Pular a navegação e ir direto para o conteúdo


Blog

01.07.2011 | 21:35

Subscrição – Saiba como exercer ou negociar o seu direito

Publicado na(s) categoria(s) Análise Técnica, Aprendizado, por Dalton Vieira

Olá amigos investidores, sejam muito bem-vindos a nossa sala de aprendizado. Explicarei neste vídeo o que é Subscrição e como negociar os direitos de subscrição.

Imagem de Amostra do You Tube

O que é Subscrição de Ações?

É uma forma usada pelas empresas para emitir novas ações ao mercado, geralmente com objetivo de captar recursos para ampliar sua capacidade produtiva. A subscrição concede aos acionistas da empresa o direito de adquirir as novas ações. Em outras palavras, os acionistas tem prioridade para comprá-las, mas não são obrigados a exercer este direito de compra.

Além disso, o acionista pode vender seu direito de subscrição caso não tenha interesse em adquirir as novas ações. Portanto, os investidores que não receberam este direito poderão comprá-lo dos acionistas da empresa emissora. Abordarei ainda neste artigo como funciona esta negociação.

Onde está localizada a informação sobre a subscrição?

No site da BMF Bovespa, dentro das informações de cada empresa, mais especificamente em Eventos Corporativos > Subscrição, conforme mostra a figura.

Observe em destaque na figura os dados referentes à subscrição da BTOW3, ações ordinárias da B2W. Vale ficar atento para as colunas Negócios com até, Percentual (%), Preço de Emissão e Negociação dos Direitos. O que significa cada uma?

1. Negócios com até – É a data limite para comprar as ações da BTOW3 e com isso receber os direitos de subscrição.

2. Valor percentual (%) – É o percentual em ações que cada acionista terá o direito de subscrever. Como assim? Exemplo: Você possui 1.000 ações da BTOW3 e o valor percentual de subscrição é de aproximadamente 42%. Arredondei apenas para facilitar a explanação. Neste caso, quantas ações você pode adquirir? Correto, 42% de 1.000, ou seja, 420 ações.

3. Preço de emissão – É o preço pelo qual os acionistas poderão adquirir as novas ações. Normalmente a empresa emissora busca estabelecer um preço abaixo do valor praticado atualmente no mercado secundário, visando tornar atraente a aquisição das novas ações. Caso contrário, o acionista tende a não exercer o seu direito.

Por exemplo, se o preço de emissão das novas ações da BTOW3 for de R$ 20,00 e este ativo estiver sendo negociado por volta de R$ 19,00 no mercado, não será muito interessante exercer o direito de subscrição. Concorda? A não ser que haja uma boa chance do preço do ativo subir para cima dos 20,00 antes da data limite da subscrição.

4. Negociação de Direitos – É o período pelo qual poderá ser exercido ou negociado os direitos de subscrição.

Como exercer ou negociar o direito de subscrição?

Para exercer o direito de subscrição, ou seja, comprar as novas ações é bem simples. Basta o acionista manifestar o seu interesse em subscrever as ações através da central de atendimento da sua corretora, conforme prazos e procedimentos da corretora.

Caso o acionista não queira exercer o seu direito, ele poderá negociar com outro investidor. De que forma? Através do Home Broker. Para isto basta usar o código de negociação do direito, que varia de acordo com o tipo de ação.

Quem tiver ações ordinárias deverá usar o código de negociação do ativo com final 1. Para os detentores das ações preferênciais será necessário usar o código de negociação com final 2. Como assim? Para facilitar vamos a um exemplo prático.

Suponhamos que a subscrição seja das ações da Petrobrás. Logo quem tem ações ordinárias, PETR3, para negociar os direitos de subscrição pelo home broker deverá usar o código PETR1. Já os acionistas que detém as ações preferenciais, PETR4, deverão usar o código PETR2.

Voltando ao exemplo da BTOW3. Para o acionista vender o seu direito de subscrição para outro investidor, basta selecionar venda no home broker, preencher o código BTOW1, colocar a quantidade, preço e senha eletrônica para o envio da ordem. Isto é possível porque o ativo BTOW1 já estará em custódia na conta do acionista.

