são fundamentais na nossa tomada de decisão de compra e venda de ativos. Portanto, entender bem esses conceitos e saber como aplicá-los aumentará a chance de obter lucro nos seus investimentos.

O que é uma Resistência?

É um patamar ou uma região no gráfico onde há um interesse de venda maior por parte dos investidores, a qual costuma gerar uma pressão vendedora suficiente para interromper a trajetória de alta do preço, conforme mostra a figura abaixo.

Qual a psicologia por trás da Resistência?

A memória humana associada aos fatores de oferta e demanda criam as resistências. Como assim? Imagine que você comprou a ação VALE5 a R$ 50,00, a qual estava em uma trajetória de alta. No entanto, após a sua compra o valor dela começou cair chegando aos R$ 45,00 após alguns dias.

Qual o pensamento que virá na sua mente ao ver seu investimento cair 10%? Geralmente será “quando voltar ao preço que comprei pularei fora!”. Por acaso você já passou por algo parecido? Pois é, isto normalmente ocorre porque a lembrança mais recente na nossa memória é que a ação parou de subir ao atingir os R$ 50,00 e começou a cair.

Logo, o medo de que isto ocorra novamente faz com que você e outros investidores nesta mesma situação queiram vender a VALE5 por um valor mais próximo ou igual ao da compra.

Além disso, quem comprou a ação quando estava por volta dos R$ 45,00 lembra que o preço parou de subir ao chegar nos R$ 50,00. Portanto, o que estes investidores tendem a fazer? Isto mesmo, vender perto dos R$ 50,00 para colocar o lucro no bolso.

A pressão vendedora gerada nas duas situações apresentadas forma uma região de resistência que dificulta a continuidade do movimento de alta do preço.

Exemplo

Vamos a um exemplo prático no gráfico diário da BBAS3. A 1ª situação é dos investidores que compraram por volta dos R$ 30,00, ponto A no gráfico. A 2ª é dos que compraram em torno dos R$ 28,60, ponto B do gráfico. Ambos tendem a vender quando o preço voltar para a região dos R$ 30,00, pois viram recentemente que o preço parou de subir neste ponto e começou cair.

Repare que quando o preço voltou para a região dos R$ 30,00 a pressão vendedora dos investidores impediu a continuidade do movimento de alta, ponto C no gráfico. No ponto D tivemos o mesmo comportamento por parte dos investidores, o que desencadeou um grande movimento de baixa.

Pontos de Resistência

Quais são os pontos que encontramos resistências no gráfico?

  • Topos;
  • Antigos fundos que foram superados, a chamada mudança de polaridade;
  • Médias móveis;
  • Gaps de baixa;
  • Linhas de tendência de baixa;
  • Números do Fibonacci;
  • Números redondos;
  • Dentre outros.


Todos os itens citados serão abordados separadamente em outros vídeos de aprendizado.

Aspectos importantes

Quais são os fatores que aumentam a importância de uma resistência?

1. A quantidade de vezes que uma região de resistência foi testada. Um número maior de toques e recuos do preço em uma faixa de resistência torna a mesma mais importante;

2. O tempo que ela foi gerada. Quanto mais recente mais importante será a resistência. Por quê? Porque nos recordamos mais facilmente de fatos que ocorreram recentemente, logo uma quantidade maior de investidores tende a pressionar o preço em uma região de resistência formada há pouco tempo.

O exemplo apresentado anteriormente no gráfico diário da BBAS3 representa bem os dois fatores apresentados que aumentaram a importância da resistência por volta dos R$ 30,00.

3. Tendência de baixa. Resistências dentro de uma tendência de baixa do preço são mais importantes, ou seja, costumam ter uma pressão vendedora maior do que nas resistências existentes na tendência de alta.

4. Concentração de resistências. Uma faixa de preço que coincide mais de um ponto de resistência, como um topo anterior e um número redondo (ou mesmo uma média móvel, gap de baixa e uma linha de tendência de baixa) torna-se mais importante, pois normalmente proporciona uma pressão vendedora maior.

Como tirar proveito das faixas de Resistência?

Já aprendemos que a resistência é uma região no gráfico que costuma haver uma pressão vendedora maior. Ótimo, mas o que fazer com esta informação? Simples, vender na resistência ou comprar no rompimento da mesma. Como assim?

Vamos voltar ao exemplo da BBAS3. Imagine que você está comprado por volta dos R$ 26,00 e sabe que em torno dos R$ 30,00 há uma região de resistência. O que fazer? Vender a posição comprada um pouco abaixo dos R$ 30,00, visto que há uma chance maior do preço parar de subir e voltar a cair.

Agora imagine que você deseja comprar esta ação, já conhecendo bem o que pode acontecer na faixa de resistência por volta dos R$ 30,00. Neste caso o mais recomendável será aguardar o rompimento desta região para comprar em seguida. Observe que a compra da BBAS3 após o rompimento dos 3 topos proporcionou um forte movimento de alta.

Etapa concluída

Parabéns! Você concluiu mais uma etapa.

Espero sempre contar com a sua presença na nossa sala de aprendizado. Muito obrigado!

Recomendo!

Assista também ao vídeo Suporte. Deseja continuar o aprendizado? Simples, acesse o menu Aprendizado do site e desfrute dos diversos vídeos e artigos disponíveis.

6 Comentários

Assine os feeds dos comentários deste post

  1. Paulo disse:

    Muito bom !

  2. Dalton Vieira disse:

    Obrigado Paulo.

    Um ótimo final de semana. Grande abraço.

  3. Igor Sidartha disse:

    Estão de Parabéns conteúdo de altíssima qualidade!!

  4. Dalton Vieira disse:

    Olá Igor, muito obrigado pelas congratulações e elogio.

    Grande abraço!

  5. Antonio Carlos Araujo disse:

    È isto ai, mais um otimo aprendizado, parabens Dalton

  6. Dalton Vieira disse:

    Oi Antonio Carlos,

    Muito obrigado por prestigiar o conteúdo aqui do site e canal no Youtube (http://bit.ly/1guyirt).

    Grande abraço.

Deixe seu comentário

  • Para sua imagem aparecer ao lado de seu nome nos comentários, cadastre-se no Gravatar usando o mesmo e-mail com o qual comentou.
  • Para pedidos de parceria utilize o formulário de contato.
  • Comentários que deixam a impressão de divulgação de outro site através do fornecimento de links serão excluídos.