Pular a navegação e ir direto para o conteúdo


Blog

02.02.2016 | 18:29

Spread – O custo oculto entre as melhores ofertas de compra e venda

Publicado na(s) categoria(s) Análise Técnica, Aprendizado, por Dalton Vieira

Olá amigos investidores, sejam muito bem-vindos a nossa sala de aprendizado. Explicarei neste vídeo o que é, como calcular e qual a importância do spread.

Conceito

Primeiramente o que é o Spread? No mercado de ações é a diferença entre as melhores ofertas de compra e venda de um mesmo ativo. Observe a 1ª linha destacada na figura do livro de ofertas da VALE5. Qual o valor do spread? Correto, R$ 0,02. Isto porque as melhores ofertas de compra e venda são de R$ 44,29 e R$ 44,31, respectivamente.

Qual a importância do Spread? De maneira simples o spread é útil para sabermos o custo para entrar e sair rapidamente de um ativo. Ao falar em custo neste vídeo não será referente aos custos operacionais, como corretagem e emolumentos, assunto abordado em outro vídeo de aprendizado.

Como calcular o custo

Mas como calcular o custo através do spread? Simples, basta pegar o valor do spread e saber o que ele representa percentualmente sobre a melhor oferta de venda. Para um melhor entendimento vamos a um exemplo prático usando dois livros de ofertas.

A figura 1 representa as ofertas da VALE5 no mercado à vista. A figura 2 representa as ofertas da VALE5F no mercado fracionário. O que o spread de R$0,02 da VALE5 representa sobre a melhor oferta de venda de R$44,31? Correto, aproximadamente 0,04%.

O spread da VALE5F é de R$0,16, obtido através da diferença entre as melhores ofertas de compra e venda destacadas na 1ª linha, respectivamente R$44,26 e R$44,42. Este spread equivale a 0,36% da melhor oferta de venda.

E o que significa o custo proporcionado pelo spread? Significa que a VALE5 precisa subir no mínimo 0,04% para que você possar sair sem perdas da operação, sem levar em consideração os custos operacionais. No caso da VALE5F será necessário subir 0,36%. Portanto, quanto maior for o spread mais o ativo precisará se valorizar para que a operação de compra comece a dar lucro.

Ativos com spreads menores

Com o objetivo de reduzir esse custo, onde o investidor pode encontrar ativos com spreads menores? Simples, monitorando os ativos mais líquidos, visto que quanto maior a liquidez de um ativo menor tende a ser o seu spread.

Desta forma, um primeiro filtro a ser feito é operar no mercado à vista, ao invés do fracionário. Por exemplo, o investidor que deseja comprar ações preferências da Petrobrás terá um spread menor ao comprar PETR4, em vez de PETR4F.

Um segundo filtro, agora dentro do mercado à vista, é optar por operar as ações que fazem parte do Índice Bovespa (Ibovespa). Por último, os ativos com maior participação no Ibovespa costumam ser os de maior liquidez na BM&FBovespa e consequentemente com os menores spreads.

A lista das ações que fazem parte do Ibovespa, organizadas em ordem decrescente de participação, está disponível aqui no site, através do menu lateral Destaques > Carteiras > Índice Bovespa, conforme mostra a figura abaixo. Pode também ser acessada diretamente através deste link.

Há dois assuntos que tem uma relação direta com o Spread. Quais são eles? A liquidez, mencionada neste vídeo, e a volatilidade. Explicarei separadamente estes assuntos em outros vídeos de aprendizado.

Etapa concluída

Parabéns! Você concluiu mais uma etapa.

Espero sempre contar com a sua presença na nossa sala de aprendizado. Muito obrigado!

Recomendo!

Assista também ao vídeo Liquidez. Deseja continuar o aprendizado? Simples, acesse o menu Aprendizado do site e desfrute dos diversos vídeos e artigos disponíveis.

6 Comentários

Assine os feeds dos comentários deste post

  1. Gabriel disse:

    Olá Dalton tudo bom?
    Uma dúvida quanto ao spread seria: Se o spread é inferior em relação a outro observado no mesmo momento, significa dizer que um possui maior liquidez do que o outro e precisa valorizar menos. Agora se esse que possui um spread menor, desvalorizar na mesma proporção, não daria um prejuízo mais rápido também ?

    Grato pela atenção e parabéns pelas aulas !

  2. Dalton Vieira disse:

    Olá Gabriel,

    Infelizmente não consegui compreender muito bem sua pergunta. De maneira simples, um spread maior geralmente representa um ativo de menor liquidez e maior volatilidade. Em outras palavras, tem um “custo” maior na entrada e o posicionamento do stop, percentualmente falando, tende a ser maior. Consequentemente, aplicando uma gestão de risco nestes ativos seria recomendável colocar menos capital em ativos com estas características.

    Grande abraço.

  3. José Rubens disse:

    Olá Dalton.

    Você consegue me informar onde consigo os dados históricos do bid/ask spread?

    att

  4. Dalton Vieira disse:

    Olá Rubens, bom dia!

    Infelizmente desconheço de como conseguir os dados históricos desta informação. Teria que verificar junto as plataformas em tempo real, caso você tenha alguma contratada.

    Grande abraço.

  5. Antonio disse:

    Os seus vídeos são maravilhosos! São simples, cheios de conteúdo e claros. De fato, o seu site constitui-se em uma grande fonte de informações.
    Quando a pessoa inicia uma operação de compra, mas leva horas ou dias para fechá-la, ela poderá se deparar com uma mudança no spread, contudo, quando fechar a operação ela pagará novamente o spread?

  6. Dalton Vieira disse:

    Olá Antonio, bom dia.

    O Spread não é uma tarifa. É apenas a diferença entre as melhores ofertas de compra e venda. Quanto maior for esta diferença, em termos percentuais em relação ao último negócio do ativo, menor será a liquidez do ativo.

    Se uma ordem de compra demora mais do que um dia para ser executada totalmente, haverá mais de uma cobrança da corretagem. Ou seja, se executar parcialmente hoje sua ordem de compra e o restante no pregão seguinte, será cobrada uma corretagem hoje e outra no pregão seguinte.

    Muito obrigado pelo valioso feedback. Espero sempre vê-lo por aqui e no meu canal no Youtube (http://bit.ly/1guyirt).

    Grande abraço.

Deixe seu comentário

  • Para sua imagem aparecer ao lado de seu nome nos comentários, cadastre-se no Gravatar usando o mesmo e-mail com o qual comentou.
  • Para pedidos de parceria utilize o formulário de contato.
  • Comentários que deixam a impressão de divulgação de outro site através do fornecimento de links serão excluídos.