É importante ressaltar que os custos operacionais, como corretagem e emolumentos, para negociar os direitos são os mesmos praticados na compra ou venda de ações. Logo, caso o valor total da venda seja inferior ao somatório dos custos operacionais, não valerá a pena negociar os direitos de subscrição.

Há alguma mudança após a subscrição?

Sim, há um ajuste no valor das ações. É feito um preço médio após a entrada das novas ações. Vamos pegar o exemplo anterior da BTOW3, cuja a entrada de novas ações foi de 42% do total em circulação.

O preço de emissão estabelecido foi de R$ 21,62 e o preço de fechamento ao final do pregão do dia 24 de março de 2011 foi de R$ 22,38. Agora para calcular o preço médio basta multiplicar 22,38 por 100 e depois 21,62 por 42. Soma-se os resultados e divide por 142. Resultado: R$ 22,15. Este será o novo valor de fechamento do pregão do dia 24 e referência para a aberura do próximo pregão.

Como você pode notar, a subscrição costuma gerar um ajuste no preço da ação. Com o objetivo de amenizar a queda no preço da ação após o ajuste, é recomendável vender os direitos de subscrição caso o acionista não queira subscrever as novas ações.

Etapa concluída

Parabéns! Você concluiu mais uma etapa.

Espero sempre contar com a sua presença na nossa sala de aprendizado. Muito obrigado!

Recomendo!

Assista também ao vídeo Introdução aos eventos corporativos. Deseja continuar o aprendizado? Simples, acesse o menu Aprendizado do site e desfrute dos diversos vídeos e artigos disponíveis.

55 Comentários

Assine os feeds dos comentários deste post

  1. Horley Alberto Cavalcanti Senna disse:

    Bom dia.

    Vossa Senhoria teria a inicial de Subscrição face a Telefônica?

    Quanto me custaria? Eu tenho 11.710 ações PN adquirida em 15/12/1995.

    Att.

    Horley

  2. Fernando César De Lai disse:

    Boa tarde Dalton!
    Recebi um direito de subscrição na minha custodia… e não sei qual decisão tomar… gostaria de sua opinião sobre a subscrição da Rossi Resid? Recebi 111 ações RSID1, que é referente a 55,78% das 200 ações que eu tinha da RSID3… o valor desse direito RSID1 hoje é de R$ 0,29 e a ação da RSID3 esta cotada a R$ 4,28… a data limite para exercer o direito ou vende-lo é até o dia 14/12… o preço de emissão da subscrição é de R$ 4,00… qual sua analise sobre este ativo? No atual momento é melhor exercer o direito (pagar R$ 444,00) ou vender o ativo (receber ~R$30,00)?
    Obrigado!
    Fernando De Lai

  3. Dalton Vieira disse:

    Olá Fernando,

    Geralmente o mais aconselhável é vender o direito, desde que o valor da venda pague o custo operacional. Não há necessidade de se sentir obrigado a comprar o ativo só porque recebeu o direito, principalmente se o seu foco é o curto prazo.

    Em relação à RSID3, neste momento o ativo está em tendência de alta mais fraca no curto prazo. Torna-se um pouco mais importante esta tendência ao superar os 4,46. No médio e longo prazos o papel segue em um cenário de tendência de baixa.

    Grande abraço.

  4. Mauro disse:

    Tenho ações da BISA3 e recebi informação via ITAUTRADE,
    que tinha subscrição de 594 ações. Como era a primeira vez
    solicitei suporte a central de atendimento e fui informado que independente da minha atuação/venda das ações BISA1 eu teria que atuar no sistema para validar meus direi-tos. O valor foi debitado na minha conta e também consta
    como proventos (Crédito não efetuado).

    Fiquei no preju ??

    Abraço.

  5. Dalton Vieira disse:

    Olá Mauro,

    Geralmente você recebe o direito de subscrição e avisa para corretora que deseja exercer o direito, ou seja, comprar as 594 ações pelo preço previamente estabelecido. Se você não exerce o direito poderá vendê-lo. Caso não o faça, não teria prejuízo algum. Enfim, isto é o que costuma ocorrer.

    Agora seria preciso você verificar ao certo qual o procedimento adotado pela Itautrade em casos de subscrição (exerce automaticamente ou precisa confirmar pelo home broker ou telefone?)

    Grande abraço.

  6. Mauro disse:

    Olà Dalta,

    As informações ficam para serem confirmadas no home broker e as ações, independente de atuar, ficam disponíveis
    para venda. A minha dúvida é o seguinte, se eu tenho o direito de vender, como um funcionário de uma corretora não informa a seu cliente ex: Colega exerce logo seu direito
    de subscrição R$ 3,06 cada ação, você dificilmente irá dobrar o valor sendo que na época as ações BISA3 estava na média R$ 4,00. Ou o valor de direito seria menor e não fui informado.

    Grande abraço.

  7. Dalton Vieira disse:

    Olá Mauro,

    Não sei qual é a política da corretora. De repente para eles é mais interessante que você exerça seu direito. Enfim, na maioria da vezes prefiro optar pela venda do direito (ex.: BISA1), isto é, se o valor total é superior aos custos operacionais cobrados pela operação (corretagem, emolumentos, etc).

    Tenha um ótimo final de semana. Grande abraço.

  8. Rogério disse:

    Excelente explicação. Ajudou bastante pois estou diante desta situação com relação ao ativo da MMX.

  9. Dalton Vieira disse:

    Que ótimo Rogério!

    Espero continuar colaborando com seu aprendizado no mercado através do conteúdo do site.

    Grande abraço.

  10. Carlos disse:

    Prezado Dalton, e na venda do direito de subscrição, o investidor paga imposto de renda? Ou seja, ele nao vendeu ações, vendeu seu direito de subscrição. Terá ele que pagar imposto? Em caso afirmativo, e se o ganho foi menor que os R$ 20.000,00, está isento de imposto? Se tiver tido prejuízo com ações em geral no mercado a vista, ao ter este ganho com venda de direitos, pode abater? Ou são operações distintas? Desde já, agradeço pelas informações. E parabéns pelo Blog. Grande abraço.

  11. Dalton Vieira disse:

    Olá Carlos,

    1. Se total de vendas no mês ultrapassar R$20.000,00 e o saldo (compras – vendas) for positivo, haverá necessidade de recolher o imposto (incluindo o lucro obtido na venda do direito de subscrição).

    2. Sim, o lucro proveniente da venda do direito entrará no cálculo para ver se no mês o saldo foi positivo ou negativo.

    Obrigado pelas congratulações. Grande abraço.

  12. Andre disse:

    Dalton, simplesmente então dou uma ordem de venda em RSID1 no home broker para efetuar a venda dos direitos de subscrição ? É isso ?

  13. Dalton Vieira disse:

    Olá Andre,

    Correto, caso o ativo mencionado esteja na sua custódia.

    Grande abraço.

  14. Márcio G. disse:

    Comprei aquela OSXB1 , 50.000 ações a 0,01 R$ o q na verdade eu acabei comprando? subscrição da OSXB3? quanto eu ganharia com isso? ela está a 0 centavos isso está me dando até frio na barriga hehe se poder ajudar agradeço desde já

  15. Dalton Vieira disse:

    Olá Márcio,

    1. Você comprou o direito de subscrever 50.000 ações da OSXB3 pelo valor que foi estabelecido no evento de subscrição.

    2. Seria vantajoso se o preço da ação estivesse abaixo do preço de subscrição. Caso contrário, você perderia os R$500,00 (50.000 x 0,01) gastos na compra da OSXB1, sem contar os custos operacionais.

    Para maiores detalhes sobre este evento corporativo envolvendo as ações da OSXB3, por favor, entre em contato com sua corretora. O período de negociação da OSXB1 foi do dia 4 até 26 de fevereiro/13.

    Grande abraço.

  16. vanley disse:

    Bem, se eu vender as ações que tenho após a data limite para aquisição do direito de subscrição, ou seja, após ter adquirido o direito de subscrição, perco o direito de subscrição?

  17. Dalton Vieira disse:

    Olá Vanley,

    Apesar de não ter vivenciado a situação apresentada por você, acredito que o direito não será perdido.

    Grande abraço.

  18. Rogerio P disse:

    Boa Noite!

    Ola,
    Fiz uma compra de 100.000 ações de ativo RPMG1 a R$ 0,05 total de R$ 5000,00 em março 2014, porem como era inexperiente não vendi dentro do prazo de negociação de mercado. Tive que exercer a subscrição pela quantidade equivalente ao valor então desembolsei mais R$ 5000,00.

    A Duvida é teve um prejuízo de R$ 5000,00 mais taxas, gostaria de saber se posso abater esse valor no imposte de renda e se sim entra como operações a longo prazo.

  19. Dalton Vieira disse:

    Olá Rogerio,

    Em caso de prejuízo no mercado de ações você pode compensar o mesmo nos próximos meses em que houver lucro. Para maiores detalhes recomendo assistir ao vídeo sobre como calcular o imposto e compensar as perdas.

    Grande abraço.

  20. Antonio Marchão disse:

    Prezado Dalton;

    Qual o preço que devo vender o direito de subscrição de uma ação?
    EX: A FJTA4 foi tabelado o direito em $2,61. Esta ação só pode ser transferido os direitos por $2,61 ou pode ser transferido por preço acima ou abaixo deste, conforme o preço de venda escolhido pelo detentor dos direitos?

    Muito grato;

    Antonio Marchão.

  21. Dalton Vieira disse:

    Olá Antonio,

    Provavelmente o código de negociação do direito de subscrição é FJTA1. Neste caso, você precisa entrar no homebroker e inserir esse código para vender o direito. O book (livro) de ofertas mostrará os valores das melhores ofertas de compra. Através deste valor você saberá se compensa ou não vender o direito, pois o valor total da transação tem que cobrir pelo menos os custos operacionais.

    Grande abraço.

  22. Thiago disse:

    Amigo,

    Como se calcula o preço de venda mais justo na venda de difeitos de subscrição? O valor que aparece no home broker acompanhado dos direitos é o valor que devo vender? Ou aquele seria o valor de custo de geração das novas ações? O caso é que o valor do home broker mostra 0.01 centavo por direito mas as ações apos o aumento de capital serã ofertadas a 0.15 centavos… como vender sem ter prejuízo? Se vender a 0.01 0u 0.02 centavos terei prejuízo? Obrigado pela ajuda!! Ou teria que vender os direitos a 0.15 +0.01=0.16 centavos?

  23. Dalton Vieira disse:

    Olá Thiago,

    Você vende para o melhor comprador (livro de ofertas) do ativo gerado pelo direito de subscrição, código de negociação geralmente com final 1 ou 2. Caso o valor total da venda não seja superior aos custos operacionais da operação, não fará sentido vender o direito de subscrição.

    Aproveite e inscreva-se no meu canal no Youtube. Valeu! Grande abraço.

  24. Thiago disse:

    Obrigado Dalton, sua página é muito boa e muito clara. Parabéns! Posso fazer mais uma pergunta? Eu tinha 30 mil ações Enev3, Imagine que me foram atribuidos 900.000 direitos de subscrição enev1 se eu ñ conseguir negociar a 0.01 centavo cada… serei obrigado a adiquirir as novas acões lançadas no mercado ? Posso negociar a 0 centavos? Meu medo é ter que adquirir 900mil ações a 0.15 centavos o que me arruinaria completamente. Desculpe se abuso ao perguntar mas ñ encontro caminhos nunca passei por isso. Obrigado amigo!

  25. Dalton Vieira disse:

    Olá Thiago,

    Você apenas tem o direito de subscrever as novas ações, mas não a obrigação. Ou seja, você não adquirirá as novas ações caso não informe a sua corretora o interesse em exercer o direito que lhe foi concedido.

    Muito obrigado pelos elogios! Espero sempre vê-lo por aqui. Grande abraço.

  26. Thiago disse:

    Bom dia Dalton, obrigado pela clareza e sobretudo pela paciência viu! Estou aprendendo muito com sua página. Procurei aqui mas ñ encontrei uma nomenclatura que acompanha minhas Enev1 (Dir provisão) o que significa ( dir provisão )? Faz alguma idéia? Um grande abraço e estou indo pro youtube agora !

  27. Dalton Vieira disse:

    Bom dia, Thiago!

    Manda pra mim por e-mail (menu Contato) a imagem contendo as informações da subscrição.

    De forma simples, você vai exercer seu direito? Em caso negativo, vai vender os direitos? Em caso negativo, foco no que é importante. rsrs

    Grande abraço!

  28. Rodrigo Marques disse:

    Olá boa tarde. No meu caso tenho apenas 1 (um) direito de subscrição do BBDC4. Não é vantagem nem exercer e nem vender, visto que o preço da ordem é 10 reais, e se eu nem exercer e nem verder. O que acontece?

  29. Dalton Vieira disse:

    Correto, Rodrigo.

    Se o valor da venda for inferior aos custos da operação, não compensa.

    Grande abraço.

  30. Bruno César disse:

    Olá, por favor tire minha dúvida. Em qual momento a empresa lança essas novas ações? Isso acontece quando ela apurou lucro e automaticamente seu capital social aumentou? Quando ela lança essas novas ações posso considerar que é um block trade? Obrigado

  31. Dalton Vieira disse:

    Olá Bruno,

    Geralmente a empresa lança novas ações através deste evento (Subscrição) com o objetivo de captar recursos para ampliar a sua capacidade produtiva. Não é um block trade pois são novas ações. Block trade é uma oferta pública de um grande lote de ações existentes, realizada por algum acionista).

    Lembre-se de se inscrever no meu canal no Youtube (http://bit.ly/1guyirt). Grato!

    Grande abraço.

  32. Fernando De Lai disse:

    Olá Dalton, td bom?

    Preciso fazer algum ajuste no calculo médio das minhas ações após a data final de subscrição quando o valor das ações será ajustado no mercado?
    Exemplo:
    Tinha 1000 ações com preço médio de R$ 10,00 e ganhei o direito de subscrição de 400 ações… Ai eu não exerço esse direito e vendo normalmente essa subscrição no HB… É preciso fazer alguma coisa com o preço medio das minhas ações? Devido a mudança que ocorrera no valor da ações?
    obrigado, abraço

  33. Dalton Vieira disse:

    Fala Fernando, boa tarde.

    O “preço médio” de suas ações será modificado caso decida exercer seu direito de subscrição, ou seja, após a entrada de novas ações na sua carteira. No caso da venda do direito não há mudança em relação à sua posição.

    Grande abraço.

  34. Fernando De Lai disse:

    Boa tarde Dalton, td bom?

    Estou tendo dificuldades com divergência de informações na internet de como declarar no IR a venda dos direitos de subscrição… vc saberia me informar o campo do IR em que esta informação deve ser inserida? E tb em relação a tributação desse lucro… caso no mes eu só tenha feito a venda destes direitos de subscrição qual percentual eu aplico nesse lucro? Obrigado

  35. Dalton Vieira disse:

    Fala Fernando, boa tarde.

    Para declaração do imposto recomendo este post: http://www.blogdoinvestidor.com.br/investimentos/como-declarar-acoes-n o-imposto-de-renda/.

    No caso de recolhimento do imposto mês a mês, a alíquota é de 15%. Caso o valor a recolher (DARF) seja inferior a R$10,00, você poderá fazer isso no mês subsequente junto com outros lucros ou abatendo de algum prejuízo.

    Grande abraço.

  36. Luís Gustavo disse:

    Boa tarde Dalton, tudo bem ?

    Primeiramente parabéns pelo blog, tem me ajudado bastante nos ultimos dias. Bom, comecei a estudar um pouco o mercado de ações por conta própria a algumas semanas, e me surgiu uma duvida aqui sobre o direito de subscrição. Se eu possuo um direito de subscrição sobre ações de uma determinada empresa, qual a vantagem para o investidor exercer esse direito ? Porque assim, se há um reajuste no preço da ação proporcional ao preço das que entraram no mercado, isso nada mais seria do que um aumento dos papeis por uma redução no preço da ação. E só mais uma coisa, quem vai comprar esses direitos,além de pagar pelos direitos, tem ainda que pagar o preço da ação depois ? Se for, eu só não consigo enxergar uma situação em que isso seja uma vantagem, se puder me ajudar.
    Agradeço desde já.

  37. Dalton Vieira disse:

    Fala Luís Gustavo, bom dia.

    Basicamente para continuar com a mesma participação percentual na empresa após a entrada de novas ações. Além disso, pode ser interessante dependendo do valor de subscrição das novas ações, considerando um momento favorável para a valorização das ações da empresa.

    Sim, quem for comprar o direito é porque está acreditando em uma oportunidade interessante para comprar as novas ações que vão ao mercado. Ou seja, o preço da subscrição é favorável e a perspectiva de subida do preço é mais provável.

    Grande abraço.

  38. Luís Gustavo disse:

    Obrigado Dalton, esclareceu bastante! Só mais uma dúvida que a resposta parece um pouco óbvia, mas só por garantia. Se eu for vender meu direito, a priori, desconsiderando uma possível valorização das ações, o recomendável seria que eu também vendesse as ações, correto ? Visto que haverá uma queda no preço pelo reajuste.

  39. maicá disse:

    Boa tarde Dalton!
    Gostaria, que se possível, voçe fizesse uma análice
    sobre a subscrição da usiminas, dando um parecer
    se é vantajoso ou não, optar pela pela compra.

    obrigado!
    Gentil Maicá

  40. Dalton Vieira disse:

    Oi Luís,

    Não necessariamente. Você pode vender seu direito, se for bom financeiramente (retorno maior que custos operacionais), por simplesmente ter interesse de aumentar sua posição nas ações da empresa. Se sua análise aponta para uma provável desvalorização também das ações e o seu foco é o curto prazo, sim, neste caso faz sentido o que comentou na sua pergunta.

    Grande abraço.

  41. Dalton Vieira disse:

    Oi Maicá, bom dia!

    Esse é um tipo de análise que não realizo. O que posso dizer é que a tendência ainda é de baixa no longo prazo, mas houve uma mudança para alta no curto prazo (gráfico diário). Mas não sei o valor da subscrição e realmente não sei lhe dizer se é vantajoso, visto não ser o foco por aqui.

    Muito obrigado pela participação aqui no site (canal no Youtube: http://bit.ly/1guyirt).

    Grande abraço.

  42. Guilherme disse:

    Olá Dalton!

    A OGSA3 lançou direitos de subscrição com um valor maior do que a ação. Neste caso há correção para cima no fechamento da ação???

    Obrigado!

  43. Dalton Vieira disse:

    Oi Guilherme,

    Não há nenhuma obrigação neste sentido.

    Grande abraço.

  44. Bruno disse:

    Bom dia Dalton,

    Estou nesse caso da OGSA3, recebi 207 ações da OGSA1 e se eu não fizer nada, nem exercer o direito e nem negociar com outro investidor, elas simplesmente viram pó?

    Se eu quiser exercer o direito eu vou ter que comprar elas pelo preço que informaram que é no caso R$ 9,38?

    Obrigado e tenha uma ótima semana!

    Abraço

  45. Dalton Vieira disse:

    Oi Bruno,

    Você recebeu 207 direitos de subscrição (OGSA1). Caso não exerça seu direito ou não venda suas OGSA1, elas perdem a validade no final do processo de subscrição.

    Sobre o valor para realizar a aquisição das novas ações, recomendo entrar em contato com a sua corretora, pois não cheguei a verificar o processo de subscrição deste ativo.

    Grande abraço.

  46. jonas disse:

    E no caso da Swet3? Como devo proceder?

  47. Valter disse:

    Bom dia ,

    Comprei via site da Corretora Itau USIM11 (subscrição) 49053, estava na minha carteira tudo normal e ontem no dia 14/04 , data final , liguei para a Corretora e dei ordem para Exercer a subscrição. Eles me vieram com um papo que minha posição não estava liquidada e que só vão me responder se minha subscrição deu certo na Segunda -Feira dia 18/04 e que existe um certo risco . me ajudar a esclarecer isso, pois que risco seria esse? Eu comprei os direitos e exerci na data , do que a corretora está falando? Posso perder meu investimento?

    obrigado
    Valter

  48. Dalton Vieira disse:

    Oi Valter, bom dia!

    Tem que verificar junto a corretora qual posição não está liquidada, a compra do direito ou a ordem para exercer o direito. Pela data informada no seu comentário, acredito que já tenha uma resposta final junto a corretora, principalmente na questão liquidação que deveria ocorrer ontem, dia 18.

    Grande abraço.

  49. Neto Menezes disse:

    Valter, boa noite. Recebi um direito à subscricao de um papel. O valor em que vou exercer está em 0,15 e o valor da cotação no papel principal está em 0,38. Sendo assim a quantidade total dos papéis subscritos irão valer esses 0,38? Qual o prazo para que a subscricao exercida entre na minha carteira? Desde já obrigado.

  50. Neto Menezes disse:

    Retificando. Dalton.

  51. Dalton Vieira disse:

    Olá Neto, bom dia.

    Recomendo entrar em contato com a sua corretora para saber os detalhes desta subscrição, pois não tenho as informações necessárias para responder os seus questionamentos.

    Obrigado pela participação aqui no site. Canal no youtube: http://bit.ly/1guyirt.

    Grande abraço.

  52. Cristiano disse:

    Boa tarde,

    Parabens pelo post sobre Subscrição achei muito construtivo.

    Amanhã é a data limite para compra da OGSA3 para ter direito a subscricao. Hoje a ação está a 2,20 e suponhamos que amanhã permanecera durante todo o dia com esse valor. No site da bovespa diz que o valor da emissão é de 9,80 e a % de 10,38%.

    Supondo que eu compre 1000 papeis amanhã a 2,20. Se eu fiz as contas corretamente, o preço medio é de 9,22 mais ou menos.

    Duvida: Se eu não exercer minhas 1000 ações passarao a valer 9 e pouco? Ou eu preciso exercer para que o valor das minhas ações suba para a media?

    Agradeço a atenção.

    Att.
    Cristiano

  53. Dalton Vieira disse:

    Oi Cristiano, bom dia.

    Para manter-se com a mesma proporção de ações que antes, visto a entrada de novas ações, é necessário exercer o seu direito. Isto é, se julgar que é interessante fazer isso, seja pelo valor da oferta ou mesmo pela expectativa de valorização do ativo.

    Grande abraço.

  54. Rafael Silva Cantagalli disse:

    Olá Dalton, boa noite!

    Parabéns pela excelente explicação sobre subscrição!

    Tenho uma dúvida, que está relacionada à ação VTLM3, cujo seu preço no fechamento desta sexta feira foi de R$2,90 e a subscrição VTLM1 fechou hoje a R$1,00, sendo está última de acordo com a pesquisa na Bovespa apareceu os seguintes dados:

    Subscrição
    Deliberado em: 15/07/2016
    Negócios com até: 19/07/2016
    %: 41,48382332
    Preço emissão (R$): 2,55
    Negociação de direitos: 20/07/2016 a 24/08/2016
    Homologado em: -
    Observações: –

    Contudo gostaria de saber se eu posso adquirir 1.000 ações da VTLM1 mesmo não tendo adquirido nenhuma ação da VTLM3?

    E vamos que eu tenha adquirido 1.000 ações da VTML1, eu posso ainda sim receber essa subscrição mesmo não tendo nenhuma ação da VTLM3 ou eu tenho que vender a subscrição para outro acionista?

    Desde já agradeço sua atenção e aguardo uma resposta.

  55. Dalton Vieira disse:

    Oi Rafael,

    VTML1 é o direito de subscrição. Você compra esse direito justamente quando não tem as ações da VTML3 e deseja adquirir as novas ações através desse evento corporativo. Lembre-se de entrar em contato com sua corretora para confirmar se há alguma procedimento extra necessário, além da compra da VTML1, para receber as novas ações da VTML3.

    Grande abraço.

Deixe seu comentário

  • Para sua imagem aparecer ao lado de seu nome nos comentários, cadastre-se no Gravatar usando o mesmo e-mail com o qual comentou.
  • Para pedidos de parceria utilize o formulário de contato.
  • Comentários que deixam a impressão de divulgação de outro site através do fornecimento de links serão excluídos.